Transporte hectométrico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Yurikamome, Tóquio, Japão.

O transporte hectométrico ou people mover é um sistema de transporte de massa totalmente automático de passagem em desnível. O termo é geralmente usado somente para descrever sistemas servindo relativamente pequenas áreas, tais como aeroportos, distritos centrais ou parques temáticos, mas é algumas vezes aplicado a outros sistemas automáticos.

Originalmente, o termo designava diferentes sistemas desenvolvidos ao mesmo tempo. Um foi Skybus, um sistema de transporte de massa automático. Foi um protótipo da Westinghouse Electric Corporation, iniciado em 1964.[1][2] O outro, chamado PeopleMover ou Goodyear PeopleMover, foi uma atraçâo feita pela Goodyear que abriu na Disneyland, em 1967.[3] Hoje, no entanto, o termo people mover é genérico e pode usar tecnologias como o monotrilho, trilhos, transporte automático ou maglev. A propulsão pode envolver motores elétricos convencionais de bordo, motores lineares ou tração de cabo.

Outros people movers tem características similares aos sistemas de transporte de massa, e não é clara a distinção entre um people mover destes tipos e um sistema de transporte de massa automático.

Transporte urbano[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Massey, Steve. «Who killed Westinghouse?». Pittsburgh Post-Gazette. Consultado em 12 de novembro de 2007 
  2. «Westinghouse Company Timeline (1940–1979)». Westinghouse Electric Company, LLC. Consultado em 12 de novembro de 2007 
  3. Weiss, Werner. «PeopleMover at Disneyland». Yesterland.com. Consultado em 12 de novembro de 2007 

Ver também[editar | editar código-fonte]