Triário

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Os triários eram soldados romanos fortemente armados, ricos, experientes, veteranos ou reformados, que intervinham quando os ataques dos hastados e príncipes falhavam. Os triários localizavam-se na terceira linha da formação romana e possuíam função defensiva. Quando em ação, formavam uma barreira defensiva para que as outras tropas pudessem recuar com segurança. Segundo Arther Ferril, o motivo pelo qual os melhores guerreiros posicionavam-se atrás das linhas ofensivas, era para evitar o pânico e a retirada desordenada. Vale ressaltar que, por ser a retirada um momento de grandes baixas, recebia atenção especial na logística militar do exército. Portanto, a presença dos triários dava segurança aos soldados que se encontravam à frente da batalha, e permitia que a retirada ordenada fosse realizada com segurança. Os triários deixaram de existir com a reforma do Exercito Romano realizado por Caio Mário em meados do ano 105 A.C. Os Triários são os antecessores da Guarda Pretoriana.

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.