Tudalia IV

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Tudhalia IV foi um rei hitita que governou entre 1237 a.C. e 1208 a.C.,[1] com uma breve interrupção em 1228 a.C., quando seu primo, Kurunta, tomou o poder em um golpe de estado, desconhece-se como Tudhalia IV recuperou o trono.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Tudhalia IV (Relevo em Hattusa)

Tudhalia IV recebeu o comando do exército hitita quando tinha apenas 14 anos, no entanto, seus triunfos o colocam no mesmo nível dos antigos reis Hatusil I e Mursil I.[1]

Tudhalia IV foi o rei em cujo governo o Império Hitita atingiu seu zênite. Filho de Hatusil III, viu-se escolhido como príncipe herdeiro, embora não fosse o filho mais velho do rei, por motivos que ainda não estão claros. Quando seu pai morreu, ele subiu ao trono sem contestação e é até possível que já fosse co-regente nos últimos anos de Hatusil (embora isso não esteja bem documentado).

Seu primeiro problema como governante foi debelar uma revolta em Arzawa, que eclodira ainda no reinado de seu pai. Agindo energicamente, ele não somente sufocou a rebelião como impôs seu domínio sobre Milawata, um dos poucos reinos da Anatólia que ainda resistiam ao império hitita.

Mas a maior ameaça aos hititas era, sem dúvida, a Assíria. Quando Tuculti-Ninurta I tornou-se rei dos assírios, os dois impérios se chocaram na disputa pelas terras de Nihrita, próximas à fronteira hitita. Na batalha travada nesse lugar, Tudhalia sofreu rotunda derrota que só não trouxe consequências mais desastrosas porque os assírios, em seguida, voltaram suas atenções para a Babilônia.

Provavelmente aproveitando-se dessa derrota de Tudhalia, seu primo, Kurunta, liderou um golpe de estado e destronou o rei, em 1228 a.C. A escassa documentação impede que tenhamos informações mais amplas sobre o golpe. Sabe-se, porém, que embora Tudhalia tenha recuperado o trono ainda naquele ano, Kurunta manteve a posse de Tarhuntassa durante todo o reinado de seu primo.

Na segunda fase de seu governo, Tudhalia conseguiu apoderar-se do reino de Alásia (na ilha de Chipre), convertendo-o em estado vassalo. A posse de Alásia era muito importante porque permitia controlar o comércio no Mediterrâneo oriental, garantindo o suprimento de matérias primas de que os hititas tanto necessitavam.

Ao morrer, Tudhalia deixou o império para seu filho, Arnuanda III.

Portal A Wikipédia tem o portal:

Referências

  1. a b Trevor Bryce. Hittite Warrior. Osprey Publishing; 2007. ISBN 978-1-84603-081-9. p. 7.
  2. Charles Burney. Historical Dictionary of the Hittites. Scarecrow Press; ISBN 978-0-8108-6564-8. p. 168.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Akurgal, Ekrem - "The Hattian and Hittite Civilizations" - Publicação do Ministério da Cultura da República da Turquia; 2001; ISBN 975-17-2756-1

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Hatusil III
Anexo:Lista de reis hititas
1237 - 1228 a.C.
Sucedido por
Kurunta
Precedido por
Kurunta
Anexo:Lista de reis hititas
1228 - 1209 a.C.
Sucedido por
Arnuanda III