Turnê Festa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Turnê Festa
Turnê de Ivete Sangalo
Local América do Sul
Ásia
Álbum associado Festa
Data de início 7 de março de 2002
(salvador)
Data de fim 5 de março de 2003
(salvador)
N.º de apresentações 104
Cronologia de turnês de Ivete Sangalo
Turnê Beat Beleza
(2001–02)
Turnê Píer Bahia
(2003–04)

Turnê Festa foi a terceira turnê oficial da cantora brasileira Ivete Sangalo, iniciada em 2002 para a divulgação de seu álbum Festa.[1][2]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

O álbum Festa foi lançado em 4 de dezembro de 2001, gravado em Salvador, no estúdio Ilha dos Sapos e produzido pelo percussionista Alexandre Lins.[3] Festa marca uma maior mistura de ritmos, entre eles o funk americano como se vê na canção Pop Zen, o MPB e o pop, como em canções como "Meu Maior Presente", "E Tudo Mais" (composta por Nando Reis), "Assimétrica" (composta por Gilberto Gil), "Ruas e Rios" e "Astral". Apenas três faixas possuem maior influência do axé: a dançante "Tum, Tum, Goiaba" e as agitadas "O Grande Chefe" e "Aqui Vai Rolar". A canção-título "Festa" foi o grande sucesso do carnaval de 2002, sendo a terceira música de trabalho de Ivete a alcançar o topo da "Hot 100 Brasil", lista das músicas mais executadas nas rádios brasileiras.[4] Juntamente com "Deixa a Vida Me Levar", do sambista Zeca Pagodinho, "Festa" foi um dos hinos do pentacampeonato da Seleção Brasileira de Futebol, conquistado sobre a seleção da Alemanha na Copa do Mundo FIFA de 2002. No videoclipe, Ivete promove uma grande festa com vários amigos artistas.[5][6]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

"Antes havia uma preocupação com o som do trio, todo artista quer um som bom, mas eu me preocupei com o espaço físico do trio, em fazer um camarim com frigobar, microondas, espelho, chuveiro, tudo o que eu sempre quis."

— Ivete sobre a produção do trio elétrico em que ela fazia os shows em 2002.[7]

A turnê de divulgação do álbum Festa trouxe Ivete se aventurando como musicista, tocando violão, guitarra e percussão durante a apresentação das faixas, influenciada por seu marido na época, Davi Moraes, que acreditava que isso acrescentaria em sua identidade artística no palco.[7] Ivete se preocupou nesta fase em incrementar seu trio elétrico, o qual ela levava para os shows neste formato, para se destacar dos demais artistas. Segundo ela, em entrevista para a revista Playboy, a intenção era deixa-lo mais confortável para que o shows não precisasse parar: "Eu toco com uma big band, e, pra todo mundo ficar lá confortavelmente, a gente soube fazer a coisa".[7]

Outro fator diferente na turnê foi que Ivete deixou a administração de seus shows para a Caco de Telha, empresa que ela criou e que era dirigida por seus irmãos, o que deu a ela liberdade para selecionar seu próprio repertório sem se comprometer em ter que aceitar as escolhas de produtos, além de escolher seu próprio figurino e arranjos. "Nos dois primeiros anos solicitavam a inclusão de algumas músicas. Depois, eu tomei pra mim. Eu pensei, bicho, já que eu vou assinar debaixo disso, deixa eu tomar pra mim. Cuido de figurino, repertório, arranjos, eu troquei até músico. Eu lembro que saiu um baterista, entrou outro, tudo sob minha responsabilidade. Antes eu tinha uma obediência, depois fui percebendo que fazia parte daquilo e vi que poderia ser a cabeça."[7] Em 2 de agosto de 2002, durante show no Rio de Janeiro, Ivete revelou que havia se casado em segredo com Davi Moraes.[8] No Festival de Verão de Salvador, em 1 de fevereiro de 2003, Ivete anunciou que gravaria seu primeiro DVD no final daquele ano, logo após o lançamento de seu futuro álbum, Clube Carnavalesco Inocentes em Progresso.[7] No Carnaval daquele ano, Ivete aproveitou para fechar uma parceria com a casa de shows Casa D’Itália, na qual ela se apresentava lá após seu desfile.[9]

Repertório[editar | editar código-fonte]

Repertório da turnê[10]
  1. "Festa"
  2. "Pererê"
  3. "Canibal"
  4. "Penso"
  5. "De Ladinho"
  6. "Bug, Bug, Bye, Bye"
  7. "Arerê"
  8. "Ruas e Rios"
  9. "Meu Maior Presente"
  10. "Back at One"
  11. "Astral"
  12. "Tum, Tum, Goiaba"
  13. "Tô Na Rua"
  14. "O Grande Chefe"
  15. "Se Eu Não Te Amasse Tanto Assim"
  16. "A Lua Q Eu T Dei"
  17. "Empurra-Empurra"
  18. "Levada Louca"
Festival de Verão de Salvador 2002 (1 de fevereiro de 2002)
  1. "Festa"
  2. "Pererê"
  3. "Canibal"
  4. "Bug, Bug, Bye, Bye"
  5. "Astral"
  6. "Arerê"
  7. "Toneladas de Desejo" (cover de Timbalada) / "Vamo Pulá!" (cover de Sandy & Junior)
  8. "Céu da Boca"
  9. "Ruas e Rios"
  10. "Tum, Tum, Goiaba"
  11. "Fricote" (com a participação de Luiz Caldas)
  12. "Beverly Hils" (com a participação de Luiz Caldas)
  13. "Visão do Cíclope" (com a participação de Luiz Caldas)
  14. "Ajayô" (com a participação de Luiz Caldas)
  15. "Tô na Rua"
  16. "Empurra-Empurra"
  17. "Levada Louca"
  18. "Festa" (reprise)
Festival de Verão de Salvador 2003 (2 de fevereiro de 2003)
  1. "Tum, Tum, Goiaba"
  2. "De Ladinho"
  3. "Céu da Boca"
  4. "Toneladas de Desejo" (cover de Timbalada) / "Vamô Pulá!" (cover de Sandy & Junior)
  5. "Festa"
  6. "Pererê"
  7. "Dandalunda" (cover de Margareth Menezes)
  8. "Vem, Meu Amor" / "Nossa Gente (Avisa Lá)"
  9. "Deusa do Amor" / "Jeito Faceiro" (cover de Olodum) / "Rebentão" / "Auê" (cover de Cheiro de Amor)
  10. "Astral"
  11. "Meu Maior Presente" / "I Belong to You" (cover de Lenny Kravitz) / "Meu Maior Presente" (bis)
  12. "A Estrada" (cover de Cidade Negra)
  13. "Tô na Rua"
  14. "Empurra-Empurra"
  15. "Prefixo de Verão" (cover de Bamdamel)
  16. "Levada Louca"

Datas[editar | editar código-fonte]

Data[11] Cidade País Extras
América do Sul
7 de março de 2002 Salvador Brasil
8 de março de 2002 Fortaleza
9 de março de 2002 Juazeiro
14 de março de 2002 Campo Grande
15 de março de 2002 Cuiabá
20 de março de 2002 São Paulo
24 de março de 2002 Parnamirim
25 de março de 2002 Fortaleza
4 de abril de 2002 São José de Ribamar
6 de abril de 2002 Natal
7 de abril de 2002 Teresina
11 de abril de 2002 Parnaíba
12 de abril de 2002 Aracaju
19 de abril de 2002 Maceió
22 de abril de 2002 Arapiraca
1 de maio de 2002 São Paulo
2 de maio de 2002
10 de maio de 2002 Campinas
10 de maio de 2002 Várzea Grande
11 de maio de 2002 Rondonópolis
13 de maio de 2002 Dourados
17 de maio de 2002 Curitiba
18 de maio de 2002 Florianópolis
23 de maio de 2002 Porto Alegre
24 de maio de 2002 Recife
26 de maio de 2002 Salvador
31 de maio de 2002
2 de junho de 2003 Feira de Santana
6 de junho de 2003 Vitória da Conquista
8 de junho de 2003 João Pessoa
8 de junho de 2003 Ilhéus
Ásia
15 de junho de 2003 Yokohama (横浜) Japão (日本)
América do Sul
21 de junho de 2002 São Luis Brasil
22 de junho de 2002 Rio de Janeiro
23 de junho de 2002 Belo Horizonte
28 de junho de 2002 São Paulo
29 de junho de 2002 Salvador
5 de julho de 2002
7 de julho de 2002 Maceió
11 de julho de 2002 João Pessoa
13 de julho de 2002 Olinda
19 de julho de 2002 Goiânia
20 de julho de 2002 Brasília
27 de julho de 2002 São Bernardo do Campo
2 de agosto de 2002 Rio de Janeiro
3 de agosto de 2002 Porto Velho
10 de agosto de 2002 Manaus
11 de agosto de 2002 Belém
16 de agosto de 2002 Rio de Janeiro Canecão[8]
17 de agosto de 2002
23 de agosto de 2002 Santo Antônio de Jesus
30 de agosto de 2002 Aracaju
1 de setembro de 2002 Sobral
6 de setembro de 2002 Recife
7 de setembro de 2002 Juazeiro do Norte
12 de setembro de 2002 Salvador
13 de setembro de 2002 Sobral
14 de setembro de 2002 Parnaíba
21 de setembro de 2002 Rio de Janeiro
28 de outubro de 2002 Uberlândia
29 de outubro de 2002 Luziânia
5 de outubro de 2002 Itabaianinha
6 de outubro de 2002 Nossa Senhora do Socorro
12 de outubro de 2002 São Luis
14 de outubro de 2002 Teresina
15 de outubro de 2002 Carapicuíba
20 de outubro de 2002 São Francisco do Conde
26 de outubro de 2002 Florianópolis
28 de outubro de 2002 Rio de Janeiro
1 de novembro de 2002 Aracaju
3 de novembro de 2002 São Paulo
9 de novembro de 2002 Rio de Janeiro
14 de novembro de 2002 Olinda
15 de novembro de 2002 Jaboatão dos Guararapes
16 de novembro de 2002 Salvador
15 de novembro de 2002 Cabo de Santo Agostinho
22 de novembro de 2002 Vitória Praia de Camburi[12]
29 de novembro de 2002 Petrolina
30 de novembro de 2002 Anápolis
7 de dezembro de 2002 Senhor do Bonfim
8 de dezembro de 2002 Juazeiro
13 de dezembro de 2002 São Paulo
15 de dezembro de 2002 Rio de Janeiro
21 de dezembro de 2002 Ilhéus
31 de dezembro de 2003 Salvador
3 de janeiro de 2003 Ubatuba
4 de janeiro de 2003 Praia Grande
10 de janeiro de 2003 Rio de Janeiro
12 de janeiro de 2003 Osasco
17 de janeiro de 2003 Salvador
18 de janeiro de 2003 Rio de Janeiro
25 de janeiro de 2003 Novo Gama
1 de fevereiro de 2003 Salvador
3 de fevereiro de 2003 Festival de Verão de Salvador
7 de fevereiro de 2003 Recife
8 de fevereiro de 2003 Maceió
16 de fevereiro de 2003 Belém
27 de fevereiro de 2003 Salvador Carnaval
28 de fevereiro de 2003
1 de março de 2003
2 de março de 2003
3 de março de 2003
4 de março de 2003
5 de março de 2003

Referências

  1. «Meu Maior Presente - Ivete Sangalo | Allmusic». Allmusic. Consultado em 29 de dezembro de 2013 
  2. «A idade aumenta, a saia diminui». Veja. 19 de setembro de 2002. Consultado em 23 de janeiro de 2014. Arquivado do original em 3 de dezembro de 2013 
  3. «Lenine vence Grammy Latino de melhor álbum pop brasileiro». Vírgula. 19 de setembro de 2002. Consultado em 23 de janeiro de 2014 
  4. «Ivete Sangalo, 40 anos: relembre a trajetória da cantora». IG. Consultado em 5 de maio de 2012 
  5. Mônica Loureiro (2001). «Cliquemusic: Disco: FESTA». CliqueMusic. Consultado em 29 de dezembro de 2013 
  6. «Axé Brasil - Ivete Sangalo». Axé Brasil. Consultado em 29 de dezembro de 2013 
  7. a b c d e «Em show em Salvador, Ivete Sangalo toca violão e anuncia DVD». Folha de S.Paulo. Consultado em 29 de dezembro de 2013 
  8. a b «IVETE SANGALO ASSUME QUE SE CASOU». Revista Época. 19 de setembro de 2002. Consultado em 23 de janeiro de 2014 
  9. «E vai rolar a festa». Isto É. 19 de setembro de 2002. Consultado em 23 de janeiro de 2014 
  10. «Ivete Sangalo, a musa da festa». O Cities. Consultado em 29 de dezembro de 2013 
  11. «Agenda Oficial da cantora Ivete Sangalo». frantikmag. Consultado em 18 de dezembro de 2013 
  12. «"ALEGRIA DA FESTA, RAINHA DO BRASIL"». O Cities. Consultado em 29 de dezembro de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]