Travers

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde fevereiro de 2010). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Travers era um Comensal da Morte que, segundo Igor Karkaroff, assassinou os McKinnon. No julgamento de Karkaroff, ficamos sabendo através de Bartô Crouch que Travers já havia sido aprisionado. Assim como Mulciber, o Comensal sobreviveu e escapou. Ele provavelmente estava presente na fuga em massa de Azkaban em janeiro de 1996.

Tempos depois, durante a ascensão do Lord das Trevas, Quim Shacklebolt diz que ao azarar um Comensal durante a perseguição de Harry Potter na transferência do garoto da casa dos Dursley, o capuz caiu, revelando Travers. Quim diz que ele deveria estar preso, mas escapou novamente em outra fuga em massa, a qual tinha sido omitida pelo ministro, Rufo Scrimgeour.

Travers provavelmente trabalhou no Ministério da Magia quando este foi tomado por Lord Voldemort, já que Dolores Umbridge pergunta a Hermione Granger (disfarçada de Mafalda Hopkirk), se foi Travers que a havia mandado.

Em maio de 1998, Harry, Rony e Hermione bolam um plano para invadir o cofre dos Lestrange no Gringotes. Ao chegarem lá, Hermione, disfarçada de Belatriz Lestrange, atrai a atenção de Travers, que vai falar com ela. O Comensal fica desconfiado, já que Belatriz estava presa na Mansão dos Malfoy e sem varinha. O trio consegue contornar a situação, mas para evitar posteriores preocupações, Harry lança uma Maldição Imperius sobre Travers e o manda se esconder.

Travers participa da Batalha de Hogwarts. Em certo momento, duelou com Parvati Patil. Provavelmente foi aprisionado após o fim da batalha.

Características[editar | editar código-fonte]

Físicas

Alto e magro, possui uma densa cabeleira grisalha e um nariz curvo e longo. Sua voz é calma.