Transferência nuclear de células somáticas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
O processo poder gerar clones tanto para finalidades reprodutivas quanto para terapêuticas. A figura mostra a remoção do núcleo da célula doadora e sua introdução em a célula receptora, entretanto geralmente toda a célula doadora é transferida.

Nas áreas de genética e de biologia do desenvolvimento, transferência nuclear de células somáticas (TNCS) é uma técnica utilizada na criação de clones, introduzindo um núcleo doador em um [[óvulo]]. Esse clones podem ser utilizados na pesquisa de células tronco, na medicina regenerativa, ou até mesmo com finalidades reprodutivas. Está técnica foi utilizada na criação da ovelha Dolly

A técnica[editar | editar código-fonte]

O núcleo de uma célula somática é removido da célula doadora e o restante da célula é descartado. Ao mesmo tempo, o núcleo do óvulo receptor também é removido. O núcleo da célula somática doadora é introduzido no óvulo e ele reprogramado pela célula hospedeira. O óvulo sofre um estimulo elétrico e começa a se dividir. Depois de vários ciclos de divisão celular, estas células formam um blastocisto (um estágio inicial da embriogênese).

Ver também[editar | editar código-fonte]