Traz Outro Amigo também

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre um álbum musical. Para o curta-metragem, veja Traz Outro Amigo também (filme).

Traz Outro Amigo também é um álbum de canções do músico José Afonso.[1] Foi gravado em Londres, nos estúdios da PYE, e editado em 1970.

Dentro da carreira do seu autor, vem abrir as portas a uma nova fase. Os poemas são mais complexos e o suporte musical torna-se menos expurgado. Carlos Correia (conhecido por Bóris) empresta-lhe um acompanhamento mais rico e abre perspectivas sonoras que José Mário Branco vai explorar de forma inigualável.

Alinhamento[editar | editar código-fonte]

  • Traz Outro Amigo Também
  • Maria Faia
  • Canto Moço
  • Epigrafe Para a Arte de Furtar
  • Moda do Entrudo
  • Os Eunucos
  • Avenida de Angola
  • Canção do Desterro
  • Verdes São Os Campos
  • Carta a Miguel Djéjé
  • Cantiga do monte

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de José Afonso é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.