Ubiratan Aguiar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ubiratan Aguiar
Ubiratan Aguiar
Foto:Elza Fiúza/ABr
Ministro do Tribunal de Contas da União
Mandato: 2 de maio de 2001
até 5 de agosto de 2011
Nomeação por: Fernando Henrique Cardoso
Antecessor(a): Ademar Ghisi
Sucessor(a): Ana Arraes
Deputado federal do  Ceará
Mandato: 1º de fevereiro de 1987
até 2 de maio de 2001
(4 mandatos consecutivos)
Deputado estadual do  Ceará
Mandato: 1979 a 1987
(2 mandatos consecutivos)
Dados pessoais
Nascimento: 7 de setembro de 1941 (77 anos)
Cedro, CE
Esposa: Terezita Aguiar
Alma mater: Universidade Federal do Ceará

Ubiratan Diniz de Aguiar (Cedro, 7 de setembro de 1941) é um político brasileiro.

Política[editar | editar código-fonte]

Filho de Araquém Sendrim de Aguiar e de Maria Diniz de Aguiar. Formou-se em Direito pela Universidade Federal do Ceará. Casado com Terezita Aguiar, tem quatro filhas, Neyrta, Neyrla, Neyara e Neyriane, assim como oito netos. Pela Arena, foi eleito vereador de Fortaleza em 1967 e foi Secretário de Administração da prefeitura de Fortaleza de 1970 a 1973. Após um período na iniciativa privada, elege-se deputado estadual em 1978 pela Arena, reelegendo-se, já pelo PDS em 1982. Foi Secretário de Educação do Estado do Ceará.[1]

Em 1986 elege-se deputado federal, agora pelo PMDB, tornando-se constituinte. Seria reeleito por mais três vezes seguidas. Em 1994 filia-se ao PSDB. Presidiu a Comissão de Educação e Cultura da Câmara entre 1989 e 1990.

TCU[editar | editar código-fonte]

Com a aposentadoria do ministro Ademar Ghisi em 2001, coube a Câmara dos Deputados indicar o substituto a vaga. Houve três candidatos, e por votação secreta, Ubiratan venceu com 196 votos, contra os 163 votos dados ao deputado Átila Lins (PFL-AM) e 101 votos ao deputado Renato Vianna (PMDB-SC).[2] Sua indicação foi confirmada no Senado Federal, também por votação secreta, por 62 votos a favor, 2 contra e uma abstenção.[3] Renunciou ao mandato de deputado federal para assumir o novo cargo em 2 de maio de 2001. Aposentou-se do cargo em 5 de agosto de 2011.[4]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

Precedido por
José Augusto Bezerra
Academia Cearense de Letras Emblema.png Atual Presidente da
Academia Cearense de Letras

2017 —
Sucedido por
-