Tumba do Jardim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tumba do Jardim

Tumba do Jardim é um túmulo talhado na rocha localizado em Jerusalém, que foi descoberto em 1867 e, posteriormente, foi considerado por alguns cristãos como o local do sepultamento e ressurreição de Jesus. A Tumba do Jardim é adjacente a uma escarpa rochosa que desde meados do século XIX tem sido proposta por alguns estudiosos como sendo Gólgota. Em contraposição a essa identificação moderna, o local onde tradicionalmente a morte e a ressurreição de Cristo são associados é a Igreja do Santo Sepulcro, pelo menos desde o século IV. Desde 1894, a Tumba do Jardim e seus jardins circundantes são mantidos como um lugar de culto e reflexão cristã por um fundo de caridade não-confessional cristão baseada no Reino Unido chamada Associação da Tumba do Jardim.[1][2]

Referências

  1. The Garden Tomb
  2. Walker, Peter (1999). The Weekend that Changed the World: The Mystery of Jerusalem's Empty Tomb. Louisville, Kentucky: Westminster John Knox Press. pp. 128–130. ISBN 0-664-22230-7 
Ícone de esboço Este artigo sobre cristianismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.