Tudo É Permitido

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Tudo é Permitido)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Tudo É Permitido
Álbum de estúdio de Kid Abelha
Lançamento 30 de junho de 1991
Gênero(s) Pop rock
Duração 42:03
Idioma(s) Português
Formato(s) LP, CD
Gravadora(s) Warner Music
Produção George Israel, Nilo Romero
Cronologia de Kid Abelha
Kid
(1989)
Iê Iê Iê
(1993)
Singles de Kid Abelha
  1. "Grand Hotel"
    Lançamento: 1991
  2. "Não Vou Ficar"
    Lançamento: 1991
  3. "Gosto de Ser Cruel"
    Lançamento: 1992
  4. "A Indecência"
    Lançamento: 1992

Tudo É Permitido é o quinto álbum de estúdio da banda brasileira de pop rock Kid Abelha, anteriormente conhecidos como Kid Abelha e Os Abóboras Selvagens. Lançado originalmente em 30 de junho de 1991 pela Warner Music, o álbum teve a produção de George Israel e Nilo Romero e vendeu cerca de 90 mil cópias[1], extraindo algumas das canções de maiores sucesso de sua carreira como "Grand Hotel", "Gosto de Ser Cruel" e "Não Vou Ficar", além do single "No Seu Lugar", presente na coletânea lançada um ano antes.

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "A Palavra Forte"  Paula Toller, George Israel 2:33
2. "Lolita"  Bruno Fortunato, Paula Toller, George Israel 3:58
3. "A Indecência"  D.H. Lawrence, Paula Toller, George Israel 4:11
4. "Não Vou Ficar"  Tim Maia 3:29
5. "Eletricidade"  Nilo Romero, George Israel, Cazuza 3:44
6. "Grand' Hotel"  Paula Toller, George Israel, Lui Farias 3:29
7. "Fantasias"  Paula Toller, George Israel 4:05
8. "Gosto de Ser Cruel"  Paula Toller, George Israel 3:17
9. "No Seu Lugar"  Paula Toller, George Israel, Lui Farias 3:50
10. "Fuga Nº II"  Rita Lee, Arnaldo Baptista, Sérgio Dias 4:00

Ficha Técnica[editar | editar código-fonte]

Banda[editar | editar código-fonte]

Músicos[editar | editar código-fonte]

Vendas e certificações[editar | editar código-fonte]

País / Certificadora Vendas
 Brasil (ABPD) 90.000[1]

Referências

  1. a b «Vendas e Certificados de Kid Abelha». Books Google. Consultado em 18 de dezembro de 2010