Tyrant (Resident Evil)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Tyrant
Tyrant (Resident Evil).png
Tyrant do Resident Evil de 2002.
Informações gerais
Série de jogos Resident Evil
Primeiro jogo Resident Evil (1996)
Dublador em inglês Gary A. Hecker (Extinction)
Michael McConnohie (Damnation)
Interpretado por Brian Steele (Extinction)

Tyrant é o nome de uma série de chefes da série de jogos eletrônicos Resident Evil produzida pela Capcom, que foi introduzido no primeiro jogo da franquia em 1996. Os Tyrants são supersoldados mortos-vivos biologicamente projetados, criados e utilizados pela Umbrella Corporation. Essas criaturas fazem aparições como chefes na maioria dos jogos da franquia e o desejo de criar uma arma biológica obediente está no cerne da história da série. Os Tyrants também aparecem em outras mídias de Resident Evil, bem como em alguns jogos não relacionados.

Desde a sua estreia, o Tyrant se tornou um dos personagens mais reconhecíveis e populares da série e até mesmo dos jogos em geral. O Tyrant mais particularmente notável é o Nemesis, o personagem-título de Resident Evil III: Nemesis.

Projeto de personagem[editar | editar código-fonte]

Os artistas da Capcom passaram por um processo de tentativa e erro de projetar as criaturas Tyrant e suas transformações. Por exemplo, o T-103 (mais popularmente conhecido como "Mr. X"[1] e às vezes também como "Trenchcoat"[2]) foi originalmente concebido como armado com armas de fogo; em alguns esboços, pode ser visto usando um respirador e vários trajes blindados em vez de um casaco impermeável (havia também outros tipos de casacos, incluindo um casaco de laboratório), e até mesmo sua constituição física geral variou muito (de muito magro a extremamente muscular).[3] O único atributo consistente de todas as variações das criaturas Tyrant parece ser seus grandes corações expostos que geralmente servem como sua única área vulnerável.

Lista de Tyrants[editar | editar código-fonte]

  • T-001
  • T-002
  • T-011
  • T-078
  • T-091
  • T-103
  • Nemesis-T Type
  • Bandersnatch
  • T-A.L.O.S
  • Morpheus D. Duvall
  • Ivan
  • Thanatos
  • T-0400TP
  • Tyrant C
  • Pluto
  • Super Parasite Tyrant
  • Hypnos-T Type
  • Séries não identificadas de Tyrants
  • Gold Tyrant
  • Super Tyrant (Minna to Biohazard Clan Master)

Resident Evil Zero[editar | editar código-fonte]

O Proto Tyrant ou T-001 é a primeira espécie obtida a partir do projeto Tyrant iniciado por William Birkin e Albert Wesker. É uma arma biológica que utiliza um ser humano como base, de forma a aumentar sua capacidade de combate e inteligência suficiente para obedecer ordens. Apesar de ser dotado de uma grande resistência, força e possuir uma grande garra que utiliza para o ataque, o Proto Tyrant é um experimento falho. Ele possui o coração e a medula extremamente expostos, sendo estes seus pontos fracos. Ele é encontrado duas vezes durante o jogo, uma apenas com Rebecca Chambers e outra juntamente de Billy Coen. Nas duas ocasiões, o T-001 foi derrotado.

Resident Evil[editar | editar código-fonte]

O T-002 é o modelo de Tyrant aprimorado a partir das observações feitas com o Proto Tyrant. Esta arma biológica possui o objetivo de ser usado em combate, tendo uma grande força e resistência, além da capacidade de obedecer ordens. É o inimigo mais poderoso do jogo. Originalmente, os primeiros a encontrarem o monstro são Jill Valentine e Barry Burton, na qual o monstro é lento e facilmente derrotável. Na segunda vez, ele se torna mais rápido e sua garra vai aumentando gradativamente. Assim como o Proto Tyrant, ele tem o coração exposto, no lado direito do peito. É visto também por Chris Redfield e Rebecca Chambers, porém, apenas o personagem jogavel aparece em cena durante a luta. Em Resident Evil: Degeneration Mobile, uma variação desse Tyrant é vista com o coração exposto localizado entre a barriga e a região peitoral.

Resident Evil II[editar | editar código-fonte]

O Tyrant T-103 (conhecido como Mr. X pelos fãs) é um modelo de Tyrant criado a partir do T-002. Possui uma maior capacidade de obedecer ordens e foi enviado a Raccoon City para obter a amostra do G-Vírus escondida no pingente de Sherry Birkin. Costuma atacar com socos que causam bastante dano. Assim como seu modelo anterior, quando sofre muitos danos, passa por alterações físicas com o aumento da massa muscular e o crescimento de garras. Ele é visto apenas no cenário B dos personagens. Na sua primeira forma, aparenta ser um humano bem alto com um sobretudo. Já na segunda forma, aparece totalmente mutado e mais forte.

Resident Evil III[editar | editar código-fonte]

Nemesis é o resultado da infusão do parasita NE-Alpha em um Tyrant T-103. A criatura foi desenvolvida pela divisão europeia da Umbrella e foi utilizado para eliminar os membros dos S.T.A.R.S. que permaneceram em Raccoon City. É mais inteligente que um Tyrant comum e pode atacar com golpes normais ou com um lança-foguetes. Em alguns encontros, é possível fugir dele, podendo derrotá-lo também para obter itens especiais se estiver jogando no modo Difícil. Na sua primeira forma, ele persegue Jill Valentine por toda a cidade, podendo usar seus golpes ou o lança-foguetes. Em sua segunda forma, ele inicialmente aparece para Carlos Oliveira, um pouco mais desenvolvido, usando seus tentáculos para atacar. Na sua terceira forma, ele está totalmente diferente e pode até cuspir ácido. No final, ele é derrotado, recebendo tiros de Magnum, em uma pequena cena.

Resident Evil CODE: Veronica X[editar | editar código-fonte]

Em Resident Evil CODE: Veronica X, são conhecidos dois tipos de Tyrants. O primeiro Tyrant é encontrado em grandes quantidades na Ilha Rockfort, chamado de Bandersnatch. Ele é um monstro de coloração amarela, com um braço quase inexistente e outro muito desenvolvido, no qual ele estica para se locomover rapidamente e para atacar os personagens, agarrando a cabeça ou batendo. O outro Tyrant encontrado no jogo é o Tyrant T- 078, com o diferencial de ser um modelo de produção em massa. Ele aparece inicialmente após o jogador derrubar algumas grades perto do Palácio de Alfred Ashford e Alexia Ashford, antes de Claire Redfield voltar ao avião no qual ela iria fugir com Steve Burnside. Em sua segunda aparição, dentro do avião, ele muta e sua garra cresce, tornando a batalha mais difícil. No final, ele é derrubado do avião por uma caixa grande.

Resident Evil: The Umbrella Chronicles[editar | editar código-fonte]

Mais Tyrants são conhecidos neste jogo. Os primeiros são chamados de IVAN, que são um modelo de Tyrant T-103 customizado, com uma grande força, enfrentados em dois momentos do jogo. Ele ataca sempre com os punhos e causa um grande dano nos personagens. Na primeira vez em que encontramos IVAN, enfrentamos apenas um, no cenário "Beginnings II", com o personagem Albert Wesker, como uma espécie de teste de Sergei Vladmir. Na segunda vez em que o encontramos, enfrentamos os dois juntos, no cenário "Dark Legacy II", também com o personagem Albert Wesker. O segundo Tyrant visto no jogo é chamado de T-A.L.O.S (Tyrant Armored Lethal Organic System) que é um Tyrant altamente desenvolvido, com um sistema de controle de inteligência melhorado e um sistema de controle por computador blindado, ou seja, é um Tyrant altamente reforçado, com uma aparência robótica e portando um lança-mísseis. Possui duas formas: a primeira é a citada anteriormente e a segunda possui grandes tentáculos e também ataca usando lazers, que aumentam a dificuldade da luta, pois ele está plugado ao teto e por causa dos seus ataques contínuos, fazem com que o jogador tenha mais dificuldade para atacar.

Resident Evil: The Darkside Chronicles[editar | editar código-fonte]

Outra forma de Tyrant é conhecida neste jogo, denominada Jabberwock, que foi financiada por Javier Hidalgo. Acredita-se que a criação deste monstro foi feita por uma companhia rival à Umbrella, tendo como base o Bandersnatch, porém, com a adição do Vírus T-Verônica. É uma B.O.W. forte e seus ataques causam danos consideráveis. Seu ponto fraco é o coração, porém, este é protegido constantemente pelos braços da criatura, que são imunes ao efeito de projéteis comuns.

Resident Evil: Survivor[editar | editar código-fonte]

Conhecemos outro Tyrant em Resident Evil: Survivor, denominado Hypnos Tyrant, que foi uma tentativa de miniaturização do modelo T-002. Encontrado primeiramente no laboratório em sua primeira forma, ele possui uma resistência semelhante ao Mr. X (T-103). Já no Heliporto, ele se torna mais resistente e muda após um tempo de batalha. Assim como todos os outros modelos, ele muta, crescendo e aumentando as suas garras, deixando-o mais forte.

Resident Evil: Dead Aim[editar | editar código-fonte]

Existem três variações do monstro nesse jogo. O primeiro é o Tyrant T-091: ele é declarado uma das várias subespécies do T-103. Este monstro se diferencia dos outros Tyrants devido aos seus longos tentáculos, que tentam atacar o personagem à longas distâncias. Seu ponto fraco é o coração que fica localizado na parte de trás do pescoço. O segundo Tyrant é o próprio Morpheus, depois de ter injetado em si mesmo o T-Vírus e o G-Vírus misturados (semelhante à William Birkin, contudo, sem o T-Vírus), denominado T-092. No seu primeiro encontro, ele é indestrutível, devido aos efeitos do T-Vírus e do G-Vírus. Perto do fim do jogo, ele é derrotado com a Charged Particle Rifle, a única arma no jogo que consegue afeta-lo. Depois dessa batalha, ele começa a sofrer mutações, na qual seu corpo fica gigante e seu ponto fraco é a cabeça, que fica aparecendo em diversos pontos de seu corpo. O terceiro Tyrant é chamado de Alpha ou Pluto, outra subespécie derivada do T-103. Durante as sessões de tratamento, esse monstro teve seus olhos retirados, o que aumentou sua audição em quase 80%. Depois de sua fuga, os pesquisadores suspenderam os testes para tentar capturá-lo.

Resident Evil: Outbreak File #01[editar | editar código-fonte]

O Tyrant deste jogo é o Thanatos, uma subespécie do Tyrant T-103. Em sua primeira aparição, ele é praticamente invulnerável à tiros, tendo que ser eletrocutado na passagem B, no primeiro andar da Universidade, pois ele é muito ágil e forte. Na sua segunda aparição, ele torna-se vulnerável à tiros, porém, fica muito maior e com sua garra mais forte, podendo dar saltos, com o intuito de atingir o personagem. O jogador deve atirar com a arma mais forte que tem, até poder usar a arma Ampoule Shooter para matá-lo ou usar alguma outra, caso não tenha o item "Daylight" consigo.

Resident Evil: Outbreak File #02[editar | editar código-fonte]

O Tyrant deste jogo é o modelo T-0400 TP, uma subespécie muito semelhante ao T-103 encontrado em Resident Evil II. Ele pode ser de grande ajuda no início, pois segue na frente dos personagens, acabando com os hunters pelo caminho. Porém, após perder o controle, o Tyrant se volta contra os sobreviventes, sendo capaz de causar um grande dano com seus socos. Em sua segunda forma, ele é ainda mais mortífero, contudo, possui, o coração como ponto fraco.

Referências

  1. Jesse Schedeen, Resident Evil: The Many Looks of the Infected, IGN, 14 de setembro de 2011.
  2. The 50 Greatest Video Game Characters | 39. Trenchcoat | Empire. www.empireonline.com. Recuperado em 28 de novembro de 2011.
  3. Capcom, Resident Evil Archives, BradyGames 2005 (página 216).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

.