Union Mundial pro Interlingua

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde agosto de 2015).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde agosto de 2015). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde agosto de 2015).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.

A União Mundial para Interlíngua (UMI) é uma entitade sem fins lucrativos que se dedica a promover a consciência e o uso da Interlíngua no mundo.

A UMI é uma instituição para cooperação international concernente a promoção do uso de Interlíngua para comunicação internacional em situações adequadas, a informação sobre esta língua, a edição de manuais, dicionários e outras publicações de Interlíngua.

A UMI tem membros, representantes e representações nos cinco continentes. Um conselho executivo com um presidente, um secretário geral, um vice-secretário e um administrador registram a lista de ativitades quotidianas da UMI. Um conselho geral com no máximo dois representantes a cada país, no qual há uma representação nacional de interlingua, discute as línhas mais distantes.

A UMI edita a revista bimestral, Panorama em Interlíngua (Panorama in Interlingua, no original), com informações internacionais em interlíngua para um público global: jornalismo, notícias, reportagens, entrevistas, revenda de livros, e com foco especial à difusão da interlíngua e notícias de interlíngua globalmente.

A UMI foi fundada em 28 de julho de 1955, e confêrencias internacionais ocorreram em Tours (França) 1955, Basel (Suíça) 1957, Tours (França) 1959, Basel (Suíça) 1971, Norwich (Grã-Bretanha) 1974, Sheffield (Grã Bretania) 1983, Taastrup (Dinamarca) 1985, Paris (França) 1987, Zwolle (=Nederland=) 1989, Helsingborg (Suécia) 1991, Borne (=Nederland=) 1993, Praga (República Tcheca) 1995, Strasbourg (França) 1997, Focsani (Romenia) 1999, Gdansk (Polonia) 2001, Lovetch (Bulgaria) 2003, Åsa (Suécia) 2005. (Traduzido do original em Interlíngua)