Trigésimo quinto governo de Israel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O trigésimo quinto governo de Israel (em hebraico: מֶמְשֶׁלֶת יִשְׂרָאֵל הַשְׁלוֹשִׁים וְחָמֵשׁ, Mem'shelet Yisra'el HaShloshim VeHamesh) está programado para ser o próximo governo de Israel. Esperava-se que fosse estabelecido após as eleições de abril de 2019, mas depois que o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu não conseguiu formar um governo, o Knesset se dissolveu, estabelecendo uma eleição instantânea que ocorreu em 17 de setembro de 2019.[1] Novamente, ninguém foi capaz de formar um governo e outra eleição ocorreu em 2 de março de 2020.[2] Em 20 de abril de 2020, foi estabelecido um acordo entre Netanyahu e Benny Gantz sobre a formação de um governo de unidade nacional.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Holmes, Oliver (29 de maio de 2019). «Israel to hold new elections after Netanyahu coalition talks fail». The Guardian (em inglês). ISSN 0261-3077. Consultado em 27 de abril de 2020 
  2. Staff writer (4 de março de 2020). «Right-wing bloc - 58 seats, Blue and White - 33» (em inglês). Arutz Sheva. Consultado em 27 de abril de 2020 
  3. Gil Hoffman (21 de abril de 2020). «The deal is done: Netanyahu, Gantz ink coalition pact» (em inglês). The Jerusalem Post. Consultado em 27 de abril de 2020 
Ícone de esboço Este artigo sobre política ou um cientista político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.