Um Lugar ao Sol (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde julho de 2012). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


A Place in the Sun
Um Lugar ao Sol (PT/BR)
Liz Taylor e Montgomery Clift, em cena do filme
 Estados Unidos
1951 •  p&b •  122 min 
Direção George Stevens
Produção George Stevens
Roteiro Harry Brown / Michael Wilson
Elenco Montgomery Clift
Elizabeth Taylor
Shelley Winters
Anne Revere
Género Drama
Música Franz Waxman
Direção de arte Hans Dreier e Walter H. Tyler
Direção de fotografia William C. Mellor
Edição William Hornbeck
Companhia(s) produtora(s) Paramount Pictures
Distribuição Paramount Pictures
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Um Lugar ao Sol[1][2] (A Place in the Sun) é um filme estadunidense de 1951, um drama, realizado por George Stevens e com roteiro baseado em livro de Theodore Dreiser.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

George Eastman é um jovem com vontade de triunfar na vida, e que acaba por ir trabalhar na fábrica do seu tio. Ele julga que este trabalho pode levá-lo a um futuro melhor, mas apesar de ter sido alertado para não se envolver com nenhuma funcionária da fábrica, ele começa por se encontrar com Alice Tripp, uma rapariga humilde que trabalha na linha de montagem.

Ele finalmente chega à alta sociedade e acaba por se apaixonar por Angela Vickers, uma rica e bela rapariga, sendo correspondido. Desta maneira, decide distanciar-se de Alice, que não aceita esta situação, principalmente quando descobre que está grávida. Ele acredita que a rapariga pode acabar com os seus planos de ascensão social e planeja matá-la.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Principais prémios e nomeações[editar | editar código-fonte]

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o

Óscar 1952 (EUA)

Globo de Ouro 1952 (EUA)

  • Venceu na categoria de melhor filme – drama.
  • Indicado nas categorias de melhor fotografia - preto e branco, melhor diretor e melhor atriz de cinema - drama (Shelley Winters).

Festival de Cannes 1951 (França)

  • Indicado ao grande prêmio do festival.

Referências