Tupolev Tu-22M

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade. Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Se procura o outro avião, veja Tupolev Tu-22.


Tu-22M
(OTAN: Backfire)
Bombardeiro
Um Tu-22 da Força Aérea Russa
Descrição
Tipo / Missão Bombardeiro estratégico
País de origem  União Soviética/ Rússia
Fabricante Tupolev
Período de produção 1967-1997
Quantidade produzida 497
Desenvolvido de Tupolev Tu-22
Primeiro voo em 30 de setembro de 1969 (49 anos)
Tripulação 4
Especificações
Dimensões
Comprimento 42,4 m (139 ft)
Altura 11,05 m (36,3 ft)
Peso(s)
Peso vazio 58 000 kg (128 000 lb)
Peso carregado 112 000 kg (247 000 lb)
Peso máx. de decolagem 124 000 kg (273 000 lb)
Propulsão
Motor(es) 2 x turbofans Kuznetsov NK-25
Força de empuxo (por motor) 247,9 kgf (2 430 N)
Performance
Velocidade máx. em Mach 1.88 Ma
Alcance bélico 2 410 km (1 500 mi)
Alcance (MTOW) 6 800 km (4 230 mi)
Teto máximo 13 300 m (43 600 ft)
Armamentos
Metralhadoras / Canhões 2x Canhão GSh-23 de 23mm montado em tail turret
Mísseis Capacidade de carregar 3x mísseis Kh-22 ou 6x Kh-15
Bombas Capacidade de carregar até 24000 kg

O Tupolev Tu-22M (Russo: Туполев Ту-22М; NATO reporting nameBackfire) é uma aeronave supersônica de geometria variável, bombardeiro estratégico e marítimo de longo alcance desenvolvido pela  Tupolev Design Bureau. De acordo com algumas fontes, acreditava-se que o bombardeiro fosse designado Tu-26 ao mesmo tempo.

Durante a Guerra Fria, o Tu-22M foi operado pela Força Aérea Soviética (VVS) em um papel de bombardeio estratégico e pela Aviação Naval Soviética (Aviacija Vojenno-Morskogo Flota, AVMF) desempenhando um papel anti-transporte marítimo de longo alcance[1]. Uma quantidade significativa permanecem em serviço com a Força Aérea Russa, mais de 100 Tu-22Ms estão em uso.[2]

Tupolev Tu-22M silhouettes showing external stores


Referências

  1. «The Tupolev Tu-22 "Blinder" & Tu-22M "Backfire"». 5 de março de 2012. Consultado em 12 de janeiro de 2018. 
  2. «Kings of the swingers: Top 13 swing-wing aircraft». Flightglobal.com (em inglês). 26 de setembro de 2014