Universidade da África do Sul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Edifício-sede da Unisa

A Universidade da África do Sul (com sigla em inglês Unisa), é uma instituição de ensino superior situada na África do Sul, a maior do continente africano e uma das maiores do mundo, com um quadro superior a 300 mil alunos do próprio país e de 130 outras nações.[1] Está classificada entre as 10 melhores universidades da África, ocupando a quinta posição.[2]

Histórico[editar | editar código-fonte]

Fundada em 1873 como Universidade do Cabo da Boa Esperança (sigla em inglês UCGH), foi mais tarde incorporada à Unisa, e a primeira reconhecida naquele país, em 1918.[3]

Criou, em 1946, por sugestão do professor A. J. H. van der Walt feita dois anos antes, os cursos por correspondência, em meio a grande controvérsia.[3]

Entre 1947-1973 operava em dez edifícios, na sua sede, em Pretória.[3]

Ex-alunos[editar | editar código-fonte]

Dentre os egressos famosos da Unisa estão Nelson Mandela, o arcebispo emérito Desmond Tutu, o jogador de críquete Kepler Christoffel Wessels, o Juiz Ernest Dikgang Moseneke sub-Chefe de Justiça da África do Sul, entre outros.[4]

Referências

  1. «About the University of South Africa» (PDF). UNOM. 2013. Consultado em 7 de dezembro de 2013 
  2. Top 100 Universities and Colleges in Africa - 4icu (em inglês)
  3. a b c institucional (2013). «History». Sítio oficial da Unisa. Consultado em 6 de dezembro de 2013 
  4. Institucional. «Alumni». Sítio oficial da Unisa. Consultado em 7 de dezembro de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre instituição de ensino superior é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.