União Sport Clube Paredes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Paredes
USC Paredes.gif
Nome União Sport Clube Paredes
Fundação 13 de dezembro de 1924 (95 anos)
Estádio Cidade Desportiva de Paredes
Capacidade 3.500
Localização Paredes
Presidente Portugal Manuel Cardoso
Treinador Portugal Eurico Couto
Patrocinador Pizzarias Ricardo
Material (d)esportivo Peba
Competição AF Porto
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

O União Sport Clube Paredes é um clube português localizado no concelho de Paredes, distrito do Porto. O seu actual presidente é Filipe Freitas. Os seus jogos em casa são disputados no Estádio das Laranjeiras.

A equipa conta com várias camadas, inclusive no futsal.

Histórico (inclui 07/08)[editar | editar código-fonte]

Nº Presenças Títulos
Temporadas na 1ª 0
Temporadas na 2ª 0
Temporadas na 2ªB 20
Temporadas na 3ª 17
Taça de Portugal -
Taça da Liga 0

Classificações[editar | editar código-fonte]

Palmarés[editar | editar código-fonte]

História[editar | editar código-fonte]

O clube foi fundado em 13 de Dezembro de 1924.

A origem do nome tem várias vertentes:

  • União, pela união de esforços;
  • Paredes, pela localidade.

O clube surge da fusão de vários clubes de menor dimensão: o Aliança, o Comercial e o Paredense. Em 1924 por iniciativa do padre Marcelino da Conceição, Evaristo Soares Leal e Delfim da Costa, foi conseguida a fusão dos 3 clubes que na altura juntaram aproximadamente 400 associados em volta desse novo projecto.

Apenas dois anos depois o recém-formado União conquista o seu primeiro título ao vencer o primeiro e único campeonato do concelho Paredes - Valongo em 1926. Esta prova fazia à data parte da 2 Divisão do Campeonato do Porto.

Títulos desta importância só voltaram à sala de troféus do União em 1941, quando o Paredes conquista o campeonato Distrital da 3 Divisão da A.F. Porto, superiorizando-se a clubes como o Rio Ave e o Freamunde e ganhando assim o direito de disputar a 2 Divisão Distrital no ano seguinte. Numa época onde as divisões nacionais contavam apenas com 16 clubes, estar na 2 divisão distrital do segundo mais importante concelho do páis era equivalente a uma 2ª divisão B nos dias de hoje.

Este nível qualitativo do União acompanhou sempre a evolução dos campeonatos de Futebol. Em 1958 foi conquistado o campeonato distrital da 2ª Divisão da A.F. Porto batendo o Infesta e o Coimbrões. O Paredes chegava assim ao primeiro escalão do futebol distrital.

Por lá se manteve até 1974, onde num Maio de revolução o Paredes emergiu finalmente para as divisões nacionais. Depois de ter vencido o Torneio de Abertura no início da época, o União de Paredes sagrou-se pela 1ª vez campeão distrital absoluto deixando para trás Perosinho, Pedras Rubras, Valadares, Aliados Lordelo, Leverense e Amarante.

Uma década de sonho para o concelho de Paredes, pois no ano seguinte Aliados Lordelo seguiria o Paredes na 3 divisão nacional e o Nun'Alvares conseguia também um honroso título de campeão da 3 divisão distrital.

No ano seguinte, época 74-75, o União fez a sua estreia na Taça de Portugal, participação honrosa pois o Paredes ultrapassou Esposende e Ovarense da 3 divisão e o Beira-Mar da segunda divisão (que nesse ano viria mesmo a ser promovido ao primeiro escalão), caindo apenas nos 32 avos de final aos pés do Portimonense, também da 2 divisão.

Essa epóca seria recheada de sucessos, já que o União obteve a primeira promoção da sua história a 2 divisão Nacional. Os bombos e as gaitas soaram toda a noite pela cidade. O Paredes estava quase no topo do futebol Português

Em 75-76 o União atingiu pela primeira vez os 16 avos de final da Taça de Portugal. Eliminando o Tadim da 3ª, o Lourosa e o Marítimo da 2ª e caindo aos pés do Oriental de Lisboa.

No ano de 1979 as Laranjeiras testemunharam os primeiros encontros oficiais com participação de equipas da 1ª divisão nacional, e logo em dose dupla. O Vitória de Setúbal, a viver o seu período de ouro da década de 70 caiu por 2-0. O maior feito de sempre do União de Paredes, que infelizmente não conseguiu repetir na eliminatória seguinte, onde recebeu e perdeu 1-2 com o Boavista. Dois anos depois o Vitória teve oportunidade de se desforrar ao vencer o União por 9-0 novamente nos 16 avos de final da Taça de Portugal

1983/1984 foi a época de ouro. O União de Paredes obtém a sua melhor prestação de sempre na Taça de Portugal ao atingir os quartos de final. Feito de realçar até porque o clube estava à altura na 3 divisão nacional. Embora sendo bafejado pelo sorteio (o Paredes encontrou sempre clubes da 3 divisão, excepto o marinhense da 2ª já nos oitavos de final) foi uma caminhada histórica que apenas terminou no estádio 25 de Abril em Penafiel quando foi eliminado pelo Benfica. Foi a primeira vez que o União defrontou um "grande" em jogos oficiais, e o resultado final 0-4 não é assim tão negativo se compararmos o valor dos dois clubes à data da realização do jogo (O Benfica foi campeão nacional e venceu a Taça). 2 meses depois o Paredes fazia a festa de nova promoção ao segundo escalão nacional.

Depois de muitos altos e baixos o União subiu definitivamente à 2ªdivisão nacional em 99/00. Inserido na série B o Paredes lutou toda a época com o Gondomar e o Lousada pela subida tendo a decisão da subida passado pela 32ª Jornada nas Laranjeiras, quando o União Paredes recebeu o seu vizinho AD Lousada. Perante um estádio completamente cheio o União venceu por 1-0 e acabou vencendo a sua série. Um mês depois na Marinha Grande o Paredes conquistou o título de campeão nacional ao vencer por 7-6 no desempate por grandes penalidades o Seixal. O primeiro título nacional para o União Paredes.

O Último feito histórico do Paredes foi na época de 2005/2006, mais uma vez na taça de Portugal, onde atingiu os oitavos de final e foi a Alvalade bater o pé ao "grande" Sporting. O resultado final de 2-1 sorriu aos leoninos, mas foi conseguido apenas com uma grande penalidade dentro da área ao minuto 90. O paredes realizou uma excelente exibição, esteve mesmo a vencer por 1-0, tendo saído de alvalade debaixo de uma chuva de aplausos. O Paredes conquistou ainda o 3ºlugar no campeonato da 2ªdivisão na sua melhor classificação de sempre.

Ao nível das camadas jovens, o União conquistou o seu primeiro título em 2004/2005 ao arrebatar a Taça Teles Roxo na categoria de infantis e na época seguinte venceu o campeonato distrital de Futsal Feminino.

O União de Paredes pode assim orgulhar-se de ter todos os títulos das divisões abaixo da que habita neste momento, além de ser o 32º melhor clube de sempre ao nível de resultados na Taça de Portugal.

O Paredes disputa actualmente a 1ª Divisão da AF Porto, após extinção da III divisão nacional.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de PortugalSoccer icon Este artigo sobre clubes de futebol portugueses é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.