Universidade de Ingolstadt

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O prédio da Faculdade de Medicina, da Universidade de Ingolstadt

A Universidade de Ingolstadt foi fundada em 26 de Junho de 1472 por Luís IX da Baviera (1417-1479) e seu primeiro Chanceler foi Wilhelm von Reichenau (1426-1496), bispo de Eichstätt. Consistia de cinco faculdades: Humanidades, Ciências, Teologia, Direito e Medicina, todas as quais figuravam no Hoheschule ( 'high school'). A universidade foi criada segundo o modelo da Universidade de Viena e seu principal objetivo era a divulgação da fé cristã.

A universidade encerrou as suas atividades em maio de 1800, por ordem do Príncipe Eleitor Maximiliano IV (mais tarde Maximiliano I, Rei da Baviera, sendo transferida para Landshut, quando Ingolstadt estava sendo ameaçada pelos franceses, até ser realocada definitivamente para a cidade de Munique em 1826, pelo rei Luís I, da Baviera. Em 1802, a universidade passou a se chamar oficialmente Universidade Luís Maximiliano em homenagem a seu fundador e ao imperador anterior.


Chanceleres, reitores, professores e alunos da
Universidade de Ingolstadt
[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução.