Tumor da tiroide

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Cancro da tiroide
Fotografia microscópica de um carcinoma papilar da tiroide, em que se observam núcleos celulares claros e sobrepostos
Especialidade Oncologia
Sintomas Inchaço ou nódulo no pescoço[1]
Tipos Carcinomas papilares, carcinomas foliculares, carcinomas medulares, carcinomas anaplásicos[2]
Fatores de risco Exposição a radiação ionizante, bócio, antecedentes familiares[1][3]
Método de diagnóstico Ecografia, punção aspirativa por agulha fina[1]
Condições semelhantes Nódulo na tiroide, doença metastática[1][2]
Tratamento Cirurgia, radioterapia, quimioterapia, hormonas da tiroide, terapia dirigida, vigilância[1]
Prognóstico Sobrevivência a 5 anos: 98% (EUA)[4]
Frequência 3,2 milhões (2015)[5]
Mortes 31 900 (2015)[6]
Classificação e recursos externos
CID-10 C73
CID-9 193
MedlinePlus 001213
eMedicine ent/646
MeSH D013964
A Wikipédia não é um consultório médico. Leia o aviso médico 

Cancro da tiroide (pt) ou câncer de tireoide (pt-BR) é o cancro que se forma nos tecidos da glândula tiroide.[1] É uma doença em que as células crescem de forma anómala e têm o potencial de se espalhar paa outras partes do corpo.[7][8] Os sintomas mais comuns são a presença de um inchaço ou nódulo no pescoço.[1] A presença de células cancerígenas na tiroide pode também ser o resultado de metástases de cancro com origem noutras partes do corpo, não sendo nesses casos classificado como cancro da tiroide.[2]

Entre os fatores de risco estão a exposição a radiação na juventude, a presença de um bócio e antecedentes familiares da doença.[1][3] Os quatro tipos principais de cancro da tiroide são os carcinomas papilares, carcinomas foliculares, carcinomas medulares e carcinomas anaplásicos.[2] O diagnóstico baseia-se geralmente em ecografia, punção aspirativa por agulha fina.[1] À data de 2017, não estava recomendado o rastreio entre pessoas sem sintomas e com risco normal para a doença.[9]

Entre as opções de tratamento estão a cirurgia, radioterapia, quimioterapia, hormonas da tiroide, terapia dirigida e vigilância.[1] A cirurgia pode consistir na remoção total ou parcial da tiroide.[2] A taxa de sobrevivência a cinco anos nos Estados Unidos é de 98%.[4]

Em 2015, 3,2 milhões de pessoas em todo o mundo tinham cancro da tiroide,[5] No mesmo ano, a doença sido a causa de 31 900 mortes.[6] Em 2012 ocorreram 298 000 novos casos.[10] A doença é mais comum entre os 35 e 65 anos de idade.[4] A doença é mais comum entre mulheres do que homens[4] e mais comum entre pessoas de ascendência asiática.[2] Nas últimas décadas, o número de casos tem vindo a aumentar, o que se pensa ser devido a melhores exames de diagnóstico.[10]

Referências

  1. a b c d e f g h i j «Thyroid Cancer Treatment». National Cancer Institute (em inglês). 27 de abril de 2017. Consultado em 18 de julho de 2017. Cópia arquivada em 15 de julho de 2017 
  2. a b c d e f «Thyroid Cancer Treatment». National Cancer Institute (em inglês). 12 de maio de 2017. Consultado em 18 de julho de 2017. Cópia arquivada em 16 de julho de 2017 
  3. a b Carling, T.; Udelsman, R. (2014). «Thyroid Cancer». Annual Review of Medicine. 65: 125–37. PMID 24274180. doi:10.1146/annurev-med-061512-105739 
  4. a b c d «Cancer of the Thyroid - Cancer Stat Facts». seer.cancer.gov (em inglês). Consultado em 18 de julho de 2017. Cópia arquivada em 15 de julho de 2017 
  5. a b GBD 2015 Disease and Injury Incidence and Prevalence, Collaborators. (8 de outubro de 2016). «Global, regional, and national incidence, prevalence, and years lived with disability for 310 diseases and injuries, 1990-2015: a systematic analysis for the Global Burden of Disease Study 2015.». Lancet. 388 (10053): 1545–1602. PMC 5055577Acessível livremente. PMID 27733282. doi:10.1016/S0140-6736(16)31678-6 
  6. a b GBD 2015 Mortality and Causes of Death, Collaborators. (8 de outubro de 2016). «Global, regional, and national life expectancy, all-cause mortality, and cause-specific mortality for 249 causes of death, 1980-2015: a systematic analysis for the Global Burden of Disease Study 2015.». Lancet. 388 (10053): 1459–1544. PMC 5388903Acessível livremente. PMID 27733281. doi:10.1016/s0140-6736(16)31012-1 
  7. «Cancer Fact sheet N°297». World Health Organization. Fevereiro de 2014. Consultado em 10 de junho de 2014. Cópia arquivada em 29 de dezembro de 2010 
  8. «Defining Cancer». National Cancer Institute. 17 de setembro de 2007. Consultado em 10 de junho de 2014. Cópia arquivada em 25 de junho de 2014 
  9. US Preventive Services Task, Force.; Bibbins-Domingo, K; Grossman, DC; Curry, SJ; Barry, MJ; Davidson, KW; Doubeni, CA; Epling JW, Jr; Kemper, AR; Krist, AH; Kurth, AE; Landefeld, CS; Mangione, CM; Phipps, MG; Silverstein, M; Simon, MA; Siu, AL; Tseng, CW (9 de maio de 2017). «Screening for Thyroid Cancer: US Preventive Services Task Force Recommendation Statement.». JAMA. 317 (18): 1882–1887. PMID 28492905. doi:10.1001/jama.2017.4011 
  10. a b World Cancer Report 2014. [S.l.]: World Health Organization. 2014. pp. Chapter 5.15. ISBN 978-9283204299 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Tumor da tiroide