Tseu-Hi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Imperatriz Viúva Tseu-Hi
Imperatriz da China (de facto)

Imperatriz Viúva (de jure)

Reinado 22 de agosto de 1861 - 15 de novembro de 1908
Consorte Imperador Xianfeng

(Concubina do Imperador)

Descendência Imperador Tongzhi

Imperador Guangxu (adotado)

Dinastia Nala (por nascimento)

Aisin Gioro ( por casamento)

Nascimento 29 de novembro de 1835
  Pequim, Império de Qing
Morte 15 de novembro de 1908 (73 anos)
  Cidade Proibida, Pequim, Império de Qing
Religião Budismo

Imperatriz Viúva Tseu-Hi (Chinês: 慈禧太后; pinyin: Cíxǐ Tàihòu; Wade-Giles: Tz'u2-hsi3 T'ai4-hou4; Pequim, 29 de novembro de 1835Cidade Proibida, Pequim, 15 de novembro de 1908), também conhecida como Imperatriz Viúva Cixi ou Imperatriz Viúva Tzu-hsi, foi uma poderosa e carismática mulher que de facto, embora não oficialmente de jure, governou a China da Dinastia Qing durante 47 anos, de 1861 até à sua morte em 1908.

Ela era uma das concubinas de status inferior do Imperador Xianfeng quando, em 1856, deu à luz aquele que viria a ser seu único filho, Imperador Tongzhi. Quando o garoto tinha seis anos de idade o pai morreu e ele tornou-se Imperador, mas poucos meses depois um golpe de estado levou Cixi a assumir o poder de fato. Seu governo a princípio tentou combater a corrupção endêmica no país, mas foi marcado pela ocorrência de grandes levantes populares, que devastaram províncias tanto do norte como do sul e foram sufocados com grande brutalidade.[1]

Porém, o maior deles, o Levante dos Boxers (de 1900 a 1901) teve estímulo oficial da Imperatriz e de funcionários do governo, em apoio a uma sociedade secreta de praticantes de artes marciais, que lutavam para expulsar todos os estrangeiros do território chinês. O incidente culminou com a intervenção de uma força militar internacional que ocupou e saqueou Pequim, provocando enorme quantidade de baixas entre a população. Estima-se que cerca de 12 000 000 de pessoas foram mortas durante sua dinastia.[carece de fontes?]

Juventude[editar | editar código-fonte]

Pouco se saber em detalhes de seus primeiros anos, inclusive o seu próprio nome de nascimento.[2] Saber-se que nascera no decimo dia do décimo mês lunar (29 de novembro de 1835 no calendário gregoriano) em um bairro ilustre, em comparação ao outros em Pequim. Sua família, da etnia Manchu, a mesma da Dinastia Qing, era a tempos ligada a assuntos governamentais e fornecia funcionários públicos ao Estado e seu próprio pai, Huizheng, foi secretário e posteriormente chefe de seção no Ministério do Funcionalismo. Por conta dessas ligações familiares Cixi obtivera uma infância relativamente alegre e uma educação tradicional para o seu gênero na época, aprendeu um pouco a ler e escrever em mandarim, a costura, desenhar e jogar Xadrez.[3]

Entretanto, por efeito da Primeira Guerra do Ópio, seu avô paterno fora aprisionado, por não pagar uma multa, quantia cujo valor era alto, por causa de uma operação anticorrupção realizada pelo imperador Daoguang, resultado da austeridade fiscal imposta por ele para conseguir fundos para indenizar às potências vitoriosas, com isso, seu avô e todos funcionários ligados as finanças tiveram que pagar multas por causa de corrupção, mesmo sendo culpados ou inocentes. Por causa desses eventos sua família passou por problemas financeiros, pois era o pai de Cixi que devia agora pagar essa dívida para libertar seu pai, logo, Cixi, então com onze anos teve que realizar trabalhos de costura para vendê-los e consequentemente, ajudar seu pai com sua dívida familiar. Por causa disso ela conseguiu certo prestígio junto ao seu pai, a qual tratava ela como se fosse um filho do sexo masculino e logo ele falava com Cixi assuntos que não eram normalmente tratados com mulheres, tais como política e comércio.[4] Certa vez seu pai disse: ''Na verdade, essa minha filha mais parece um filho''.[5]

Concubina do Imperador[editar | editar código-fonte]

Em 1850 o imperador Daoguang morreu e seu filho, que viria a ser chamado de imperador Xianfeng, o sucedeu, aos dezenove anos. Após a cerimônia de coroação do mesmo, iniciou-se o processo em todo o império para a escolha de consortes para o monarca. Cixi estava na lista deste processo, como qualquer outro moça das etnias Machu ou Mongol, pois a dinastia reinante não aceitava jovens da etnia Han.[5] Seria em março de 1852 que as pretendentes deveriam fazer uma cerimônia de apresentação para o imperador avaliá-las e escolher as que lhe interessavam. Cixi foi uma das candidatas escolhidas por ele e após alguns testes a mais, em 26 de junho de 1852, foi estabelecido que ela moraria na Cidade Proibida, sendo uma dentre outras concubinas do imperador. Ao entrar na corte ela recebeu o nome de Lan, que significar magnólia ou orquídea, era comum dar nomes de flores as mulheres.[6]


Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Sue Fawn Chung, "The Much Maligned Empress Dowager: A Revisionist Study of the Empress Dowager Tz'u-Hsi (1835-1908)," Modern Asian Studies 13.2 (1979): 177-196.
  2. history, Kallie Szczepanski Kallie Szczepanski has a Ph D. in; College, Has Taught at the; U.S, high school level in both the; Korea. «Biography of Empress Cixi, the Dragon Lady of Late Qing China». ThoughtCo (em inglês). Consultado em 13 de julho de 2019 
  3. Chang, Jung (2014). Imperatriz de Ferro: A Concubina Que Criou A China Moderna. [S.l.]: Companhia Das Letras. pp. 14–16 
  4. Chang, Jung (2014). Imperatriz de Ferro: A Concubina Que Criou A China Moderna. [S.l.]: Companhia Das Letras. pp. 17–18 
  5. a b Chang, Jung (2014). Imperatriz de Ferro: A Concubina Que Criou A China Moderna. [S.l.]: Companhia Das Letras. pp. 18–18 
  6. Chang, Jung (2014). Imperatriz de Ferro: A Concubina Que Criou A China Moderna. [S.l.]: Companhia Das Letras. pp. 19–21 

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Wikisource
O Wikisource contém fontes primárias relacionadas com Tseu-Hi
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Tseu-Hi
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Tseu-Hi
Precedido por
Tongzhi
Imperatriz Regente da China
1861 - 1908
Sucedido por
Imperatriz Longyu
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.