Tyreese

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Tyreese
Personagem fictícia de The Walking Dead
Tyreese HQ.jpg
Outro(s) nome(s) Tyreese Williams (série de televisão)
Sexo Masculino
Ocupação
  • Vendedor de carros (quadrinhos e série de televisão)
Família Julie (filha nos quadrinhos)
Sasha Williams (irmã na série de TV)
Amigo(s) Rick Grimes (quadrinhos e série de televisão)
Hershel Greene, Carol Peletier (série de televisão)
Status Morto
Criado por Robert Kirkman
Tony Moore
Charlie Adlard
Romance(s) Carol Peletier, Michonne (quadrinhos)
Karen (série de televisão)
Primeira aparição Edição #7 (quadrinhos)
"Made to Suffer" (televisão)
Última aparição Edição #46 (quadrinhos)
Época(s) 2003–2007 (quadrinhos)
2013–2015 (televisão)
Interpretado por Chad Coleman

Tyreese (na série de televisão chamado de Tyreese Williams) é um personagem fictício da série de quadrinhos em preto e branco The Walking Dead, que foi interpretado por Chad Coleman na série de televisão de mesmo nome, produzida e exibida pela AMC.

O personagem apresenta uma versão diferente nos quadrinhos e na série de televisão. Nos quadrinhos, ele é mostrado como um pai dedicado, bem como um lutador e líder natural, servindo de influência para aqueles ao seu redor. No entanto, ele também é uma pessoa muito falha, que sofre de fragilidade emocional. Na série de televisão, ele apresenta algumas características dos quadrinhos, mas sua versão é uma pouco diferente. Enquanto nos quadrinhos sua primeira aparição se dá ainda no início da trama, na série de televisão o personagem só é visto pela primeira vez em meados da terceira temporada, como recorrente, tendo apenas sua irmã, Sasha Williams, como familiar.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Quadrinhos[editar | editar código-fonte]

Tyreese, Julie e Chris encontram-se com o grupo de Rick na estrada, quando o inverno começa a se aproximar.[1] Ele rapidamente se torna um membro essencial para o grupo, proporcionando-lhes força física, bem como as qualidades de liderança, ganhando a confiança de Rick. Em questão de dias, ele e Carol Peletier envolvem-se em um relacionamento romântico, com ele muitas vezes agindo como seu protetor emocional e físico. Ele lutou continuamente contra as travessuras sexuais de Julie e Chris, e exerceu uma tentativa de estabelecer regras básicas para os dois. Pouco tempo após a sua chegada em Wiltshire Estates, a sua relação com Chris se enfraquece e ele, então, leva Chris em uma loja, aparentemente apenas para buscar alimentos, mas deixa-o preso ao chão por uma prateleira que caiu, cercado por mortos-vivos, o que eventualmente causará sua morte.

Após deixarem Wiltshire e fixarem-se em uma prisão abandonada, Tyreese teve a infelicidade de ver Julie ser morto por Chris, em uma tentativa fracassada de se vingar, com Julie tendo sido morto a tiros por Chris, que ainda está vivo. Em um ataque de histeria, Tyreese estrangulou o menino até a morte e seu corpo foi mutilado. Surpreendentemente, ele recupera-se muito rapidamente ao acontecido, para grande confusão e preocupação de Rick. Os dois continuaram a ter um relacionamento forte, com Tyreese muitas vezes dando a Rick orientação e auxiliando-o com várias atividades físicas.

Com a chegada de Michonne, Tyreese vê-se seduzido por ela. Michonne pratica sexo oral nele no ginásio, em certa noite. Inicialmente, Tyreese tentou manter esse novo sentimento fora do conhecimento de Carol, sem saber do fato de Carol haver testemunhado o evento acontecer em primeira mão. Depois de algumas tentativas lamentáveis ​​de competição com Michonne, Carol termina seu relacionamento com Tyreese e obriga-o a mudar-se para um outro bloco de celas, onde ele continuou a ver Michonne, ainda que em vão, por conta de seu arrependimento por ter perdido Carol. Carol, em última análise, tenta cometer suicídio cortando seus pulsos, que logo depois leva a uma violenta discussão entre ele e Rick. Este evento marcou o ponto em que a sua estreita amizade com o líder foi cortada.

Quando o resto do grupo decide que Rick é incapaz de levar a liderança adiante, Tyreese mais tarde passou a fazer parte do Conselho de decisão, juntamente com Hershel Greene e Dale Horvath. Seu relacionamento com Rick continua a ser tenso, no entanto, os dois ainda conseguem cooperar e trabalhar uns com os outros em vários momentos. Dentro do tempo em que Rick vai embora da prisão com Glenn e Michonne, Tyreese e Carl Grimes desenvolvem um vínculo estreito, com Carl olhando Tyreese quase como um pai substituto. Em troca, Tyreese foi extremamente protetor sobre ele, muitas vezes reconfortando Carl quando ele duvidou da liderança de Rick.

Como o grupo está se preparando para a guerra contra Woodbury, Tyreese leva um punhado de pessoas a um posto da Guarda Nacional, nas proximidades, onde Woodbury busca muitos de seus suprimentos. Eles são quase todos emboscados por homens do Governador.

Tyreese torna-se extremamente abalado ao testemunhar Carol se matar na frente do grupo. No entanto, a sua tristeza rapidamente se transforma em raiva e pena, por causa de como ele viu o suicídio como um ato patético. No entanto, sua morte leva-o mais profundamente para os braços de Michonne. Durante o ataque à prisão, ele e Michonne lutam juntos contra Woodbury, apenas para serem emboscados e Tyreese ser capturado e levado como refém. O Governador planejava usá-lo como alavanca para ganhar acesso à prisão, no entanto, quando isso falha, Tyreese é lento e brutalmente decapitado na frente do grupo. Na sequência da batalha, Michonne mata sua cabeça reanimada.

Seu papel como um forte defensor do grupo e homem geralmente justo teve uma impressão duradoura sobre os sobreviventes após o ataque do Governador, que resultou em sua morte. Michonne refere-se a ele em diversos momentos, o que significa que Tyreese teve um impacto emocional duradouro sobre a personagem, maior do que seus outros companheiros sobreviventes. Glenn lembrou a história de sua sobrevivência milagrosa no ginásio da prisão, quando o grupo recebeu as boas-vindas de vários cidadãos de Alexandria.

Série de TV[editar | editar código-fonte]

Tyreese sendo interpretado por Chad Coleman, na série de televisão.

Terceira Temporada[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: The Walking Dead (3ª temporada)

A primeira aparição de Tyreese se dá no episódio Made to Suffer, na terceira temporada. Ele é apresentado como sendo de Jacksonville, na Flórida, junto com sua irmã Sasha (que é existente apenas na série televisiva). Ele e Sasha se escondem no porão da casa de um vizinho, quando o surto ocorre, onde permanecem por alguns meses até os mantimentos se esgotarem. Ao sair do porão por conta própria, junto com Sasha, ele se depara com um outro grupo de sobreviventes, juntando-se a eles. O acampamento é destruído e pouco a pouco o grupo é reduzido, com a morte de seus integrantes, até que resta apenas ele, sua irmã Sasha, e uma família de três pessoas, Allen, Donna, e seu filho adolescente Ben. Os cinco passam a sobreviver escondidos na floresta.[2]

Tyreese e seu grupo descobrem a prisão por acaso, ao esgueirar-se, através do lado exposto do edifício. Eles são recebidos por Carl, Hershel, Carol e Beth, mas logo são trancados em uma cela por Carl, enquanto Rick e outros estão fora em Woodbury. Donna, que foi atacada e mordida por um zumbi na floresta, sucumbe a sua infecção e morre, e Tyreese toma para si a tarefa de evitar a reanimação, destruindo-lhe o crânio com seu martelo. No episódio "O Rei do suicídio", enquanto eles estão no processo de enterrar Donna, Allen propõe emboscar o grupo e assumir o controle da prisão, enquanto Tyreese refuta a ideia, reconhecendo que, apesar das circunstâncias, todos ali são boas pessoas. Quando Rick retorna de Woodbury, sua instabilidade mental obriga Tyreese e seu grupo a se retirar da prisão.

Eles permanecem na floresta, nas proximidades da prisão, até que são eventualmente descobertos no episódio "Eu não sou um Judas", por Andrea e Milton, que os levam para Woodbury. O Governador recebe-os de braços abertos, já que eles estiveram na prisão e conhecem o interior dela. Tyreese concorda em descrever o layout da prisão. No episódio "Prey", ele e seu grupo são mostrados se instalando na cidade, todos os quatro assumindo papéis ativos dentro da comunidade. Tyreese e Sasha servem como guardas da comunidade. Enquanto eles estão vigiando o portão principal de Woodbury, Andrea revela-lhes que o Governador tem feito coisas terríveis e está planejando o pior. Tyreese permite que Andrea escape por cima do muro. Ele é posteriormente levado para ajudar a recolher os zumbis cativos, e entra em um conflito pessoal com Allen. Mais tarde, ele questiona o Governador sobre o uso dos zumbis, mas o Governador lhe assegura que eles são usados ​​apenas como uma tática de medo.[2]

No episódio "Welcome to the Tombs", Allen é recrutado como parte do exército do Governador para a guerra contra o grupo de Rick. O Governador tenta recrutar Tyreese e Sasha também, porém eles afirmam não desejar se envolver com o derramamento de sangue e pedem para ficar em Woodbury, mantendo a vigilância no portão principal. Allen, assim como a maioria dos outros cidadãos de Woodbury que foram lutar, são mortos a tiros pelo Governador após seu ataque falhar. A única sobrevivente do massacre, Karen, é encontrada por Rick, Daryl e Michonne e os orienta até chegar em Woodbury, onde Tyreese está vigiando. Ele deixa todos entrar, após Karen afirmar quye o Governador matou todo o exército e fugiu. Tyreese guia Rick, Michonne e Daryl até uma sala, onde encontram Andrea mordida e Milton morto. Ele permanece do lado de fora da sala, enquanto Andrea suicida-se. Após todos os acontecimentos, Tyreese concorda em se juntar ao grupo de Rick e mudar-se para a prisão, assim como Sasha e os outros sobreviventes de Woodbury.[2]

Quarta temporada[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: The Walking Dead (4ª temporada)

Na 4ª Temporada, Tyreese é mostrado tentando se adaptar à vida na prisão. Ele está em um relacionamento romântico com Karen, além de ser um dos que frequentemente procuram por mantimentos em lugares nas redondezas. Depois de uma busca por alimentos, ao voltar para a prisão, ele descobre que Karen está doente, possivelmente com uma forte gripe. Ao ir visitá-la em sua cela, ele descobre que ela e outro sobrevivente foram assassinados e queimados. Quando Rick e Daryl tentam acalmá-lo, ele ataca-os com raiva, pedindo-lhes para encontrar quem matou Karen. Ao saber que sua irmã, Sasha, também está gravemente doente, ele decide acompanhar Daryl, Michonne e Bob em busca de remédios em uma antiga faculdade, distante aproximadamente 80 quilômetros da prisão. Durante a viagem até o local, o grupo é atacado por um grande número de zumbis (aproximadamente 7 mil), que cercam o carro onde eles estão e impede que o veículo saia do lugar. Com a situação, Daryl, Michonne e Bob decidem abandonar o carro e fugir a pé, mas Tyreese, amargurado e ainda entristecido pela morte de Karen, não reage e permanece dentro do veículo. Curiosamente, Tyreese consegue escapar vivo dos zumbis. Após encontrarem os medicamentos para os doentes, Tyreese, Daryl, Michonne e Bob voltam a prisão. A essa altura, Rick já descobriu que Carol foi quem matou Karen e o outro sobrevivente e a expulsa da prisão. Quando Rick decide contar a Tyreese que Carol (alguém em quem Tyreese confiava) foi a assassina, o Governador inicia o ataque contra a prisão, usando Michonne e Hershel como reféns. Tyreese luta bravamente contra o grupo do Governador, que tenta tomar a prisão e matar todos os sobreviventes que lá estão. Ele quase é morto por Alisha, membro do grupo inimigo, mas é salvo pelas irmãs Lizzie e Mika Samuels (crianças). Tyreese abandona a prisão, destruída, e foge para a floresta, levando consigo as duas irmãs, Lizzie e Mika, além do bebê Judith, filha de Rick e Lori. Na floresta, ele precisa lidar com a tensão provocada pela ameaça dos zumbis, além de estar carregando Judith, que por ser um bebê, acaba atraindo os zumbis com o barulho de seu choro. Soma-se a isso a instabilidade emocional das irmãs Lizzie e Mika Samuels, que também é notável. Em certo momento, Tyreese deixa Judith sob os cuidados de Lizzie, enquanto tenta ajudar dois homens desconhecidos a se livrarem de zumbis. Depois de matar os mortos-vivos e presenciar a morte dos dois homens, ele reencontra Carol, que reaparece salvando as duas irmãs e o bebê de zumbis que as haviam atacado. Tyreese fica muito feliz ao ver que Carol está viva, mas ainda não sabe que ela foi a responsável pela morte de Karen. Ele, junto de Carol, Lizzie, Mika e Judith seguem para um local desconhecido, chamado Terminus, onde possivelmente existe abrigo e proteção contra os zumbis.[3] Posteriomente, Tyreese, Carol e as meninas vao para uma casa encontrada em um campo. No local, ele concorda com Carol em executar Lizzie, ao perceber a instabilidade mental sofrida pela garota. Ao saber de Carol que foi ela quem matou Karen, sua namorada, e David, Tyreese reluta contra seus sentimentos, mas acaba perdoando a companheira pelo feito, embora diga-se indisposto a esquecer o ocorrido. Ele é visto pela última vez ao lado de Carol e Judith, no caminho para Terminus.[4]

Quinta temporada[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: The Walking Dead (5ª temporada)

Na estréia da temporada "No Sanctuary", Tyreese, Judith e Carol continuam andando pelas trilhas em direção a Terminus, embora Tyreese ainda está em choque por causa das ações de Lizzie. Eles são obrigados a evitar uma manada de zumbis que foi em direção a Terminus, e vão para uma casa no meio da floresta. Lá eles encontram Martin, um morador de Terminus, falando em um rádio sobre os pertences de Carl e de Michonne. Tyreese faz Martin de refém enquanto Carol vai para Terminus para resgatar seus amigos, destruindo a comunidade no processo. Em um momento de distração, Martin agarrou Judith na tentativa de fugir escapar, e Tyreese o detém. Mais tarde Tyresse e Judith se reúnem com os demais. Ele diz a Carol que ele matou Martin. O grupo continua viajando para longe de Terminus e Tyreese diz a Carol que ele não quer que os outros saibam sobre Lizzie e Mika, querendo esquecê-las. O grupo encontra o Padre Gabriel, que lhes oferece abrigo em sua igreja. Daryl, Carol e Bob desaparecem misteriosamente, e o grupo os procura. Bob reaparece na frente da igreja com a perna amputada e diz que foi Gareth e os outros sobreviventes do Terminus. Bob também foi mordido por um zumbi, por isso Tyreese tenta encorajar Sasha para ficar com ele até o fim. Sasha decide ir com Rick e os demais até Gareth para os matar, e Tyresse fica na igreja com Bob, Carl, Rosita, Gabriel e Judith. No entanto Gareth, com Martin ainda vivo e o resto do seu grupo, entram na igreja para fazer mais vítimas, mas o grupo de Rick reaparece e matam todos. Depois de Bob morrer, Tyrees evita sua reanimação e o enterra junto a Gareth, Martin e o resto.

Daryl e Noah aparecem na igreja e dizem aos demais que Beth está viva em um hospital em Atlanta, e que Carol também está lá. Tyreese vai com Rick, Daryl, Sasha e Noah para recuperar Beth e Carol. Quando Rick faz um plano para matar a maior parte da polícia, Tyreese sugere capturar dois dos subordinados de Dawn e trocá-los por Beth e Carl. Eles capturam três policiais, porém um foge e Rick o mata. Tyreese também tenta ajudar Sasha que ainda está abalada com a morte de Bob Stookey, seu ex-namorado. Numa conversa de Tyreese com Sasha, ele revela a ela que não matou Martin, e acredita que a sua natureza de bom coração é a razão para tanto de seus erros, dizendo que eles ainda são os mesmos. Sasha rejeita isso, dizendo que ele é o mesmo, mas ela não pode ser a mesma depois da morte de Bob. Ele vai com os demais até o hospital para fazer a troca dos dois oficiais por Beth e Carol. Dawn exige que Noah fique no hospital, e numa discussão, Beth acidentalmente é morta por Dawn, que por sua vez é morta por Daryl. Os demais que estavam na igreja, em seguida chegam e se deparam com o corpo sem vida de Beth nos braços de Daryl.

Na estréia da mid-season "What Happened and What's Going On", Tyreese vai com os sobreviventes até a casa de Noah. Ele está olhando para as fotos dos familiares de Noah quando ele é mordido pelo irmão mais novo do mesmo, que havia se tornado um zumbi. Antes de morrer, ele tem alucinações e conversas com Beth, Bob, Lizzie e Mika que tentam confortá-lo, e também com Martin e com o Governador, que ficam ameaçando-o. Rick e Michonne tentam salvá-lo e cortam o seu braço para a infecção não se espalhar, mas Tyreese morre por perda de sangue enquanto está no carro e Beth, Bob, Lizzie e Mika asseguram-lhe que está tudo bem. Depois de morrer, e ele é enterrado com sua touca sobre sua cruz [5].

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Referências

  1. The Walking Dead # 7 (2004)
  2. a b c Wetpaint. «Tyreese». Consultado em 30 de abril de 2014 
  3. Wetpaint (14 de março de 2014). «The Walking Dead Season 4 Episode 14 Recap: Lizzie Loses Her Mind, Carol Loses Everything in "The Grove" (em português: The Walking Dead Season 4 Episode 14 Recap: Lizzie perde a cabeça, Carol perde tudo em "The Grove")». Consultado em 24 de abril de 2014 
  4. Wetpaint (16 de março de 2014). «The Walking Dead Season 4: Carol Tells Tyreese She Killed Karen — How Does He React? (em português: The Walking Dead 4ª temporada: Carol diz a Tyreese que ela matou Karen - Como ele reagiu?)». Consultado em 30 de abril de 2014 
  5. «R.I.P. Tyreese». 09 de fevereiro de 2015. Consultado em 10 de fevereiro de 2015  Verifique data em: |data= (ajuda)