Tratado de Educação Ambiental para Sociedades Sustentáveis e Responsabilidade Global

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tratado de Educação Ambiental para Sociedades Sustentáveis e Responsabilidade Global
Criado 1992
Local Rio de Janeiro
Propósito Levar a Educação Ambiental como centro transformador das comunidades vigentes em relação ao modo de consumo e a sustentabilidade do planeta.


O Tratado de Educação Ambiental para Sociedades Sustentáveis e Responsabilidade Global é um documento elaborado por educadores ambientais, jovens e pessoas ligadas ao meio ambiente de vários países do mundo, publicado durante a 1º Jornada de Educação Ambiental, que se tornou referência para a Educação Ambiental.

Tornou-se a Carta de Princípios da Rede Brasileira de Educação Ambiental, e das demais redes de EA a ela entrelaçadas, e subsidia também o Programa Nacional de Educação Ambiental, do Órgão Gestor da Política Nacional de Educação Ambiental (MMA e MEC).

O Tratado contou com a participação de educadoras e educadores de adultos, jovens e crianças de oito regiões do mundo (América Latina, América do Norte, Caribe, Europa, Ásia, Estados Árabes, África, Pacífico do Sul) e foi inicialmente publicado em cinco idiomas: português, francês, espanhol, inglês e árabe.

Princípios estabelecidos no Tratado[editar | editar código-fonte]

Foram estabelecidos 16 parágrafos nos quais alegava-se que a Educação é um direito de todos, deve ter como base um princípio crítico e inovador, deve ser neutra, possuir uma visão holística tratando de questões globais sem desmerecer nenhum dos povos. Deve valorizar as formas de conhecimento, planejar e capacitar as pessoas para a Educação Ambiental, cooperar o diálogo entre indivíduos e instituições.

Metas de Ação[editar | editar código-fonte]

Como plano de ação, o Tratato estabeleceu 22 parágrafos e entre suas principais diretrizes de ação, estão destacadas: O incentivo a produção de conhecimento, a instituições que tenham compromisso com a sustentabilidade, cooperar com Ongs e Governos a questões ambientais e mobilizar organizações e movimentos sociais na melhoria da qualidade de vida e do meio ambiente.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]