Turismo na região Centro-Oeste do Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O turismo vem se desenvolvendo rapidamente na região Centro-Oeste do Brasil, atraindo visitantes de várias partes do mundo. A região mais conhecida é o Pantanal, no Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Trata-se da maior planície inundável do mundo e uma das maiores bacias de sedimentação do planeta[1]. Outros pontos de interesse são as chapadas, como a dos Guimarães, em Mato Grosso, e a dos Veadeiros, em Goiás. Há ainda Brasília, no Distrito Federal, marco da arquitetura e urbanismo modernos.

 Distrito Federal[editar | editar código-fonte]

Dragões da Independência fazem guarda do Palácio do Planalto, em Brasília. Sede da Presidência da República e um dos principais pontos turísticos da Região Centro Oeste.
Ver artigo principal: Turismo no Distrito Federal

O Distrito Federal é muito conhecido por abrigar Brasília, a capital do país. Patrimônio Mundial da Humanidade, Brasília, está entre os 10 melhores destinos turísticos  de arquitetura do mundo[2] , sendo uma cidade moderna que além de centro político é um dos principais polos econômicos do país[3]. A cidade recebe grandes eventos, e possui uma das maiores rede hoteleira do Brasil[4]. É a maior cidade do mundo construída no século XX[5], tendo como alguns de seus principais pontos turísticos obras de Oscar Niemeyer.

Brasília é detentora da maior área tombada do mundo – 112,25 km² – e foi inscrita pela UNESCO na lista de bens do Patrimônio Mundial da Humanidade em 7 de dezembro de 1987, sendo o único bem contemporâneo a merecer essa distinção[6]. Além de diversas outras regiões.

 Goiás[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Turismo em Goiás

O estado de Goiás é muito conhecido por suas belezas naturais. Entre elas, recebem destaque o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros e o Parque Nacional das Emas, que representam a conservação do cerrado. A prática de mergulho é realizada no Lago de Serra da Mesa. As águas termais são encontradas principalmente em Caldas Novas e Rio Quente. Quanto ao aspecto cultural, o patrimônio histórico pode ser encontrado em Pirenópolis, Goiás, Niquelândia e Corumbá de Goiás, que também possuem cachoeiras. Grutas existem praticamente em todas as cidades do Brasil Goiano.

Goiás é banhado por quatro bacias hidrográficas: a Bacia do rio Paraná, a bacia do Tocantins, a Bacia do rio Araguaia e uma pequena porção da Bacia de São Francisco.

•Goiás possui extensão territorial de 340.103,467 quilômetros quadrados. É composto por 246 municípios.

•Localizado no Centro-Oeste brasileiro, Goiás é o estado mais populoso da Região. Faz limite com os Estados do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia, Minas Gerais e Tocantins, além do Distrito Federal

Destacam-se também a comunidade quilombóla de Cavalcante e a comunidade exotérica de Alto Paraíso de Goiás. Em Ivolândia encontra-se a cidade de Pedra. A cidade de Paraúna também conta com formações rochosas. A cidade de Lago Verde possui diversos pontos turísticos.

A capital Goiânia possui, no seu centro, o maior acervo do estilo patrimonial em art decó no Brasil. Oferece atrativos culturais, além das feiras diárias e da Feira Hippie, aos domingos, a maior do gênero na América Latina.

Em Anápolis, a Base Aérea também é um importante fator de atração turístico, já que anualmente abre seus portões atraindo milhares de pessoas de varias cidades vizinhas, inclusive de outros estados.

 Mato Grosso[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Turismo em Mato Grosso

O estado do Mato Grosso tem uma das entradas para o Pantanal na cidade de Poconé e também faz parte da Floresta Amazônica, destacando o Parque Estadual Cristalino. Sua capital é Cuiabá que hoje esta focada no turismo de negócios sendo destino de vários congressos e feiras de devido a sua ótima estrutura hoteleira e de centros de eventos.

A cidade de Chapada do Guimarães, distante 65 km da capital, é o principal destino dos turistas que vêm a Mato Grosso. O grande atrativo é a natureza exuberante formada por paredões com formações rochosas, grutas, mirantes e cachoeiras, que juntamente com a flora e a fauna, principalmente os pássaros, atraem muitos turistas brasileiros e estrangeiros. O Parque Nacional de Chapada dos Guimarães reúne todas essas atrações e tem uma boa infraestrutura com quiosques, restaurante, banheiros e guias para receber bem o turista.

A cidade de Nobres fica a 120 km de Cuiabá e disponibiliza rios de águas transparentes para a prática da flutuação onde pode-se observar diversas espécies de peixes.

Mais ao sul do estado, destacam-se os balneários de águas quentes naturais localizados nas cidades de Juscimeira e Jaciara, onde também está localizada a Cachoeira da Fumaça, complexo de rios e cachoeiras muito procurados para a prática do rafting.

 Mato Grosso do Sul[editar | editar código-fonte]

Casario do Porto Geral de Corumbá
Ver artigo principal: Turismo em Mato Grosso do Sul

O estado do Mato Grosso do Sul é mundialmente conhecido por sua biodiversidade. O estado possui várias diversidades, um bom lugar para viajar, encontrada principalmente no Complexo do Pantanal e no Parque Nacional da Serra da Bodoquena.

Sua capital é Campo Grande e suas principais cidades turísticas são Bonito, Jardim e Bodoquena localizados no Parque Nacional da Serra da Bodoquena. Se destacam também as cidades de Corumbá, Aquidauana, Anastácio e Porto Murtinho no Complexo do Pantanal, Ponta Porã e Bela Vista na fronteira com o Paraguai, além das cidades de Rio Verde e Fátima do Sul.

Referências

  1. «www.cprm.gov.br». www.cprm.gov.br. Consultado em 1 de outubro de 2016 
  2. Dunford, Jane (21 de setembro de 2015). «10 of the best architecture tours». The Guardian (em inglês). ISSN 0261-3077 
  3. «Economia – Portal de Brasília». www.brasilia.df.gov.br. Consultado em 1 de outubro de 2016 
  4. «IBGE divulga mapeamento da hotelaria no Brasil». Revista Hoteis. Consultado em 1 de outubro de 2016 
  5. «Brasília - Turismo em Brasília-DF». www.lagunaplaza.com.br. Consultado em 1 de outubro de 2016 
  6. «Brasília, Patrimônio Cultural da Humanidade — Restauração do Palácio do Planalto». www4.planalto.gov.br. Consultado em 1 de outubro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre o Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.