Trapaceiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Trapaceiro
Codinomes conhecidos James Jesse
Outro(s) nome(s) Giovanni Giuseppe
Afiliações Galeria de Vilões, FBI
Família Billy Hong (filho), Os Jesses Voadores (família)
Criado por John Broome e Carmine Infantino
Primeira aparição Flash Vol. 1 # 113 (Julho de 1960)
Causa da última aparição Assassinado pelo Pistoleiro
Editora(s) DC Comics
Base de operações Keystone City

O Trapaceiro é um vilão das histórias do Flash da editora DC Comics.

James Jesse[editar | editar código-fonte]

James Jesse é o Trapaceiro original. O nome verdadeiro dele é Giovanni Giuseppe. O personagem usava vários truques, como bombas explosivas especiais, chiclete hidrocolídrico, dentadura... O Trapaceiro apareceu pela primeira vez em The Flash 113 em 1960. James é um dos mais famosos membros integrantes da Galeria de Vilões liderada pelo Capitão Frio. O Trapaceiro usava uma roupa colorida de vermelho (só antigamente), listras azuis e uma roupa amarela, e sapatos azuis.

O trapaceiro viria a trabalhar para o governo, aparentemente se regenerando. Inafortunadamente, James estava presente, juntamente com o também regenerado Flautista, quando a Galeria de Vilões, atacou e matou o Kid-Flash (Bart Allen), cujos poderes haviam sido retirados por um clone maligno seu, o Inércia.[1] Esse fato fez com que os dois vilões fossem caçados por forças federais e por todos os super-heróis e mesmo outros vilões. A dupla foi capturada pelo Esquadrão Suicida, mas conseguiu escapar. No entanto, durante a fuga, James Jesse é alvejado no coração e morto por Floyd Lawton, o Pistoleiro.[2]

Após a morte de Barry Allen, o Trapaceiro se mudou de Central City para Hollywood, onde passou algum tempo trabalhando nos efeitos especiais. Ele tentou roubar a inovadora roupa de Demônio Azul de Dan Cassidy, mas foi derrotado. Quando Cassidy ficou preso na roupa, Jesse tornou-se amigo dele e contou com Cassidy para ajudar em seus esforços esporádicos de desistir da vilania. Na minissérie A Vingança do Submundo, Neron tentou criar o inferno na Terra. James foi ao domínio de Neron, e, embora pensasse estar bem escondido, o demônio apareceu diante dele, dizendo que o esperava. Neron fez promessas a Jesse, e parecia mantê-lo em suas mãos. No entanto, uma vez que Jesse percebeu que ele estava no inferno, e Neron era a encarnação do Diabo, o Trapaceiro percebe que, para ele, vencer o Diabo era uma chance de vida ou morte. Ele conseguiu enganar Neron e derrotá-lo com a ajuda do Capitão Marvel. Ao voltar à Terra, o Trapaceiro lamentou o fato de que havia feito "a maior trapaça de todos os tempos" e ninguém presenciou ... E imediatamente decidiu que seria melhor trabalhar do lado dos anjos, porque ele não se atrevia a voltar para o Inferno.

Ele começou a usar suas habilidades para o bem, e recolher as armas dos supervilões encarcerados, porque essas coisas eram muito perigosas para serem deixadas ao redor e podiam cair nas mãos erradas.

Quando sua velha amiga Mindy Hong pede sua ajuda, o Trapaceiro vai com ela ao pequeno reino montanhoso de Zhutan. Lá, com a ajuda do Flautista e Hong Billy, um menino de 12 anos, que provou ser o Majee (um agente especial do Saravistran deus Meshta, enviados para observar e ponderar o progresso da humanidade), ele novamente derrotou Neron. Como parte do acordo, Jesse disse a Neron para esquecer a Galeria dos Vilões, que eram de má-vontade gratos por serem resgatados da ira do demônio. Minutos depois, Jesse estava espantado ao ser informado de que Billy Hong era seu filho.

Ele retornou aos EUA e continuou usando suas habilidades para o bem. Certa vez, ele salvou a vida da Mulher-Gato enganando-a para ajudá-lo a "matá-la". Ela estava agradecida, e ele pensou que ela fosse "a mulher mais fascinante que eu já conheci", mas eles se separaram apenas como amigos. O FBI contatou Jesse e o recrutaram. Ele trabalhou para os policiais por algum tempo e, em seguida, o Pião reapareceu e virou o mundo da Galeria dos Vilões às avessas, fazendo lavagem cerebral em vários deles, causando a Guerra dos Vilões. Ainda trabalhando como um agente do FBI, Jesse James reuniu os reformados da Galeria para pararem o Capitão Frio e outros. No entanto, o Pião re-apareceu e reverteu o que ele fez para a reforma da Galeria. Trapaceiro e o Flautista demoraram muito tempo para recuperarem as suas próprias memórias após as sugestões hipnóticas do Pião.


Trapaceiro (Falso)
Codinomes conhecidos O Trapaceiro
Outro(s) nome(s) Axel Walker
Afiliações Galeria de Vilões
Família Pais não nomeados
Primeira aparição Flash Vol. 2 # 183 (Abril de 2002)
Editora(s) DC Comics
Base de operações Keystone City, Kansas

Axel Walker[editar | editar código-fonte]

Axel Walker foi o segundo a assumir o título de O Trapaceiro. Na verdade o Axel roubou alguns dos truques e roupas de James Jesse, o Trapaceiro Original e começou a usar. Mas foi detido por James, jogado em um latão de lixo e os objetos roubados do original foram pegos de volta. Mas, depois que James morreu Axel voltou e se tornou o novo Trapaceiro.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Flash: Fastest Man Alive#13
  2. Countdown to Mystery, DC Comics

Ver também[editar | editar código-fonte]