Tsageri

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tsageri
ცაგერი
—  cidade  —
RachaLocationinGeorgia.svg
Tsageri  ცაგერი está localizado em: Geórgia
Tsageri
ცაგერი
Localização na Geórgia
Coordenadas 42° 38' 59" N 42° 45' 35" E
País  Geórgia
Mkhare Racha-Lechkhumi e Kvemo Svaneti
Distrito Tsageri (distrito)
Altitude 475 m (1 558 pés)
População (2002)
 - Total 1,900
 - Horário de verão Não tem desde 2005 (UTC)

Tsageri (em georgiano: ცაგერი) é uma cidade na Geórgia, localizada na região de Racha-Lechkhumi e Kvemo Svaneti, no oeste do país e que serve de centro administrativo do distrito homônimo.

A cidade está localizada a 475m acima do nível do mar, na margem direita do rio Tskhenis-Tsqali, um afluente do Rioni.

História[editar | editar código-fonte]

Na Geórgia medieval, Tsageri era uma sé episcopal, com uma catedral descrita pelo geógrafo do início do século XVIII Vakhushti "a cúpula da igreja de Tsageri, construída soberbamente"[1] . O design de três naves da basílica foi significativamente alterado por restauradores no final do século XIX. As pinturas originais nas paredes, incluindo os retratos da rainha Tamara I da Geórgia e seu filho Jorge IV, também se perderam neste processo.

Sob o Império russo e no início do governo soviético, Tsageri funcionou como um centro administrativo do uyezd Lechkhumi. Ela adquiriu o status de cidade em 1968.

Cultura e religião[editar | editar código-fonte]

Há uma residência para o bispo da Igreja Ortodoxa da Geórgia em Tsageri. Um museu local exibe alguns milhares de artefatos arqueológicos desenterrados na região[2] .

Próximo à Tsageri estão as ruínas da fortaleza medieval de Muris-Tsikhe, que pode ter sido o local de exílio e morte do teólogo cristão Máximo, o Confessor (ca. 580 - 662). Ainda há um mosteiro dedicado à São Máximo[3] . Também nas redondezas estão as cavernas Khvamli onde, segundo as fontes medievais, está o tesouro dos reis da Geórgia. Elas foram listadas entre os monumentos nacionais da Geórgia e têm atraído cada vez mais interesse acadêmico[4] .

Referências

  1. Allen, W.E.D. (1953). Imago Mundi. Two Georgian Maps of the First Half of the Eighteenth Century 10 [S.l.: s.n.] pp. 99–121. 
  2. Ministry of Culture, Monuments Protection and Sport of Georgia. «Tsageri Local Museum» (em inglês). Georgian Museums. Consultado em 27/03/2011. 
  3. Berthold, George C. (1985). Maximus Confessor: Selected Writings (em inglês) Paulist Press [S.l.] p. 31. ISBN 0809126591. 
  4. TBC ბანკმა, კომპანია ‘ბორჯომმა’ და ‘ელიტ ელექტრონიკსმა’ ‘ხვამლის’ გადაღება დააფინანსეს ("TBC Bank, Borjomi and Elite Electronics sponsored the film "Khvamli"). The 24 Hours, cited at News.ge. 2008-04-20. (em georgiano)