Txistu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Txistu
Um txistu
Informações
Classificação Hornbostel-Sachs Aerofone
Instrumentos relacionados
Flauta
Tocadores de txistu (txistularis) em Lejona, na Biscaia
Tocadores de txistu (txistularis) em Lejona

O txistu (em basco) ou chistu (em espanhol) é um instrumento musical tradicional basco, uma espécie de flauta de bisel com cuatro orifícios que é tocada com a mão esquerda, para deixar a mão direita livre para tocar um instrumento de percussão, o qual pode ser um pequeno tambor, uma espécie de saltério (ttun-ttun ou atabal) ou uma campainha.[nt 1]

A origem do txistu é muito antiga, pois foram descobertas flautas datadas do Paleolítico superior nas grutas de Isturitz e de Oxocelhaya, situadas na comuna francesa de Isturits, Baixa Navarra.

Noutras regiões encontram-se flautas iguais ou muito semelhantes: chirula (ou txirula) no Béarn, a flabuta na Gasconha, muito parecida com a txirula, apesar de diferir desta nos ornamentos e reportório, o galoubet na Provença ou os tabor pipes britânicos. Os flabiols catalães e os flageolets franceses são também derivados destas flautas de três orifícios.

Tipos de txistus[editar | editar código-fonte]

Podem distinguir-se os seguintes tipos de txistus:

  • o txistu propriamente dito, afinado tradicionalmente em sustenido ou, modernamente, em Fá;
  • a txirula, uma espécie de txistu em buxo afinada em , uma oitava acima que o silbote, encontrado sobretudo na província basca francesa de Soule, onde tem o nome de txülüla.

Execução[editar | editar código-fonte]

A técnica usada para tocar txistus é semelhante às outras flautas de três orifícios; as notas são obtidas conforme o dedilhado e a intensidade do sopro, usando apenas os dedos indicador, médio e polegar. Os dedos anelar e mínimo servem principalmente para segurar o instrumento, embora o mínimo possa servir, nomeadamente na txirula, para produzir alterações ao nível do pavillon.[nt 2]

O tocador de txistu é chamado de txistulari em basco.

Notas

  1. a b A maior parte do texto foi inicialmente baseado no artigo «Txistu» na Wikipédia em francês (acessado nesta versão).
  2. «pavillon» no texto original.[nt 1] Por desconhecimento do tradutor, o termo não foi traduzido; aparentemente, refere-se a uma peça na extremidade de uma flauta oposta ao bocal..

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre instrumento musical é um esboço relacionado ao Projeto Música. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.