Uli Hoeneß

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ulrich "Uli" Hoeneß
Uli Hoeneß em 2013
Nome completo Uli Hoeneß
Conhecido(a) por Presidente do FC Bayern de Munique
Nascimento 5 de janeiro de 1952 (67 anos)
Ulm, Alemanha Ocidental
Nacionalidade Alemã
Ocupação Empresário

Ulrich "Uli" Hoeneß (nascido em 5 de janeiro de 1952 em Ulm, Baden-Württemberg) é um dirigente e ex-futebolista alemão que atuava como atacante. Atualmente é o presidente do Bayern de Munique.

Foi presidente do conselho de administração do Bayern entre 4 de março de 2010 e 14 de março de 2014, retornando a presidência do clube posteriormente, em novembro de 2016.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

Sendo jogador profissional do Bayern de Munique (1970–1979), sagrou-se campeão do mundo em 1974 e posteriormente ganhou a Eurocopa de 1972. Também ganhou três Liga dos Campeões da UEFA, uma Copa Intercontinental (1976), três Campeonatos Alemães e uma Copa da Alemanha com o Bayern de Munique. Também disputou as Olimpíadas de Munique de 1972.[2]

Hoeneß ficou famoso por fazer parte da Seleção Alemã que venceu a Copa do Mundo de 1974, derrotando na final a poderosa Seleção Holandesa. Uli Hoeneß iniciou a carreira no Bayern de Munique em 1970, e logo em sua primeira temporada o clube foi campeão da Bundesliga. Ficou no clube até 1976, quando transferiu-se para o Nürnberg. Voltou ao Bayern um ano depois para encerrar a carreira.

Como dirigente[editar | editar código-fonte]

Hoeneß esteve no cargo de presidente desde 2009, quando sucedeu a Franz Beckenbauer. Durante a sua presidência, o Bayern Munique conquistou duas Bundesliga e Taça da Alemanha, ambas em 2009-2010 e 2012-2013 e duas Supertaças germânicas (2010-2011 e 2012-2013), além da presença na final da Liga dos Campeões da UEFA 2011/2012, perdida em casa nas grandes penalidades para os ingleses do Chelsea. Porém, a equipe viria a ser campeã na temporada seguinte (2012/2013).

Uli Hoeneß foi destacado como inovador dentro da Bundesliga, especialmente no âmbito das televisões. Foi nomeado varias vezes "Executivo do Ano". Faz parte do "Salão da Fama" dos esportistas alemães.[1]

Hoeneß foi reconduzido à presidência do Bayern Munique, num mandato até 2015. Em 13 de março de 2014, foi condenado a cumprir a pena de três anos e seis meses de prisão por fraude fiscal, tendo anunciado o abandono da liderança do clube bávaro, cargo no qual vai ser sucedido por Herbert Hainer, presidente da adidas.[3]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Clube[editar | editar código-fonte]

Bayern de Munique

Alemanha

Referências