Troca Rápida de Ferramentas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Troca Rápida de Ferramentas é um método de otimizar a produção em linha de montagem industrial, utilizado para analisar e reduzir significativamente o tempo de trocas e ajustes entre produções diferentes. A forma de se mensurar este tempo é baseado entre a última peça boa de um lote e a primeira peça boa do próximo lote de produção.

O sistema de Troca Rápida de moldes das prensas foi criado por Taiichi Ohno funcionário da Toyota. Na produção em massa os moldes permaneciam nas prensas de 2 a 3 meses porque a sua troca levara aproximadamente um dia inteiro. Taiichi Ohno criou métodos e procedimentos que levaram essa prática a durar apenas 3 minutos.

Etapas[editar | editar código-fonte]

O processo de troca rápida se subdivide em oito etapas:

  • Documentar cada elemento;
  • Separar atividades internas e externas;
  • Converter atividades internas em externas;
  • Identificar atividades paralelas;
  • Dinamizar atividades internas e externas;
  • Selecionar idéias para a implementação;
  • Testar/verificar o novo procedimento;
  • Documentar os procedimentos nas folhas de processo.

Referências

  • Ford Production System
Ícone de esboço Este artigo sobre Administração é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.