Tropaeolaceae

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaTropaeolaceae
Tropaeolum majus.

Tropaeolum majus.
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Brassicales
Família: Tropaeolaceae
Géneros
T. majus.

Tropaeolaceae é uma família de plantas plantas com flor (Magnoliophyta) da ordem Brassicales. A família Tropaeolaceae compreende três géneros, embora muitos autores a considerem como uma família monogenérica, incluindo todas as espécies no género Tropaeolum.[1]

Descrição[editar | editar código-fonte]

Os membros da família Tropaeolaceae são ervas anuais ou perenes, hermafroditas, muitas vezes subsuculentas, escandentes ou raramente procumbentes, por vezes com rizomas tuberosos. As folhas são alternas, com lâminas inteiras, lobadas ou palmadamente divididas, peltadas ou subpeltadas, palmatinérvias, com pecíolos longos, normalmente do mesmo comprimento da lâmina foliar ou mais longos. As estípulas podem estar presentes ou ausentes.

As flores são em geral solitárias, axilares, vistosas, marcadamente irregulares, embora por vezes subactinomorfas (Trophaeastrum), com pedúnculos longos pendentes ou erectos (Trophaeastrum): Apresentam 5 sépalas livres, imbricadas, em geral uma delas formando um esporão alongado. A corola apresenta 5 pétalas livres, imbricadas, unguiculadas, as duas superiores usualmente mais pequenas que as três inferiores, inteiras, serradas ou lobadas, ciliadas ou não. As flores apresentam 8 estames de filamentos livres, anteras pequenas, basifixas, com deiscência longitudinal. O pistilo é simples, estilo delgado, estigma seco, 3-lobado, ovário 3-locular, com um óvulo por lóculo.

O fruto é um esquizocarpo com 3 mericarpos ou sâmaras (Magallana). As sementes apresentam um embrião grande e recto, com dois cotilédones grossos com endosperma ausente.[2]

Referências

  1. ITIS Report.
  2. «Tropaeolaceae». Tropicos.org. Missouri Botanical Garden: Flora de Nicaragua. Consultado em 22 de febrero de 2010. 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Fl. Guat. 24(5): 385–387. 1946; Fl. Pan. 62: 15–20. 1975; B. Sparre y L. Andersson. A taxonomic revision of the Tropaeolaceae. Opera Bot. 108: 1–139. 1991.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Tropaeolaceae
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Tropaeolaceae