Tyler, The Creator

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
'Tyler, The Creator
Informação geral
Nome completo Tyler Gregory Okonma
Também conhecido(a) como Wolf Haley, Tron Cat, Ace Creator, Young T, Dr. TC, Gap Tooth T
Nascimento 6 de março de 1991 (27 anos)
Origem Los Angeles, California
País  Estados Unidos
Gênero(s) Rap

Hip hop alternativo Blues

Instrumento(s) Vocal, teclado, bateria, FL Studio, apple logic
Período em atividade 2006 - atualmente
Outras ocupações Estilista, Modelo, Diretor, Roteirista, Ator
Página oficial http://www.oddfuture.com

https://www.golfwang.com

Tyler Gregory Okonma (6 de março de 1991), mais conhecido pelo seu nome artístico Tyler, The Creator, é um rapper americano e produtor musical da Califórnia. Nascido em Ladera Heights, ele ganhou destaque como o líder e co-fundador do hip hop alternativo coletivo Odd Future, e produziu músicas para quase todos do grupo Odd Future. Tyler também cria toda a arte para lançamentos do grupo e disse numa entrevista com o apresentador de rádio DJ Semtex , que projeta toda a roupa do grupo e outras mercadorias também. Depois de lançar seu álbum de estreia Goblin sob XL Recordings, em abril de 2011, assinou um acordo de joint venture para ele e sua etiqueta Odd Future Records, com distribuição de RED e Sony Music Entertainment. Depois que ele lançou o seu segundo álbum de estúdio Wolf, que foi recebido com críticas positivas e estreou no número três na Billboard 200 vendendo 90.000 cópias na primeira semana.

Primeiros anos de vida[editar | editar código-fonte]

Tyler Okonma nasceu em Los Angeles, Califórnia, filho de pai nigeriano e mãe Afro-Americana e de descendência Canadense. Ele afirma que nunca conheceu seu pai, e passou sua infância vivendo nas comunidades de Ladera Heights e Hawthorne no sudoeste do distrito de Los Angeles. Com sete anos de idade, ele criava capas para seus próprios álbuns imaginários, incluindo uma tracklist com tempos de músicas antes mesmo que pudesse fazer música. Aos 14 anos de idade, Tyler aprendeu sozinho a tocar piano. Em seus doze anos de escolaridade, ele estudou em doze escolas diferentes, em Los Angeles e áreas de Sacramento.

Carreira musical[editar | editar código-fonte]

Stereo-Type (2007)[editar | editar código-fonte]

A mixtape Stereo-Type, em 2007, quando Tyler tem o seu nome de Ace The Creator,não é publicada, pois a maioria das músicas nela estão incompletas ou mesmo uma raridade de encontrar. Eis as músicas

Gloomy Radio [RARE/UNLEAKED] Supreme [RARE/UNLEAKED] I Dream Lounges [RARE/UNLEAKED] X Blox [RARE/UNLEAKED] Odd Toddlers Handsome Sounds [RARE/UNLEAKED] Secret Garden Fat Girls [RARE/UNLEAKED] X Robots [RARE/UNLEAKED] Odd Future Pt.2 [RARE/UNLEAKED] Retail Price [RARE/UNLEAKED] Speakerboxx [RARE/UNLEAKED] Promo 7up [RARE/UNLEAKED] 1201 [RARE/UNLEAKED] Rocky Revenge [RARE/UNLEAKED]

Eargasm - (2007)[editar | editar código-fonte]

Sobre esta mixtape também pouco é conhecido, pois a maioria também das músicas estão por acabar.

Herpes And Cupcakes (Instrumental) Hang Up [RARE/UNLEAKED] Annie [RARE/UNLEAKED] Crikle [RARE/UNLEAKED] Rocky's Revenge [RARE/UNLEAKED] Odd Toddlers

The Radio Arcade - (2007)[editar | editar código-fonte]

Também esta mixtape pouco se sabe, mas esta não é tão rara como as outras, podendo-a encontrar facilmente para um download grátis.

Arcade Radio [RARE/UNLEAKED] Mushrooms (Instrumental)

Fonte(s): http://www.oddfuturetalk.com/forums/topic/37053-the-official-tyler-the-creator-discography-version-6/ http://www.oddfuturetalk.com/forums/

Bastard e Goblin (2009-2012)[editar | editar código-fonte]

Em 25 de dezembro de 2009, Tyler lançou seu primeiro álbum, Bastard. O álbum acabou em 32° lugar na lista de Top Álbuns de 2010 pela Pitchfork Media. Em 11 de fevereiro de 2011, Tyler lançou o vídeo da música "Yonkers", o primeiro single de seu segundo álbum, Goblin, que foi lançado 10 de maio de 2011. O vídeo tem recebido atenção de vários meios de mídia on-line. Uma versão estendida com um terceiro verso pode ser comprada no iTunes. Após o lançamento de "Yonkers", Tyler anunciou que tinha assinado um contrato de um álbum com a XL Recordings. Tyler e seu companheiro e membro do Odd Future, Hodgy Beats, fizeram sua estreia na televisão em 16 de fevereiro de 2011, quando eles tocaram "Sandwitches" no Late Night com Jimmy Fallon. Em 16 de março, Tyler e Hodgy executaram "Yonkers" e "Sandwitches" no Prêmio mtvU Woodie 2011, sendo acompanhado por outros membros do Odd Future durante "Sandwitches". Goblin foi lançado em 10 de maio de 2011. Durante uma conversa com Tyler para uma entrevista, Waka Flocka Flame expressou seu interesse em trabalhar com o líder do Odd Future para dirigir um vídeo de uma música sua. O terceiro álbum de Tyler, Wolf, está agendado para lançamento em 2012. Ele irá conter os instrumentais que Tyler vem fazendo desde os 15 anos de idade. Tyler venceu como Melhor Artista Revelação com "Yonkers" no MTV Video Music Awards 2011.

Wolf e Loiter Squad (2012-presente)[editar | editar código-fonte]

Tyler falou pela primeira vez sobre o álbum no início de 2010, dizendo que ele teria um álbum intitulado Wolf. No início de 2011 ele disse aos fãs através de sua conta do Formspring que seu terceiro álbum seria chamado Wolf e ele está programado para ser lançado em maio de 2012. O álbum continuará as sessões de Tyler com seu terapeuta fictício, Dr. TC, como sugerido pela faixa-título de seu primeiro álbum, Bastard, em que Dr. TC diz: "esta é a primeira sessão de três...". Em agosto de 2011, Tyler disse que o álbum será mais focado em batidas e menos rimas. Ele disse que no álbum ele vai tentar fazer música semelhante aos seus interesses atuais, que segundo ele não contêm rap. Em uma entrevista com o DJ Semtex, ele confirmou que ele vai lidar com toda a produção do álbum, exceto uma música produzida por Left Brain. Foi assim que a produção de Goblin foi feita. Tyler primeiramente anunciou no início de 2011, depois o coletivo de hip-hop de Los Angeles, Odd Future, anunciou que iria começar seu próprio programa de TV chamado "Loiter Squad". Não até 8 de setembro de 2011 que o programa foi finalmente confirmado como um programa de ação de 15 minutos, ao vivo e composto por vários esboços, gravar na rua, brincadeiras e músicas feitas por OF. Dickhouse Productions, a parceria de produção que criou Jackass, está programada para produzir o programa. O programa estreou em 25 de março de 2012.

Outros empreendimentos[editar | editar código-fonte]

Tyler também dirigiu vídeos musicais, atuou em dois papéis, e também fez um trabalho como artista gráfico.

Crítica[editar | editar código-fonte]

Misoginia[editar | editar código-fonte]

Tyler também tem sido criticado por suas representações gráficas de violência contra as mulheres e suas letras misóginas. Brent DiCrescenzo do Time Out Chicago escreveu que estupro é um tema predominante em Goblin. e Hermione Hoby do The Guardian escreveu o seguinte sobre Tyler: "fantasias de estupro e assassinato (são) gráficos o suficiente para fazer o vômito subir junto com a bile". A revista The Fader registrou 68 vezes o uso da palavra "vadia", em 73 minutos do álbum Goblin. Respondendo a crítica da dupla de indie pop canadense Tegan & Sara, Tyler twittou: "Se Tegan e Sara precisam de algum pau duro, me procurem!"

Questões jurídicas[editar | editar código-fonte]

No ano de 2011, Tyler foi preso por pixar um muro. Tyler estava com um grupo de Skatistas e foram pixar em um muro em um bairro. O grupo deixou o local. Logo depois Tyler retornou no local do muro pixado e foi terminar de pixar o muro. A polícia pegou o rapper em flagra. Tyler pagou a fiança e foi liberado

Na sexta feira, dia 23 de dezembro de 2011, o cantor foi preso em Hollywood após vandalizar o local onde havia feito um show algumas horas antes. O cantor teria sido preso na frente da mãe, que teria gritado com os policiais. Após o incidente, a policia teve que fechar a rua por cerca de meia hora.

Em 15 de março de 2014, Tyler foi preso em Austin, no Texas, por ter supostamente ter incitado a violência durante o festival South By Southwest. Tyler teria pedido para que o público que estava do lado de fora da casa de shows forçasse a entrada. Tyler pagou uma fiança de 3,5 mil Dolares e foi libertado. O representante de Tyler, the Creator não quis comentar o caso.

Desentendimentos[editar | editar código-fonte]

Insultos

Na música "Yonkers", Tyler insulta inúmeros artistas, tais como rappers / cantores B.o.B, Bruno Mars, e Hayley Williams, vocalista da banda Paramore. Tyler, The Creator também insulta Bruno Mars na música "Martians vs Goblins" de The Game, na qual ele e Lil Wayne participam. Tyler já tinha insultado vários cantores como Chris Brown, Rihanna, Nicki Minaj, Miley Cyrus e entre outros

B.o.B

Em resposta, B.o.B lançou em 25 de março uma faixa Diss semelhante, intitulada "No Future", que também faz menção ao grupo de Tyler, Odd Future. Ironicamente, Tyler elogiou a canção, e inicialmente não achou que fosse uma faixa Diss. Em junho de 2011, revelou-se que o B.o.B foi apresentado e produziu uma música no décimo segundo álbum de estúdio do Tech N9ne, All 6's and 7's. A faixa, intitulada "Am I a Psycho?" também possui rapper Hopsin, que também parece ter problemas com Tyler. O verso de B.o.B segue. Tyler, The Creator, que dissedou B.o.B em sua música "Yonkers", depois que o diss "No Future" do ex foi louvado por Tyler. No entanto, B.o.B afirma que ele não tem interesse em contestar com Tyler dizendo que "toda a carne é um pouco coxo". Em agosto de 2013 o rapper de Compton, Kendrick Lamar insulta o B.o.B em um verso da música Control, de Big Sean. Em seu verso, Kendrick fala de toda a indústria do hip-hop, com Lamar prometendo ser melhor liricamente do que qualquer outro rapper, citando, J. ColeBig K.R.I.T.WalePusha T., Meek MillA$AP RockyDrakeBig Sean, Jay Electronica, Tyler, The Creator e Mac Miller. Ele também passou a chamar-se de "O Rei de Nova York", o que causou polêmica com vários rappers nova-iorquinos, visto que Lamar é da California.

Bruno Mars

Bruno Mars, em resposta ao verso "Esfaquear Bruno Mars em seu maldito esôfago" de Yonkers, disse: "Tyler, tem que esperar na fila, se ele quiser me esfaquear... Ele definitivamente não é o primeiro cara que diz algo parecido sobre mim e ele não vai ser o último". Em 24 de abril de 2015, Tyler admitiu estar errado em relação ao talento de Mars e apontou para o desempenho do mesmo em "Gorilla" no 2013 MTV Video Music Awards como prova

Hopsin

O rapper de Los Angeles, Hopsin, também o insultou no videoclipe de sua música "Ill Mind of Hopsin 4", lançado em 18 de julho de 2011. O motivo do Insulto foi que o grupo MellowHype formado por "Hodgy" e "left Brain" que são do grupo do coletivo Odd Future lançaram uma música intitulada "64" em 12 de junho de 2011. No clipe eles aparecem com olhos reflexo bem referentes do Hopsin. Hopsin disse que odeia a música de Odd Future, observando sua negatividade e conteúdo lírico "aleatório" e criticando os valores de produção do grupo. Tyler respondeu via Formspring, afirmando que, embora "[Hopsin] possa atacar", Tyler sentiu que Hopsin era "amargo" e tentava "obter um nome" dissidindo Tyler e Odd Future. Hopsin disse mais tarde que não tinha uma carne com Tyler. Tyler respondeu a ele com a música "Buffalo".

Earl Sweatshirt

Depois de lançar a mixtape Earl de Earl Sweatshirt em 31 de março de 2010, Earl foi mandado em Samoa pela seu mãe. Tyler parou de fazer os produtos da marca Golf, porque Earl ficou desaparecido, logo depois ele viu uma foto de Earl ao lado de Samoenses e começou fiçar sabendo da notícia de que Earl foi mandado para samoa pela sua mãe. Uns dos fã do Earl e o proprio Tyler começaram a desentender com a mãe de Earl, eles começaram ameaçar ela de morte. Tyler disse que Earl pode ter sido sequestrado por Samoenses antes de saber da notícia porque ele estava em Samoa. Em fevereiro de 2012, Earl retornou para casa e para o grupo.

Comentarios Negativos

No final de 2014 Tyler fez um comentário negativo dizendo que detestou a música shady xv de Eminem, lançada em novembro de 2014. Apesar deles serem colegas, Tyler comentou: "Eu amo você, Marshall, você é meu rapper favorito, mas, cara, Shady XV, é uma grande bosta"

O trabalho recém-saído do forno tem parcerias com 50 Cent e já era motivo de criticas antes mesmo de ser lançado. Em duas faixas, Eminem promove violência contra duas cantoras: Lana Del Rey e Iggy Azalea.

À primeira, o rapper de Detroit afirma que "vou socar Lana Del Rey duas vezes na cara, como Ray Rice (atleta americano flagrado batendo na esposa), à luz do dia, sendo filmado pelas câmeras de segurança". Já para a artista australiana, Eminem sugeriu que a estupraria.

Essa não é a primeira vez que Tyler faz um comentário negativo sobre um disco recém-lançado. Em setembro de 2014, ele comparou o novo álbum do U2 à herpes.

Chris Brown

Tyler, The Creator e o cantor de R&B, Chris Brown, se desentenderam devido ao que Brown postou em seu Twitter sobre a música do Odd Future, ele afirmou que contém uma mensagem "demoníaca". Tyler fez vários comentários sarcásticos via Twitter mais tarde, levando a uma disputa aquecida entre os dois músicos. Antes de uma apresentação ao vivo ao lado de Frank Ocean, Tyler, The Creator falou de Chris Brown, se referindo a agressão contra sua, até então namorada, Rihanna. Em seguida, Brown e Tyler resolveram a briga quando Tyler tweetou que ele é um fã de "Look At Me Now", música de Chris Brown com Lil Wayne e Busta Rhymes. De acordo com Tyler, The Creator, há coisas que seus fãs não sabem sobre a briga.

Zayn Malik

Em setembro de 2017 Tyler desabafou no Twitter, onde revelou que o single "See You Again", que foi gravado por Flower Boy, era na verdade para Zayn Malik, porém o cantor não foi nas gravações, deixando o rapper bem irritado. O remix de "Pillowtalk", foi feito pelo rapper e foi por isso que houve todo aquele desentendimento de unfollow e de remoção do remix dos streamings. Tudo porque Malik não comparecia ao estúdio.

Milley Cyrus

Depois quando a cantora Pop Miley Cyrus lançou o single Wrecking Ball em 25 de agosto de 2013, Tyler Twittou e disse afirmando que tem um martelo duro para Milley, mais tarde ele Twittou dizendo que o cabeleireiro dela odeia. Milley não disse nada a respeito do rapper

Schoolboy Q

Tyler, The Creator teve algumas palavras de escolha para seu colaborador ScHoolboy Q no domingo (6 de agosto), quando o líder do Odd Future pegou um comentário ScHoolboy Q feito no Twitter em relação ao corte Flower Boy do sigle "Who Dat Boy".

Depois que um fã tweeted que ScHoolboy Q deveria ter recebido o terceiro verso em "Who Dat Boy" - que apresenta A$AP Rocky - Q respondeu, "Tyler e rocky não queria curtir ....." Q's A afirmação sobreconfiante não se sentou muito bem com Tyler, The Creator. O Wolf MC saltou no Twitter para bater em seu colaborador "The Purge" revelando que a batida "Who Dat Boy" foi criada com o ScHoolboy Q em mente.

"VOCÊ É UM GORDO MENTIROSO EU FAÇO QUE BATER ESPECÍFICAMENTE PARA VOCÊ E VOCÊ DISSE" EHH, NAH ", DEPOIS TE ACABO", Tyler respondeu, provavelmente não com total seriedade.

Apesar de que Tyler e Q serem amigos, eles teve um pequeno desentendimento. Há coisas em que seu fãs não sabem

Comercial Racista

Uma série de três comerciais para o Mountain Dew, dirigida por Okonma, criou uma controvérsia em maio de 2013, acusada de usar "estereótipos raciais" e "fazer luz da violência contra as mulheres". Nas manchas, um personagem de cabras de canção de energia chamada Felicia the Goat é, consecutivamente, "bode expiatório" em um restaurante, na prisão e na estrada. Durante o anúncio de 60 segundos na prisão, uma mulher branca maltratada em muletas examina uma formação policial composta por vários homens afro-americanos e uma cabra, enquanto a cabra antagoniza a mulher. A professora e crítica social da Siracusa, Boyce Watkins, declarou que o anúncio era "indiscutivelmente o comercial mais racista da história". PepsiCo puxou o anúncio e pediu desculpas. Okonma divulgou uma declaração afirmando que o anúncio não deveria "provocar uma controvérsia sobre a raça" e que "era simplesmente uma história, novamente, verdadeiramente absurda, que nunca deveria ser levada a sério".

Banido de Reino Unido

Em 26 de agosto de 2015, Okonma revelou que ele tinha sido banido de visitar o Reino Unido por três a cinco anos, o que o forçou a cancelar uma série de datas de turnê apoiando o álbum do Cherry Bomb, incluindo os Festivais de Leitura e Leeds. O motivo da proibição vem de letras que datam de 2009, bem como o conteúdo de seus dois primeiros álbuns, Goblin e Bastard. Seu gerente, Christian Clancy, disse que foram informados da proibição através de uma carta da então Secretária do Interior, Teresa May. May citaram letras do álbum Bastard como o motivo da proibição, embora Okonma tenha viajado várias vezes no Reino Unido desde o seu lançamento em 2009. Okonma afirmou mais tarde que sentiu que ele tinha sido tratado como "um terrorista" e implicava que a proibição era racialmente motivada, afirmando que "eles não gostaram do fato de seus filhos idolatrarem um homem negro

Banido de Nova Zelandia

O grupo coletivo do Tyler Odd Future estava programado para aparecer no Festival de Rapture de fevereiro de 2014 em Auckland, Nova Zelândia, como ato de apoio ao Eminem. O grupo não estava no projeto original, mas substituiu Kendrick Lamar depois que o concerto estava esgotado. Uma campanha foi lançada por um grupo anti-violência para evitar o desempenho do Odd Future, baseado em parte nas ocorrências anteriores do grupo que supostamente incitavam a violência de seus fãs para os membros do público, e pelas letras do grupo supostamente apoiando violações e violências contra as mulheres. Imigração A Nova Zelândia proibio o visto de alguns membros do grupo devido a atos prévios de incitação à violência, incluindo um em que o grupo alegadamente incentivou os fãs a atacar membros da polícia.

Desentendimentos com o grupo coletivo Odd Future

Em maio de 2015, Tyler publicou uma foto no Twitter a partir de 2010, que continha todo o coletivo Odd Future. Ele acrescentou "embora não seja mais, essas 7 letras [OFWGKTA] são para sempre". Isto foi amplamente acreditado para ser uma confirmação da dissolução do coletivo. No entanto, no dia seguinte, ele explicou que seu tweet foi mal interpretado e era simplesmente "olhar fotos antigas com amigos e pensar como o tempo voa". No dia seguinte, o membro Earl Sweatshirt escreveu: "Nenhuma simpatia para virgens do sexo masculino que" Os sentimentos sobre Tyler apontando e solidificando o óbvio. " Isso causou um debate na Internet sobre se" o óbvio "estava se referindo à primeira declaração de Tyler ou a sua segunda. Em 30 de junho, Matt Martians aparentemente confirmou a AllHipHop que Odd Future havia realmente quebrado, mas que "não havia dificuldades entre os membros da OFWGKTA"."OFWGKTA" foi listado na conta para Tyler, o 4º Carnaval anual do Criador do evento Flog Gnaw Carnival. [25] O line-up que realizou incluiu Hodgy Beats, Domo Genesis, Mike G e Left Brain. Tyler e Earl não fizeram parte do set devido a Tyler já ter um show solo e Earl ter amicalmente se distanciou de Odd Future em torno do lançamento de seu terceiro álbum I Do not Like Shit, I Do not Go Outside .Durante o Odd Future estabelecido no 4º Carnaval anual de Flog Gnaw, Hodgy Beats chamou Tyler, The Creator no palco sobre sua insatisfação com Tyler, e observando como ele "ficou quebrado" e também ficou visivelmente irritado quando outros membros do Odd Future agradeceram a Tyler para o convite ao carnaval. Tyler respondeu a Hodgy no meio de seu set solo, dizendo: "O mano me pegou fodido. Eu coloquei muitos manos. Eu ajudei muitos dos meus amigos de puta e os manos vão comeu falta? Você sabe de quem eu estou falando, nigga. E sim, isso é real. " Hodgy respondeu a essas observações no Twitter dizendo: "Se não fosse para Odd Future, onde seria Tyler?" e "Pense em quem construiu o nome de juntos como uma unidade. Agora pense em quem tomou a primeira merda inicial em OF". No entanto, um dia depois, um vídeo humorístico Instagram, carregado por Hodgy, apresentou-o e Tyler tentando realizar handstands; possivelmente sugerindo que a disputa tinha sido dissolvida. O vídeo foi posteriormente removido.Em 11 de março de 2016, Syd Tha Kyd anunciou oficialmente sua partida do Odd Future, tornando a Internet apenas um ato relacionado com o rótulo. Ela também afirmou que ela não pensou em si mesma como membro do Odd Future como um grupo de rap desde o início de 2011, quando the Internet se formou. Em 2 de maio de 2016, o grupo confirmou que ainda estão juntos no Twitter.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão
Ano Título Papel Observações
2011 Late Night with Jimmy Fallon Ele próprio executou "Sandwitches" com Hodgy Beats
When I Was 17
Workaholics Extra 1 episódio
Regular Show Blitz Comet
Big Trouble
Voz dos papéis

1 Episódio

2012 Loiter Squad Ele próprio
Punk'd Ele próprio 2 episódios; Nona temporada, Episódios 2 & 4[1]

Diretor[editar | editar código-fonte]

Videoclipes[editar | editar código-fonte]

Ano Música Artista Observações
2010 "Bastard" Tyler, The Creator Creditado como Wolf Haley
Co-dirigido por Taco Bennett
"French!" (com Hodgy Beats)
"VCR"
2011 "Yonkers" Creditado como Wolf Haley
"She" (com Frank Ocean)
"Bitch Suck Dick" (com Jasper Dolphin & Taco)
2012 "Rella" Hodgy Beats, Domo Genesis & Tyler, The Creator
"NY (Ned Flander)" Hodgy Beats & Tyler, The Creator
"Sam (Is Dead)" Domo Genesis & Tyler, The Creator
"F.E.B.N." Trash Talk
2013 "Domo 23/Bimmer" Tyler, The Creator
"Whoa" (com Tyler, the Creator) Earl Sweatshirt
"IFHY/Jamba" (com Pharrell and Hodgy Beats) Tyler, The Creator
"Tamale/Answer"
"Glowing" D. A. Wallach
2015 "Fucking Young/Deathcamp" Tyler, The Creator
2016 "Buffalo/Find Your Wings" (com Shane Powers, Roy Ayers, Syd, and Kali Uchis)
"Perfect" (featuring Kali Uchis and Austin Feinstein)
2017 "Who Dat Boy/911" (com A$AP Rocky)

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

O Music Awards
Ano Trabalho indicado prêmio Resultado
2011 Tyler, The Creator Tweet Mais chocante Indicado[2]
MTV Video Music Awards
Ano Trabalho indicado Prêmio Resultado
2011 Tyler, The Creator Artista Revelação Venceu[3]
Yonkers Vídeo do ano Indicado[4]
MTV2 Sucker Free Awards
Ano Trabalho indicado Prêmio Resultado
2011 Tyler, The Creator Novato do Ano Venceu[5]
Artista mais seguido Venceu[5]

Referências

  1. «Punk'd › Full Episodes». MTV. Consultado em 24 de abril de 2012. Cópia arquivada em 24 de abril de 2012 
  2. «Offbeat, Outrageous, Online». O Music Awards. Consultado em 9 de abril de 2012 
  3. «2011 MTV Video Music Awards | Winners». MTV.com. Consultado em 9 de abril de 2012 
  4. «VMA Music Video of the Year Nominees 2011 | Best Music Video of the Year VMA Winner». MTV. Consultado em 9 de abril de 2012 
  5. a b «Sucker Free | Vote». MTV. Consultado em 9 de abril de 2012