Uma Paixão no Deserto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Une passion dans le désert
Uma paixão no deserto
Autor(es) Honoré de Balzac
Idioma Francês
País  França
Série Scènes de la vie militaire
Editora La Revue de Paris
Lançamento 1830
Edição portuguesa
Tradução Marina Duarte
Editora Tempus
Lançamento 1995
Páginas 50
Edição brasileira
Tradução Lúcia Machado de Almeida
Editora Edições Paulinas
Lançamento 1988
Páginas 97
ISBN 8505008006
Cronologia
Les Chouans
Le Médecin de campagne

Une passion dans le désert é uma breve novela de Honoré de Balzac publicada em 1837 nas edições Delloye et Lecou no tomo XVI dos Estudos filosóficos de "A Comédia Humana". Balzac já havia publicado uma versão em 1830 na "Revue de Paris". É considerada uma das suas melhores narrativas breves.[1]

A batalha das Pirâmides serve de ponto de partida, cuja sequência se desenrola durante a expedição do Alto Egito. "Episódio de uma epopéia que se poderá intitular Os franceses no Egito (...) Durante a expedição organizada pelo General Desaix no Alto Egito, um soldado cai em mãos de magrebinos (sic) e é levado por esses árabes para além das cataratas do Nilo. Nesse momento, Bonaparte percorria o Egito."[2]

Resumo[editar | editar código-fonte]

O soldado perdido no deserto acha refúgio em uma gruta e consegue domesticar uma pantera pela qual sente alguma forma de amor. Como única companhia no deserto, o homem projeta emoções humanas na fera, com quem vive em miraculosa harmonia. Um dia, contudo, um gesto brusco lhe dá a impressão de que o animal vai devorá-lo e ele o apunhala. Ele se apercebe tardiamente de que o gesto era um sinal de afeição da parte do animal. O narrador é um homem que, um dia, encontrou o soldado. Ele conta a história a sua companheira.

Referências

  1. Honoré de Balzac. "A comédia humana". Org. Paulo Rónai. Porto Alegre: Editora Globo, 1954. Volume XII
  2. Une passion dans le désert, Bibliothèque de la Pléiade, 1978, t.III, p.1219 ISBN 207010866X

Ligações externas[editar | editar código-fonte]