Uncial 069

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Manuscritos do Novo Testamento
PapirosUnciaisMinúsculosLecionários
Uncial 069
Texto Evangelho segundo Marcos
Data século V dC
Escrito grego
Achado Oxirrinco
Agora está Instituto Oriental da Universidade de Chicago
Tamanho 8 x 4,5 cm
Tipo Texto-tipo Bizantino
Categoria III
Nota concorda com o Códice Alexandrino A.

Uncial 069 (Gregory-Aland) ε 12 (von Soden) é um manuscrito uncial grego do Novo Testamento, datado paleograficamente no século V dC.

Este manuscrito é parte dos Papiros de Oxirrinco (POxy 3).

Descrição[editar | editar código-fonte]

O manuscrito contém uma parte bem pequena do Evangelho segundo Marcos 10:50.51; 11:11.12, em uma folha (8 cm by 4,5 cm). O texto está escrito em uma única coluna por página, com 25 linhas por página[1] em uma letra caligráfica uncial[2] . As letras A e M não são tipicamente egípcias [3] .

A nomina sacra[a] estão escritas de forma abreviada.

Texto[editar | editar código-fonte]

Recto
ιμ]ΑΤΙΟ
[αυτου α]ΝΑΣΤΑΣΗΛ
ΘΕΝΠΡΟΣΤΟΝΙΝ
ΚΑΙΑΠΟΚΡΙΘΕΙΣΛε[?]
ΓΕΙΑΥΤΩΟΙΣΤΙΘ[ε]
ΛΕΙΣΠΟΙΗΣΩΣΟ[ι]
ΟΔΕΤΥΦΛΟΣΕΙ[πεν]
Verso
Και[περι βλεψαμε]
ΝΟΣΠΑΝ[τα οψι]
ΑΣΗΔΗΟΥΣΗΣΤΗ[ς]
ΩΡΑΣΕΞΗΛΘΕΝ
ΕΙΣ ΒΗΘΑΝΙΑΝ ΜΕ
[τ]ΑΤΩΝΔΩΔΕΚΑ
[k]ΑΙΤΗΕΠΑΥΡΙΟΝ[3]

O texto grego do códice é representativo do Texto-tipo Bizantino. Aland colocou-o na Categoria III.[1] . Ele concorda com o Codex Alexandrinus e a parte sobrevivente também concorda com o Textus Receptus[2]

Possivelmente pertence à família Família Π, mas o texto é muito curto para haver certeza.

História[editar | editar código-fonte]

O manuscrito foi descoberto pelo egiptologista Bernard Grenfell (1869-1926) e o papirologista Arthur Hunt (1871-1934). Ele foi presenteado à Universidade de Chicago no início do século XX dC, onde se encontra até hoje, no Oriental Institute (2057)[1] .

Veja também[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]

[a] ^  Nomina sacra significa "nomes sagrados" em latim. O termo é utilizado para referenciar tradições de abreviação de nomes ou títulos divinos que ocorrem frequentemente nas escrituras sagradas em grego. Ver artigo «nomina sacra» na Wikipédia em inglês.

Referências

  1. a b c Aland & Aland, Kurt & Barbara. The Text of the New Testament: An Introduction to the Critical Editions and to the Theory and Practice of Modern Textual Criticism: Trad. por Erroll F. Rhodes (em inglês). Grand Rapids, Michigan: William B. Eerdmans Publishing Company, 1995. 119 p..
  2. a b B. P. Grenfell & A. S. Hunt. (1898). "Oxyrhynchus Papyri" (em inglês) I: 7. Página visitada em 24/08/2010.
  3. a b Gregory, C. R.. Textkritik des Neuen Testaments (em inglês). Leipzig: [s.n.], 1900. 68 p. vol. I. Página visitada em 24/08/2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Imagens (em inglês). Goodspeed Manuscript Collection. Página visitada em 24/08/2010.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Merrill Mead Parvis, The Story of the Goodspeed Collection (Chicago, 1952), pp. 3-4., em inglês
  • New Testament manuscript traditions. An exhibition based on the Edgar J. Goodspeed Collection of the University of Chicago Library, the Joseph Regenstein Library, January-March, 1973. University of Chicago. Library. Dept. of Special Collections. Exhibition catalogs (Chicago, 1973), 36., em inglês.