Tsagaan Sar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Tsagaan Sar
Comemorações de Tsagaan Sar em Elista, Calmúquia, Rússia (2011)
Outro(s) nome(s) Ano-novo lunar, Lua Branca
Celebrado por Mongólia, Sibéria e Norte da China
Tipo Asiático
Relacionado(s) Ano-novo chinês, Ano-novo japonês
Banquete de Tsagaan Sar

O ano-novo lunar Mongol, mais conhecido como Tsagaan Sar (em mongol: Цагаан сар, Cagán sar / ᠴᠠᠭᠠᠨ ᠰᠠᠷᠠ ou, literalmente, Lua Branca)[nota 1], é o primeiro dia do ano de acordo com o calendário lunissolar da Mongólia. O festival do ano-novo é celebrado pelos mongóis. Este festival é comemorado originalmente no outono e tem influências xamânicas.[1][2][3][4][5][6][7]

Temporização[editar | editar código-fonte]

O festival da Lua Branca é celebrado nos três primeiros dias do primeiro mês lunar do ano. A data simboliza o primeiro dia da primavera, e portanto o festival costuma cair entre os meses de janeiro e fevereiro no calendário gregoriano.[8]

Cerimônia[editar | editar código-fonte]

Os costumes de Tsagaan Sar variam de acordo com a região. É comum famílias queimarem velas em altares simbolizando a iluminação budista. Também existem saudações específicas para o evento, como "Амар байна уу?" (Amar baina uu?), significando "você está vivendo em paz?".[9] Presentes também são trocados com amigos e parentes no dia, e uma família típica vai se encontrar na residência do membro mais velho da família.[10] Muitas pessoas vestem roupas típicas do país. Após a cerimônia, as pessoas comem rabo de ovelha, carneiro, arroz com coalhada, laticínios e buuz. Também é comum beber airag, leite de égua.

O dia antes de Tsagaan Sar é chamado Bituun, o nome dado para a fase lunar da lua nova. As fases são chamadas de Bituun (nova), Shined (crescente), Tergel (cheia) e Huuchid (minguante). No dia de Bituun, costuma-se fazer uma limpeza extensiva nas residências; pastores também lavam os abrigos de seus animais. A cerimônia de Bituun também inclui a queima de velas, para celebrar a iluminação de todos os seres conscientes, e a colocação de três pedaços de gelo porta da frente para o cavalo de Palden Lhamo, uma deidade muito celebrada na Mongólia e no Tibete e que acredita-se que visite todas as casas nesse dia.[10]

Alimentos[editar | editar código-fonte]

A comida tradicional na Mongólia para o festival inclui produtos lácteos, arroz com coalhada (tsagaa-цагаа) ou arroz com passas (berees-бэрээс), uma pirâmide de tradicionais biscoitos fritos erguidos em um prato largo que simboliza o Monte Sumeru ou o reino de Shambhala, um grelhado de ovelhas e carne moída bovina ou de carneiro cozida ao vapor dentro de uma massa, buuz e carne de cavalo.[11] Tsagaan Sar é uma festa luxuosa, exigindo preparação com dias de antecedência, já que os cidadãos fazem grandes quantidades de buuz e preparam ul boov, um grande bolo decorada que funciona como decoração e sobremesa.[10]

Período comunista[editar | editar código-fonte]

Durante o período Comunista na Mongólia, o governo proibiu as comemorações de Tsagaan Sar e tentou substituí-lo com um feriado chamado "Dia do Pastor Coletivo", mas a comemoração original voltou a ser realizada depois da Revolução Democrática na Mongólia, em 1990.[12]

Datas[editar | editar código-fonte]

O calendário mongol no sistema Tegus Buyantu é lunissolar. A astrologia Tegus Buyantu foi desenvolvida pelo sumo-sacerdote Luvsandanzanjantsan (1639-1704), a primeira reencarnação de Blama-yin Gegegen (Ламын гэгээн).[13]

Ano gregoriano Ano mongol Transliteração Tsagaan Sar Elemento e animal
1989 Цагаан Tsagaan 7 de fevereiro – 10 de fevereiro Serpente fêmea de terra
1990 Машид согтонги Mashid sogtongi 26 de fevereiro – 28 de fevereiro Cavalo macho de ferro
1991 Төрөлхтний эзэн Törölkhtnii eeen 15 de fevereiro – 17 de fevereiro Cabra fêmea de ferro
1992 Ангира Apgira 4 de fevereiro – 7 de fevereiro Macaco macho de água
1993 Цогт нигурт Tsogt nigurt 25 de janeiro – 30 de janeiro Galo fêmea de água
1994 Бода Boda 11 de fevereiro – 13 de fevereiro Cão macho de madeira
1995 Насан төгөлдөр Nasan tögöldör 31 de janeiro a 5 de fevereiro Porco fêmea de madeira
1996 Баригч Barigch 19 de fevereiro – 21 de fevereiro Rato macho de fogo
1997 Эрхэт Erkhet 8 de fevereiro – 10 de fevereiro Boi fêmea de fogo
1998 Олон үрт Olon ürt 28 de fevereiro – 2 de março Tigre macho de terra
1999 Согтох төгөлдөр Sogtokh tögöldör 17 de fevereiro – 19 de fevereiro Coelho fêmea de terra
2000 Тийн дарагч Tiin daragch 5 de fevereiro – dia 8 de fevereiro Dragão macho de ferro
2001 Сүргийн манлай Sürgiin manlai 24 de janeiro – 26 de janeiro Serpente fêmea de ferro
2002 Элдэв Eldev 13 de fevereiro – 15 de fevereiro Cavalo macho de água
2003 Наран Naran 2 de fevereiro – 4 de fevereiro Cabra fêmea de água
2004 Наран гэтэлгэгч Naran getelgegch 21 de fevereiro – 23 de fevereiro Macaco macho de madeira
2005 Газар тэтгэгч Gazar tetgegch 9 de fevereiro – 11 de fevereiro* Galo fêmea de madeira
2006 Барагдашгүй Baragdashgüi 30 de janeiro – 1 de fevereiro Cão macho de fogo
2007 Хамгийг номхотгогч Khamgiig nomkhotgogch 18 de fevereiro – 20 de fevereiro Porco feminino de fogo
2008 Хотолыг баригч Khotolyg barigch 8 de fevereiro – 10 de fevereiro Rato macho de terra
2009 Харшлалт Kharshlalt 25 de fevereiro – 27 de fevereiro Boi fêmea de terra
2010 Тийн урвагч Tiin urvagch 14 de fevereiro – 17 de fevereiro Tigre macho de ferro
2011 Илжиг Iljig 3 de fevereiro – 5 de fevereiro Coelho fêmea de ferro
2012 Баясгалан Bayasgalan 22 de fevereiro – 25 de fevereiro Dragão macho de água
2013 Тийн ялагч Tiin yalagch 11 de fevereiro – 13 de fevereiro Serpente fêmea de água
2014 Ялгуусан Yalguusan 30 de janeiro – 1 de fevereiro Cavalo macho de madeira
2015 Галзууруулагч Galzuuruulagch 19 de fevereiro – 21 de fevereiro Cabra fêmea de madeira
2016 Муу нүүрт Jurupina nuurt 9 de fevereiro – 11 de fevereiro Macaco macho de fogo
2017 Алтан унжлагат Altan unjlagat 27 de fevereiro – 1 de março Galo feminino de fogo

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

Notas

  1. em buriate: Сагаан һараб, Sagán ħarab, sagaːŋ ħarap; em oirata: Цаһан сар, Cahan sar, t͡sʰahan sar; em tuviniano: Шагаа; em altai: Чага-Байрам; em chinês: 查干萨日, Xiao'erjing: ﭼَﺎقً ﺻَﺎژِ

Referências

  1. https://www.selenatravel.com/blog/tsagaan-sar
  2. https://www.mongoluls.net/tsagaansar.shtml
  3. http://religion.historic.ru/news/item/f00/s05/n0000560/index.shtml
  4. https://newbur.ru/n/32564/
  5. https://books.google.com/books?id=uxEGTwiCvd8C&pg=PA129&lpg=PA129&dq=tsagaan sar shaman&source=bl&ots=7kWUmiBt6O&sig=ACfU3U3FfzPx5AyPW7ug8lkqkW-rEMYI7w&hl=en&sa=X&ved=2ahUKEwj-xc3615DnAhWpAZ0JHcaVAdQQ6AEwDXoECAoQAQ#v=onepage&q=tsagaan sar shaman&f=false
  6. http://www.touristinfocenter.mn/en/cate3_more.aspx?ItemID=60
  7. https://www.toursmongolia.com/mongolia_travel_news/tsagaan-sar-the-main-celebration-of-the-mongols
  8. "Tsagan Sar: The Mongolian Lunar New Year". Mongoluls. 2007. March 13, 2008.Mongoluls.net
  9. Амар байна уу? (Are you rested/peaceful?)
  10. a b c «"Tsagaan Sar, the Lunar New Year"». Consultado em 7 de novembro de 2017. Arquivado do original em 13 de novembro de 2006 
  11. Kohn, Michael. Lonely Planet Mongolia. Lonely Planet, 2008, ISBN 978-1-74104-578-9, p. 44
  12. Marsh, Peter. The Horse-head Fiddle and the Cosmopolitan Reimagination of Tradition of Mongolia. Routledge, 2009, ISBN 978-0-415-97156-0, p. 136
  13. Л. Тэрбиш. Монгол зурхайн цаг тооны бичиг