Universidade Federal da Paraíba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde março de 2013). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Universidade Federal da Paraíba
UFPB
Lema Sapientia Ædificat
Fundação 13 de janeiro de 1934 (82 anos) (Primeira faculdade isolada)[1]

02 de dezembro de 1955 (61 anos) (Universidade da Paraíba)[2]

Tipo de instituição Pública, Federal
Mantenedora Coat of arms of Brazil.svg Ministério da Educação
Localização João Pessoa, Paraíba
Docentes 2659
Reitor(a) Margareth de Fátima Formiga Melo Diniz
Vice-reitor(a) Eduardo Ramalho Rabenhorst
Total de estudantes 44730
Graduação 85899
Pós-graduação 8831
Campus João Pessoa, Areia, Bananeiras, Rio Tinto e Mamanguape
Afiliações CRUB, RENEX
Orçamento anual 1 150 864 746,00 (2014)[3]
Página oficial www.ufpb.br

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) é uma instituição de ensino superior pública federal brasileira, localizada no estado da Paraíba. Sua sede está em João Pessoa, no bairro do Castelo Branco, possuindo também campus em outras quatro cidades: Areia, Bananeiras, Rio Tinto e Mamanguape.

A Universidade Federal da Paraíba é reconhecida pela sua excelência no ensino e em pesquisas tecnológicas e, atualmente, encontra-se entre as melhores Universidades da América Latina.[4] Ganhando prêmios como: "Top User Award 2013" e ficando em 3º lugar no projeto desenvolvido no Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular do "Santander Universidades". A Universidade Federal da Paraíba, também possui o 1º lugar nos cursos de Ciências Econômicas, Direito, Jornalismo, Secretariado Executivo e Turismo, avaliados pelo CPC.[5].

História[editar | editar código-fonte]

A Universidade da Paraíba, de responsabilidade estadual, foi fundada por iniciativa de José Américo de Almeida, em 1955, a partir da reunião de onze cursos de nível superior que já existiam no estado, entre eles o curso de Agronomia, que deu origem a universidade. Sua criação se deu primeiramente através da Lei Estadual Nº 1.366[6], de 2 de dezembro de 1955. Cinco anos depois, em 13 de dezembro, a Lei Nº 3.835 federalizou a então chamada Universidade da Paraíba, que assumiu, enfim, sua denominação atual.

José Américo de Almeida

O primeiro curso superior da Paraíba foi o curso de Agronomia oferecido pela Escola de Agronomia do Nordeste, na cidade de Areia, em 1934. A partir daí, foram abertos vários cursos isoladamente por ações, principalmente, de entidades classistas.

Desmembramento[editar | editar código-fonte]

Em 2002, a Universidade Federal da Paraíba, então formada pelos campi de João Pessoa, Bananeiras, Areia, Campina Grande, Patos, Cajazeiras e Sousa, foi desmembrada para formação da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).[7] Esta abrangeu, a partir de então, os campi de Campina Grande, Patos, Sousa e Cajazeiras, ao passo que a UFPB ficou com os campi de João Pessoa, Areia e Bananeiras, sendo criado posteriormente o campus do Litoral Norte, formado por duas cidades: Mamanguape e Rio Tinto e o Campus V em Mangabeira.

Expansão[editar | editar código-fonte]

Através do Reuni, um programa do Governo Federal brasileiro de apoio a planos de reestruturação e expansão das Universidades Federais, a UFPB desde 2008 [8], prevê o aumento do número de vagas da universidade, além de criar dezenas de novos cursos, como por exemplo: psicopedagogia, engenharia química, engenharia de computação, cinema e audiovisual e outros.

Está previsto também a criação de dois novos campus nas cidades de Guarabira e Pedras de Fogo.

A UFPB em Números[editar | editar código-fonte]

Segundo dados do Relatório de Gestãode 2015, a universidade possui:

  • 16 centros de ensino (sendo treze em João Pessoa, um em Areia, um em Bananeiras e um no Litoral Norte);
  • 57 centros e departamentos acadêmicos;
  • 138 cursos de graduação (sendo 127 presenciais e 11 a distância);
  • 20 cursos de especialização;
  • 58 cursos de mestrado acadêmico;
  • 11 cursos de mestrado profissional;
  • 38 cursos de doutorado;
  • 2.659 professores;
  • 3.584 funcionários técnico-administrativos;
  • 44.730 alunos matriculados:
    • 31.123 na Graduação Presencial;
    • 4.776 na Graduação à Distância;
    • 8.831 na Pós-Graduação:
      • 4.978 stricto sensu;
      • 3.853 lato sensu.

A instituição ainda possui 2 escolas de ensino médio e profissional: Escola Técnica de Saúde (CCS) e Colégio Agrícola Vidal de Negreiros (CCHSA), 513 laboratórios, 1 biblioteca central e 14 setoriais, 1 TV universitária (TV UFPB Canal 43 - UHF), 1 Editora, 1 hospital universitário (HULW), 1 hospital veterinário (CCA), 4 restaurantes, 6 residências, 2 teatros, 1 sala de cinema (Cine Aruanda)[9] e o Instituto de Desenvolvimento da Paraíba[10].

Graduação[editar | editar código-fonte]

A UFPB oferece 138 cursos, sendo 127 presenciais e 11 à distância, dentre bacharelados, licenciaturas e tecnólogos. Ao final de 2015, estavam matriculados 44.730 alunos nos cursos de graduação, dos quais 31.123 alunos na graduação presencial e 4.776 alunos na graduação à distância[11]. O ingresso dos cursos é feito através do Sisu[12], exceto para os cursos de Dança, Música e Teatro, que possuem processo seletivo especial[13].


Ciências Biológicas
Ciências Exatas e da Natureza
Ciências Humanas e Sociais

Campi[editar | editar código-fonte]

João Pessoa[editar | editar código-fonte]

CCEN - UFPB (João Pessoa)

A UFPB possui dois campi na cidade de João Pessoa: Campus I e Campus V.

O Campus I é o campus principal da UFPB e está localizado no bairro Castelo Branco. Conhecido popularmente por Cidade Universitária e mais recentemente também por Campus Sede devido ao Campus V, o Campus I é a sede administrativa da UFPB. Funcionam neste campus os seguintes centros de ensino, pesquisa e extensão universitária[14]:

  • Centro de Biotecnologia (CBiotec)[15];
  • Centro de Ciências Exatas e da Natureza (CCEN)[16];
  • Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA)[17];
  • Centro de Ciências Jurídicas (CCJ)[18], que possui uma extensão no município de Santa Rita[19];
  • Centro de Ciências Médicas (CCM)[20];
  • Centro de Ciências da Saúde (CCS)[21];
  • Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA)[22];
  • Centro de Comunicação Turismo e Artes (CCTA)[23];
  • Centro de Educação (CE)[24];
  • Centro de Energias Alternativas e Renováveis (CEAR)[25];
  • Centro de Tecnologia (CT)[26];

 O Campus V está localizado no bairro de Mangabeira. Oficialmente Campus Reitor Lynaldo Cavalcanti de Albuquerque e conhecido popularmente como Campus de Mangabeira, foi criado em 2012 dentro do programa Reuni[27]. Entrou em funcionamento em 2014 quando o Centro de Tecnologia e Desenvolvimento Regional deixou suas instalações temporárias no Centro de Tecnologia do Campus I e mudou-se para as suas instalações definitivas no Campus V[28]. Em 2015, o Centro de Informática também mudou-se de suas antigas instalações do Campus I para o Campus V[29]. Funcionam neste campus:

  •  Centro de Informática (CI)[30];
  •  Centro de Tecnologia e Desenvolvimento Regional (CTDR)[31];
  •  Núcleo de Pesquisa e Processamento de Alimentos (NUPPA).

Dois outros equipamentos, Escola de Iniciação Científica e Tecnológica (EICT) e Instituto de Desenvolvimento da Paraíba (IDEP), foram previstos na resolução de criação do Campus V, porém ainda não foram implantados.

Areia[editar | editar código-fonte]

A cidade de Areia abriga o Campus II da UFPB, composto pelo Centro de Ciências Agrárias (CCA)[32]. Foi criado em 1934 como Escola de Agronomia da Parahyba e depois inaugurado em 1936, sendo o primeiro estabelecimento de Ensino Superior na área civil da Paraíba. O Bacharelado em Agronomia é, portanto, o curso superior mais antigo da UFPB[33].

Bananeiras[editar | editar código-fonte]

A cidade de Bananeiras abriga o Campus III da UFPB, composto pelo Centro de Ciências Humanas, Sociais e Agrárias (CCHSA)[3], antigo Centro de Formação de Tecnólogos. O que hoje se constitui o Campus III foi o "Patronato Agrícola Vidal de Negreiros", surgido na década de 20[34].

A história do ensino de Graduação, ainda com a denoninação de Centro de Formação de Tecnólogos, começa em setembro de 1976, com a criação do Curso Técnico de Nível Superior em Cooperativismo, de curta duração, hoje curso de Bacharelado em Administração, sendo um dos mais conceituados do estado.

Rio Tinto e Mamanguape[editar | editar código-fonte]

As cidades de Rio Tinto e Mamanguape abrigam o Campus IV da UFPB, composto pelo Centro de Ciências Aplicadas e Educação (CCAE)[35]. Conhecido popularmente como Campus Litoral Norte, foi estabelecido no ano de 2007 no litoral norte paraibano.

Órgãos Suplementares[editar | editar código-fonte]

  • Biblioteca Central: A Biblioteca Central está localizada no Campus I. Dispõe de diversos produtos e serviços para usuários da própria UFPB ou externos à instituição. O acesso aos produtos e serviços da biblioteca, pode acontecer por meio do uso presencial nas instalações da própria organização, ou por meio de acesso ao seu portal eletrônico.
  • Superintendência de Tecnologia da Informação (STI);
  • Editora Universitária;
  • Hospital Universitário Lauro Wanderley (HU);
  • Núcleos de Pesquisa e Extensão;
  • Instituto de Pesquisa em Fármacos e Medicamentos (IPeFarm).[36]


Biblioteca Central da UFPB

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. [1]
  2. [2]
  3. Universidade Federal da Paraíba (23/09/2011). «Orçamento Interno 2014» (PDF). Consultado em 21 de Maio de 2015. 
  4. UFPB entre as melhores da América Latina
  5. UFPB e UFCG entre as cinco melhores universidades da região Nordeste
  6. http://www.ufpb.br/sods/secretaria/Lei%201366.htm
  7. http://www.ufpb.br/content/hist%C3%B3rico
  8. http://www.ufpb.br/reuni/index.php?option=com_content&view=article&id=2&Itemid=33
  9. «Sala de cinema na UFPB beneficia universidade e comunidade | Universidade Federal da Paraíba». ufpb.br. Consultado em 2016-11-24. 
  10. Universidade Federal da Paraíba (01/11/2015). «Instituto UFPB de Desenvolvimento da Paraíba». Herbert Gomes. Consultado em 01/11/2015. 
  11. Universidade Federal da Paraíba (2016). «Relatório de Gestão 2015» (PDF). Consultado em 5 de outubro de 2016. 
  12. Ministério da Educação (2016). «Termo de Adesão da UFPB à 1a. edição de 2016 do Sisu». Consultado em 9 de janeiro de 2016. 
  13. Universidade Federal da Paraíba (2015). «Edital PRG Nº 52/2014: Processo Seletivo de Conhecimento Específico 2015» (PDF). Consultado em 9 de janeiro de 2015. 
  14. «Centros de Ensino | Universidade Federal da Paraíba». www.ufpb.br. Consultado em 2016-01-09. 
  15. «Centro de Biotecnologia - UFPB». cbiotec.ufpb.br. Consultado em 2016-01-09. 
  16. «Centro de Ciências Exatas e da Natureza - UFPB». www.ccen.ufpb.br. Consultado em 2016-01-09. 
  17. «Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes - UFPB». Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) - UFPB. Consultado em 2016-01-09. 
  18. «Centro de Ciências Jurídicas - UFPB». www.ccj.ufpb.br. Consultado em 2016-01-09. 
  19. «CCJ – Santa Rita | CCJ». www.ccj.ufpb.br. Consultado em 2016-01-09. 
  20. «Centro de Ciências Médicas - UFPB». www.ccm.ufpb.br. Consultado em 2016-01-09. 
  21. «Centro de Ciências da Saúde - UFPB». www.ccs.ufpb.br. Consultado em 2016-01-09. 
  22. «Centro de Ciências Sociais Aplicadas - UFPB». ccsa.ufpb.br. Consultado em 2016-01-09. 
  23. «Centro de Comunicação, Turismo e Artes - UFPB». ccta.ufpb.br. Consultado em 2016-01-09. 
  24. «Centro de Educação - UFPB». ce.ufpb.br. Consultado em 2016-01-09. 
  25. «Centro de Energias Renováveis - UFPB». cear.ufpb.br. Consultado em 2016-01-09. 
  26. «Centro de Tecnologia - UFPB». ct.ufpb.br. Consultado em 2016-01-09. 
  27. Universidade Federal da Paraíba (2012). «Resolução Nº 19/2012 do CONSUNI da UFPB» (PDF). Consultado em 2016-01-09. 
  28. «Mudança da Biblioteca do CTDR e início das atividades». www.ctdr.ufpb.br. Consultado em 2016-01-09. 
  29. «CI faz colação de grau no campus de Mangabeira | Universidade Federal da Paraíba». www.ufpb.br. Consultado em 2016-01-09. 
  30. «Centro de Informática - UFPB». Centro de Informática - UFPB. Consultado em 2016-01-09. 
  31. «Centro de Tecnologia e Desenvolvimento Regional - UFPB». Consultado em 2016-01-09. 
  32. «Centro de Ciências Agrárias - CCA/UFPb». www.cca.ufpb.br. Consultado em 2016-01-09. 
  33. «Instituição - Histórico». www.cca.ufpb.br. Consultado em 2016-01-09. 
  34. «CCHSA - Centro de Ciências Humanas, Sociais e Agrárias - O CCHSA». www.cchsa.ufpb.br. Consultado em 2016-01-09. 
  35. «Centro de Ciências Aplicadas e Educação - UFPB». UFPB CAMPUS IV - CCAE - Centro de Ciências Aplicadas e Educação. Consultado em 2016-01-09. 
  36. «Instituto de Pesquisa em Fármacos e Medicamentos». Consultado em 05 de outubro de 2016.