Twyfelfontein

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2013). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Pix.gif Twyfelfontein
ou /Ui-//aes
 *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Lion Twyfelfontein Namibia.JPG
Arte Rupestre em Twyfelfontein
País Namíbia
Critérios (iii)(v)
Referência 1255
Coordenadas 20° 35′ S 14° 22′ E
Histórico de inscrição
Inscrição 2007  (31ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.

Twyfelfontein ou /Ui-//aes é um importante sítio arqueológico na região de Kunene, nordeste da Namíbia. Possui uma das maiores concentrações de desenhos rupestres da África. As gravuras e desenhos, cerca de 2.500, muitos destes grafados em ocre vermelho, datam em torno de 2.000 anos e relatam, de forma extensa, coerente e com alta-qualidade, das praticas rituais e da vida das comunidades de caçadore-coletores que na época vivam nessa região. Gravadas e desenhadas nas rochas, há ilustrações de rinocerontes, elefantes, girafas e avestruzes, além de pegadas de animais e humanas. Vestígios arqueológicos encontrados, indicam que, na região, já existia presença humana, desde a Idade da Pedra, por volta de 6.000 anos atrás. [1]

Em 2007, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura aprovou-a como o primeiro sítio de Património Mundial da Namíbia.[2]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Twyfelfontein

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Arte Rupestre, integrado ao Projeto África é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.