Turbo (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Turbo
Álbum de estúdio de Judas Priest
Lançamento 14 de Abril de 1986
Gravação junho/novembro de 1985, Compass Point Studios, Nassau, Bahamas
Gênero(s) Heavy metal, glam metal
Duração 40:58
Gravadora(s) Columbia Records
Produção Tom Allom
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de Judas Priest
Defenders of the Faith
(1984)
Priest...Live!
(1987)

Turbo é o décimo álbum de estúdio da banda de heavy metal, Judas Priest, lançado em 1986 pela Columbia Records. Logo após o seu lançamento, gerou controvérsias entre os fãs mais conservadores e alguns críticos, devido a mudança no som gerado pelas guitarras e sintetizadores acompanhado de letras mais comerciais, ao contrário de seus discos anteriores.

Apesar de experimentação sonora realizada pelo grupo, Turbo foi o primeiro álbum de heavy metal a ser gravado digitalmente e Judas Priest a banda pioneira na utilização de guitarras sintetizadoras no metal.

Em 2001, foi remasterizado com duas faixas bônus; 'All Fired Up' gravada durante as sessões, mas foi retirado da lista original e uma versão ao vivo de "Locked In", gravado em St. Louis (Missouri) em 1986.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Após o final da turnê  Metal Conqueror Tour, a banda deu uma pausa por alguns meses, fazendo sua ultima aparição pública no evento Live Aid, realizado em julho de 1985. Em 1986, a banda completou seus primeiros 10 anos como o selo CBS, e por isso, eles pensaram em lançar um álbum duplo ao vivo, com músicas gravadas durante a turnê promocional de Defenders of the Faith. No entanto, em meados de 1985, o selo lhes propôs a gravar um novo álbum de estúdio com novas ideias e algumas experiências no som.

Para dar um estilo próprio a esta produção, tanto a banda como o produtor Tom Allom, decidiram aproveitar a nova tecnologia dos estúdios de gravação e alguns novos instrumentos, como as guitarras sintetizadoras. Esses novos recursos posicionaram Turbo como o primeiro álbum de heavy metal a ser gravado digitalmente.

Twin Turbos[editar | editar código-fonte]

Desde o início, eles queriam editar um álbum especial que contasse a história da banda com músicas de Speed metal, Hard rock e Heavy metal com letras obscuras e outras mais comerciais. A ideia original era um álbum duplo chamado Twin Turbos, que consistia em 19 músicas, mas no momento de apresenta-lo, a CBS Records rejeitou o projeto devido os custos que teriam para lança-lo.

Das 19 canções, apenas nove foram incluídas sob o título Turbo, enquanto "Ram It Down", "Love You To Death", "Hard As Iron" e " Monsters Of Rock" foram regravadas e laçadas em Ram It Down, em 1988.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as músicas foram escritas por Rob Halford, K.K. Downing e Glenn Tipton.

  1. Turbo Lover – 5:33
  2. "Locked In" – 4:19
  3. "Private Property" – 4:29
  4. "Parental Guidance" – 3:25
  5. "Rock You All Around the World" – 3:37
  6. "Out in the Cold" – 6:27
  7. "Wild Nights, Hot & Crazy Days" – 4:39
  8. "Hot for Love" – 4:12
  9. "Reckless" – 4:17

Formação[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Steve Huey. «Turbo - Judas Priest | Songs, Reviews, Credits, Awards». AllMusic. Consultado em 18 de maio de 2014. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Judas Priest é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.