Triángulo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura pelo polígono, veja Triângulo.
Triángulo
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero Drama
País de origem  México
Idioma original Espanhol
Produção
Diretor(es) Arturo Ripstein
Produtor(es) Ernesto Alonso
Guadalupe Cuevas
Elenco Daniela Castro
Eduardo Palomo
Patricia Reyes Spíndola
Humberto Elizondo
Guillermo García Cantú
ver mais
Tema de abertura "Entre tú y yo", por Chantal Andere.
Exibição
Emissora de televisão original Canal de las Estrellas
Transmissão original 3 de agosto de 1992 - 20 de novembro de 1992
N.º de episódios 80 capitulos de uma hora
Cronologia
La sonrisa del diablo
Tenías que ser tú

Triángulo (lit. Triângulo) é uma telenovela mexicana produzida pela Televisa e exibida entre 3 de agosto e o 20 de novembro de 1992.

Foi protagonizada por Daniela Castro e Eduardo Palomo, com as atuações antagônicas de Guillermo García Cantú, Kenia Gascón e Patricia Reyes Spíndola.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Sara é uma jovem ingénua e dócil, que vive com seu pai Salvador que está casado com Virginia, que tem duas filhas de seu anterior casal, Nina e Rosaura, esta última casada com o importante e rico Iván Villafranca. Tanto Virginia como suas filhas vivem maltratando a Sara.

Sara e sua melhor amiga Doris estudam Enfermaria, já que Salvador está na ruína e isto não lhe permite a sua filha estudar uma melhor carreira, e Salvador vive culpando à família Villafranca de sua má situação.

Iván Villafranca, é um bom homem e esposo que ama a Rosaura, mas ela descobre que não pode ter filhos; e para que Iván não a deixe, inventa que ele é quem não pode.

Por outro lado, Sara conhece a David Villafranca, o irmão de Iván, e apaixona-se dele apesar da oposição de todos. No entanto, David, que sempre está falando mau de seu irmão a Sara, só quer se aproveitar dela; e em quanto a faz sua, a abandona a sua sorte. Iván quer que seu irmão sente cabeça e o ameaça com o mandar a Brasil junto com seu primo, Willy, para que deixe essa má vida que está a levar. David aceita ir-se para não ter que lhe responder a Sara, que descobre que está a esperar um filho dele.

Arcadio Villafranca, pai de Iván e David, é assassinado, e Salvador é arguido do crime e condenado a prisão. Desesperada, Sara decide chamar a Iván (a quem ainda não conhece pessoalmente) para lhe pedir ajuda, e se leva uma grande surpresa ao ver que Iván, aparte de ser um homem muito atraente, é um homem bom que está disposto à ajudar, muito diferente ao que David lhe tinha feito crer. No entanto, a ajuda chega muito tarde: Salvador desesperado suicidou-se na prisão.

Sara fica sozinha e desabrigada e pede novamente ajuda a Iván, que se enfurece com seu irmão e lhe promete que fará voltar a David para que se case com ela, mas chegam mais más notícias de Brasil: tanto David como Willy têm morrido. A família entra em crise, e Iván decide proteger a Sara, que sofre um grande impacto. É então quando a Sra Ana, mãe de Iván e David, leva a Sara a viver à casa dos Villafranca, ante a moléstia de Rosaura e a alegria de Iván.

Rosaura e Iván decidem adoptar um menino para completar sua família. A malvada Rosaura decide aproveitar a chegada de Sara, manipulando-a e consegue convencê-la de que lhes entregue ao menino em adopção. Desesperada e vendo que Iván é um grande homem, Sara aceita, mas deixa bem claro que somente lhe está a entregar seu filho a Iván. Quando o menino nasce é reconhecido por Iván como um Villafranca.

Rosaura começa a portar-se a cada vez pior, e isso faz que Iván comece a se apaixonar de Sara. Num princípio, Iván não quer reconhecer seus sentimentos, mas finalmente se dá conta que se apaixonou dela. Sara também começa a sentir algo por ele e cedo iniciam um romance a escondidas de todos. Quando o engano de sua mulher se descobre, Iván se divorcia dela e decide lhe pedir casal a Sara pese a que não está muito convencido de que ela tenha deixado de querer a David. Sara aceita, mas cedo a seu ao redor começam a tecer-se redes de intrigas, já que sua amiga, Doris, também se apaixonou de Iván e quer evitar que se casem.

Inesperadamente, David e Willy reaparecem vivos. Os dois tinham sido feitos prisioneiros e submetidos a tortura por uns selvagens. David, muito decidido, diz que se vai casar com Sara e exige reconhecer a seu filho. Iván, que não sabe muito bem o que vai fazer, cai numa depressão quando Sara volta aceitar a David.

Mais tarde descobre-se um grande segredo familiar: Iván é adotado. David não duvida em lhe o jogar em cara e lhe exigir que renuncie ao apellido Villafranca e à herança de seu pai. Iván aceita afastar da família, mas Ana diz-lhe que para ela ele é e sempre será seu filho. Também seu tio Basilio lhe dá seu apoio a Iván, lhe dizendo que foi ele quem levantou a empresa quando se arruinou, que tem trabalhado muito por ela e tem todo o direito a sua parte; ademais, Arcadio decidiu que ele era seu filho e que ninguém poder-lhe-ia a tirar esse direito.

Sara também defende a Iván contra David e o consuela. Quando já a felicidade parece estar de regresso, David leva a cabo uma última maldade: diz-lhe a Sara que Iván sabia que seu pai era inocente. Esta se enfurece contra Iván, o insulta e o deixa apesar que dele se defende e lhe jura que não sabia nada. Basilio tenta convencer a Sara de que verdadeiramente Iván não sabia nada, que ele sim estava ao tanto mas não o tinha ocultado, mas Sara não o perdoa e se vai da casa levando a seu filho. Iván, derrotado, decide ir-se a viver a Brasil. Pouco depois, David é internado numa casa para doentes mentais.

Passa o tempo, e David recupera-se totalmente de sua crise. Sua mãe diz-lhe que tem que regressar à casa, porque Iván volta de Brasil e quer o ver. David aceita, e todos recebem a Iván com muito carinho. Rosaura, quem também se inteirou de seu regresso, decide reconquistarlo e se cita a comer com ele, mas Iván a recusa.

Sara chega de visita com seu filho e David tenta convencê-la de que volte com ele e de que agora sim fá-la-á feliz, mas o menino recusa a seu verdadeiro pai, o que o entristece. Enquanto conversam, chega Iván, e sua presença inquieta à jovem. Sara deixa a David na sala e segue a Iván ao jardim, onde se pedem perdão, se declaram seu amor e se beijam.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Equipe de produção[editar | editar código-fonte]

  • Roteiro original: María Zarattini.
  • Adaptação: Irma Ramos.
  • Tema musical: “Entre tú y yo”.
  • Intérprete: Chantal Andere.
  • Música original: Pedro Alberto Cárdenas.
  • Produção musical: Juan Diego Fernández.
  • Cenografia: José Contreras.
  • Ambientação: Patricia de Vicenzo.
  • Técnico de iluminação: Sergio Treviño.
  • Coordenação de produção: Raúl Román.
  • Diretor de segunda unidade: Sergio Muñoz
  • Diretor de câmaras: Víctor Soto
  • Produtora sócia: Guadalupe Cuevas
  • Diretor: Arturo Ripstein
  • Produtor: Ernesto Alonso.

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Prêmio TVyNovelas de 1993[editar | editar código-fonte]

Categoria Nominado(a) Resultado
Melhor atriz protagonista Daniela Castro Indicada
Melhor ator protagonista Eduardo Palomo Indicado
Melhor ator antagonista Guillermo García Cantú Indicado
Melhor atriz principal Patricia Reyes Spíndola Indicada
Melhor ator principal Enrique Lizalde Indicado
Melhor atriz coadjuvante Julieta Egurrola Indicada
Melhor ator coadjuvante Roberto Antúnez Indicado
Melhor ator juvenil Eduardo Palomo Indicado
Revelação feminina Kenia Gazcón Indicada

Prêmio ERES de 1993[editar | editar código-fonte]

Categoria Indicado(a) Resultado
Melhor tema de telenovela Chantal Andere “Entre tú y yo” Indicada

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]