União Internacional de Arquitetos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Abril de 2013). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

União Internacional dos Arquitetos (Francês: Union internationale des Architectes, UIA) é uma organização não-governamental com sede em Paris, França, fundada em Lausanne, na Suíça, em 28 de junho de 1948, logo após o final da II Guerra Mundial, com o objectivo de unir e representar os arquitetos de todo o mundo, sem olhar a questões de nacionalidade, raça, religião ou opção arquitetônica, bem como de federar as suas organizações nacionais.[1][2]

Com 27 delegações presentes na sua primeira assembleia de 1948, a UIA federa hoje organizações profissionais de 123 países e territórios que representam mais de 3,2 milhões de arquitetos em todo o mundo. É reconhecida como a única organização mundial de arquitetura pelas agências das Nações Unidas, incluindo a UNESCO, a UN–Habitat, o ECOSOC, a UNIDO, a OMS e a OMC.[3][4] Seu atual presidente é Thomas Vonier, dos Estados Unidos, cujo mandato vai até 2020.[5]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Desde 1961 a UIA concede quatro prêmios tri-anualmente:[6]

  • Prêmio Auguste Perret, para a tecnologia aplicada à arquitetura;
  • Prêmio Sir Patrick Abercrombie, do desenvolvimento urbano ou territorial;
  • Prêmio Jean Tschumi, à crítica arquitetônica ou ensino de arquitetura;
  • Prêmio Sir Robert Matthew, para melhorar a qualidade dos assentamentos humanos.

Medalha de Ouro da UIA[editar | editar código-fonte]

Desde 1984, a organização também concede a Medalha de Ouro da UIA (UIA Gold Medal) em homenagem a um arquiteto (ou grupo de arquitetos) destacado por seu trabalho e prática profissional pela qualidade dos serviços prestados para a humanidade e a sociedade.[6] Os últimos vencedores foram:

Año Arquitecto País
1984 Hassan Fathy  Egito
1987 Reima Pietilä  Finlândia
1990 Charles Correa  Índia
1993 Fumihiko Maki  Japão
1996 Rafael Moneo Flag of Spain.svg Espanha
1999 Ricardo Legorreta Vilchis  México
2002 Renzo Piano  Itália
2005 Tadao Ando  Japão
2008 Teodoro González de León  México
2011 Álvaro Siza Vieira Portugal Portugal
2014 Ieoh Ming Pei  China  Estados Unidos
2017 Toyo Ito [7]  Japão

Congressos[editar | editar código-fonte]

Selo e Bloco comemorativo da URSS de 1958 dedicado ao 5º Congresso Mundial de Arquitetura
Selo da URSS de 1958 dedicado ao 5º Congresso Mundial de Arquitetura
Bloco comemorativo da URSS de 1958 dedicado ao 5º Congresso Mundial de Arquitetura

A UIA convoca o Congresso Mundial de Arquitetos a cada três anos, cada um organizado por uma seção de membros da UIA que concorre à honra. A Assembleia Geral da UIA se reúne durante o Congresso Mundial de Arquitetos, para conduzir os negócios da União e para eleger oficiais da UIA por um período de três anos.[8]

Os países lusófonos já sediaram o 3º Congresso, em 1953, quando aconteceu em Lisboa, e a próxima edição, o 27º Congresso, acontecerá no Rio de Janeiro em 2020.

Os antigos congressos foram:

AnoLocal
Tema
1948Suíça LausanneArchitecture Faced with its New Tasks
1951Marrocos RabatHow Architecture is Dealing with its New Tasks
1953Portugal Lisboa Architecture at the Crossroads
1955 Países Baixos Haia Architecture and the Evolutions of Building
1958 União Soviética Moscou Construction and Reconstruction
1961 Reino Unido Londres New Techniques and New Materials
1963 Cuba Havana Architecture in Underdeveloped Countries
1965 França Paris The Training of Architects
1967 Checoslováquia Praga Architecture and the Human Milieu
10º 1969 Argentina Buenos Aires Architecture as a Social Factor
11º 1972 Bulgária Varna Architecture and Leisure
12º 1975 Espanha Madri Creativity and Technology
13º 1978 México Cidade do Mexico Architecture and National Development
14º 1981 Polónia Varsóvia Architecture, Man, Environment
15º 1985 Egito Cairo Present and Future Missions of the Architect
16º 1987 Reino Unido Brighton Shelter and Cities - Building Tomorrow's World
17º 1990 Canadá Montreal Cultures and Technologies
18º 1993 Estados Unidos Chicago Architecture at the Crossroads - Designing for a Sustainable Future
19º 1996 Espanha Barcelona Present and Futures. Architecture in Cities
20º 1999 China Pequim Architecture of the 21st Century
21st 2002 Alemanha Berlim Resource Architecture
22nd 2005 Turquia Istambul Grand Bazaar of Architectures
23rd 2008 Itália Turim Transmitting Architecture
24º 2011 Japão Tóquio DESIGN 2050 Beyond disasters, through Solidarity, towards Sustainability
25º 2014 África do Sul Durban Architecture otherwhere
26º 2017 Coreia do Sul Seul Soul of City
27º 2020 Brasil Rio de Janeiro All Worlds. One World. Architecture in the 21st Century.[9]
28º 2023 Dinamarca Copenhague/Copenhaga Design for a Sustainable Future

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre União Internacional de Arquitetos

Referências

  1. «what is UIA?». International Union of Architects. Consultado em 15 de abril de 2013. Arquivado do original em 1 de maio de 2013 
  2. UIA homepage Arquivado em 2009-10-09 no Wayback Machine.
  3. UIA homepage: prizes Arquivado em 2009-10-09 no Wayback Machine.
  4. https://web.archive.org/web/20171113094345/http://www.uia-architectes.org/en/exercer/nouvelles/10563#.WglpeXso90s
  5. «About us» (em inglês). UIA. Consultado em 31 de agosto de 2019 
  6. a b UIA homepage: prizes
  7. «Toyo Ito, ganador de la Medalla de Oro UIA 2017». Plataforma Arquitectura (em espanhol). 29 de julio de 2017. Consultado em 1 de febrero de 2018  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  8. «UIA World Congress» (em inglês) 
  9. https://web.archive.org/web/20171113094345/http://www.uia-architectes.org/en/exercer/nouvelles/10563#.WglpeXso90s