Unravel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Unravel
Produtora(s) Coldwood Interactive[1]
Editora(s) Electronic Arts
Diretor(es) Martin Sahlin[2]
Motor PhyreEngine[3]
Plataforma(s) Microsoft Windows
PlayStation 4
Xbox One
Data(s) de lançamento 9 de fevereiro de 2016[4]
Género(s) Plataformas-puzzle
Modos de jogo Um jogador

Unravel é um videojogo de plataformas-puzzle baseados em físicas, produzido pelo estúdio sueco Coldwood Interactive e foi publicado em 9 de fevereiro de 2016 pela Electronic Arts para Microsoft Windows, PlayStation 4 e Xbox One.[4] Foi anunciado na conferencia de imprensa da EA durante a Electronic Entertainment Expo em Junho de 2015 recebendo aclamação por parte da critica e do público.

Unravel tem como cenário o Norte da Escandinávia e conta as aventuras de Yarny, uma pequena criatura antropomórfica feita de vermelha.[5]

Unravel foi bem recebido pela critica. De acordo com o site de pontuações agregadas Metacritic, as versões PlayStation 4 e Xbox One tiveram "análises geralmente favoráveis".[6][7]

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

Quando se move os fios de Yarny começam a desenrolar-se, criando uma linha que o jogador usa para resolver puzzles ou superar obstáculos.

O jogo centra-se em Yarny, uma pequena criatura feita de lã vermelha, que explora o mundo usando o seu próprio corpo.[8][9] À medida que se move, os fios do corpo de Yarny começam a desenrolar-se, criando uma linha que o jogador usa para resolver os puzzles e para superar os vários obstáculos apresentados ao longo do jogo.[10]

Sobre esta mecânica, Martin Sahlin, o diretor criativo do jogo, referiu que "é sempre engraçado brincar com a física. Não é apenas resolver puzzles. Também é sobre como se movimentar. Ás vezes é só atravessar, navegar. Visto que deixa sempre este rastro atrás de ti,você podes agarrá-lo e escalar com ele... ou balançar. Pode-se fazer algo muito bom quando combina várias coisas."[10]

História[editar | editar código-fonte]

Durante a introdução do jogo, uma idosa vê pela sua janela, antes de ajustar uma fotografia de um bebé e agarrar num novelo de lã.[11] À medida que sobe as escadas, uma pequena bola de lã começa a rolar.[11] Yarny, uma pequena criatura antropomórfica feita de lã vermelha e o protagonista do jogo, caminha para a cena, olhando em redor contemplando o cenário onde está.[11] De acordo com Sahlin, a lã de que é feito Yarny representa o amor, e que vai-se desenrolando à medida que este se afasta daqueles que ama.[9][12]

Na descrição no site oficial pode ler-se que "ao longo do caminho, vê Yarny a desbloquear uma história sincera, reunindo os entes queridos de uma família. Contada sem qualquer palavra, Yarny é o laço que amarra tudo de novo."[5]

Produção[editar | editar código-fonte]

Apesar dos trabalhos anteriores da Coldwood não terem sido bem recebidos pela critica, Unravel mostrou muita promessa ao ponto de conseguir um contrato de publicação com a Electronic Arts (EA).[10] Subsequentemente, Unravel foi apresentado pelo produtor e director criativo do jogo, Martin Sahlin, na conferencia de imprensa da EA durante a Electronic Entertainment Expo (E3) 2015.[11][13] Durante a apresentação, Sahlin referiu que "a minha reacção no palco foi como muitos de nós iria reagir: mãos tremidas e voz nervosa."[14] A apresentação nervosa e excitada de Sahlin teve uma recepção positiva por parte do público presente.[15] Depois do anuncio, Sahlin tornou-se o foco de comentários e publicações (incluído de arte) em websites sociais, tais como o Twitter e o Tumblr.[14][16]

Em junho de 2015 aquando da sua revelação, ainda não havia data de lançamento, apesar de a versão para PC estar disponível para pré-reserva via loja Origin da EA.[1][17] Também já foi anunciado que o jogo estaria disponível para PlayStation 4 e Xbox One.[8] Em dezembro de 2015 a EA confirmou que o jogo seria lançado mundialmente a 9 de fevereiro de 2015.[4]

A 21 de Janeiro de 2016, EA abandonou a marca "Unravel", depois da sua aplicação ter sido rejeitada pelo United States Patent Office, o departamento norte-americano responsável pelas patentes.[18] Apesar disso, a companhia confirmou que o jogo continuará a ter o titulo "Unravel".[19]

Design[editar | editar código-fonte]

Os cenários e os puzzles do jogo foram baseados nas paisagens de Umeå, Suécia; Sahlin retirou inspiração para o jogo depois de fazer um boneco Yarny com arame e lã durante um acampamento que fez com a família no norte da Suécia.[20][21] Sahlin disse, "É uma cidade muito pequena, muito ao norte, perto do circulo árctico. Não existe muita gente, mas muita paisagem campestre. Queria partilhar um pouco disso, alguns dos sítios que amo. Acho que não se vê muito disso nos videojogos. Há tendencial para ver coisas mais fantásticas."[10]

Em adição ao seu design, Unravel utiliza o motor PhyreEngine, propriedade da Sony, embora muito modificado.[3][22]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Pré-lançamento[editar | editar código-fonte]

Unravel, especialmente a sua estética, foi bem recebido depois de ter sido apresentado na Electronic Entertainment Expo em junho de 2015;[23] o VG247 chamou a Unravel "o jogo visualmente mais impressionante que a EA mostrou".[24] Recebeu diversos prémios incluindo "Melhor Jogo Original" do Game Revolution,[25] "Melhor do Evento" pelo Games Radar,[26] "Melhor da E3" pelo Mashable[27] e "Escolha do Editor" atribuído pelo Polygon.[28] Também recebeu comparações com o aclamado Limbo e com a série LittleBigPlanet da Sony Computer Entertainment.[13][23][29] Em agosto de 2015, foi-lhe dado o Prémio Gamescom para "Melhor Jogo de Estratégia".[30]

Análises profissionais[editar | editar código-fonte]

 Recepção
Resenha crítica
Publicação Nota
Destructoid 10/10[31]
Electronic Gaming Monthly 8.5/10[32]
Eurogamer (recomendado)[33]
Game Informer 7.75/10[34]
GamesRadar 4.5 de 5 estrelas.[35]
Game Revolution 3 de 5 estrelas.[36]
GameSpot 7/10[37]
GameTrailers 7.5/10[38]
IGN 8.3/10[39]
Kotaku (favorável)[40]
Polygon 6/10[41]
The Jimquisition 4/10[42]
The Telegraph 4 de 5 estrelas.[43]
SuperGamePlay 7.5/10[44]
Pontuação global
Publicação Nota média
GameRankings (PS4) 81.71%[45]
(XONE) 76.93%[46]
Metacritic (PS4) 80/100[6]
(XONE) 76/100[7]
OpenCritic 78/100[47]

Unravel recebeu análises positivas. Os websites de análises agregadas GameRankings e Metacritic dão à versão PlayStation 4 81.71% e 80/100[45][6] e à versão Xbox One 76.93% e 76/100,[46][7] respectivamente.

Referências

  1. a b Dyer, Mitch (15 de junho de 2015). «"E3 2015: Unravel Is a Cute, Yarn-Themed Platformer From EA"». IGN. Consultado em 15 de junho de 2015 
  2. Martin Sahlin. «"Welcome to Unravel"». Unravel - Official Site. Consultado em 24 de novembro de 2015 
  3. a b «"Martin Sahlin on Twitter"». Twitter. 19 de junho de 2015. Consultado em 25 de novembro de 2015 
  4. a b c Bruno Galvão (14 de dezembro de 2015). «"Unravel ganha data de lançamento"». Eurogamer. Consultado em 15 de dezembro de 2015 
  5. a b «"Pre-Order Unravel"». Unravel - Official Site. Consultado em 24 de novembro de 2015 
  6. a b c «Unravel for PlayStation 4 Reviews». Metacritic. Consultado em 8 de fevereiro de 2016 
  7. a b c «Unravel for Xbox One Reviews». Metacritic. Consultado em 8 de fevereiro de 2016 
  8. a b Conditt, Jessica (15 de junho de 2015). «'Unravel' is the adorable new game from a small Swedish studio». Engadget. Consultado em 15 de junho de 2015 
  9. a b Corriea, Alexa Ray (15 de junho de 2015). «Unravel Is E3 2015's Most Adorable Game». GameSpot. Consultado em 15 de junho de 2015 
  10. a b c d Campbell, Colin (15 de junho de 2015). «Unravel strings players along in a pretty 2D world of stone and water». Polygon. Consultado em 15 de junho de 2015 
  11. a b c d Karmali, Luke (17 de junho de 2015). «E3 2015: Unravel and Yarny Have Stolen My Heart». IGN. Consultado em 17 de junho de 2015 
  12. Matulef, Jeffrey (15 de junho de 2015). «EA reveals adorable new IP with puzzle platform Unravel». Eurogamer. Consultado em 15 de junho de 2015 
  13. a b Plante, Chris (15 de junho de 2015). «Here's the first look at Unravel, EA's new puzzle-platformer about an anthropomorphic ball of yarn». The Verge. Consultado em 15 de junho de 2015 
  14. a b Romano, Aja (17 de junho de 2015). «How 'Yarn Guy' instantly won over the Internet at E3». The Daily Dot. Consultado em 21 de junho de 2015 
  15. Smith, Nicole (16 de junho de 2015). «Martin Sahlin's "Unravel", or E3 2015's Most Adorable Game». Emertainment Monthly. Consultado em 16 de junho de 2015 
  16. Sarkar, Samit (18 de junho de 2015). «Forget Microsoft, Sony and Nintendo — Yarny won E3». Polygon. Consultado em 21 de junho de 2015 
  17. Livingston, Christopher (15 de junho de 2015). «Yarn-based lifeform solves puzzles using his own string in Unravel». PC Gamer. Consultado em 15 de junho de 2015 
  18. Andy Chalk (21 de janeiro de 2016). «"EA abandons Unravel trademark application after USPTO rejects it"». PC Gamer. Consultado em 27 de janeiro de 2016 
  19. Eddie Makuch (21 de janeiro de 2016). «"EA's Adorable Indie Game Unravel Isn't Changing Names"». GameSpot. Consultado em 27 de janeiro de 2016 
  20. Mitre, Dan (15 de junho de 2015). «Introducing Unravel, Coming to PS4». PlayStation.Blog. Consultado em 15 de junho de 2015 
  21. Moore, Bo (15 de junho de 2015). «Bit of Yarn and Wire Inspire a Delightful Puzzle Game». Wired. Consultado em 15 de junho de 2015 
  22. «E3 2015 - Exkluzív interjú az Unravel kreatív rendezőjével» (em Hungarian). GameStar. 20 de junho de 2015. Consultado em 21 de junho de 2015 
  23. a b Plant, Mike (19 de junho de 2015). «E3 2015 in a nutshell: Hurry up Hoth, and plenty to Unravel». The Register. Consultado em 19 de junho de 2015 
  24. Saed, Sherif (18 de junho de 2015). «Unravel's gameplay looks just as incredible as its reveal trailer». VG247. Consultado em 18 de junho de 2015 
  25. Nicholas Tan (26 de junho de 2015). «"Best of E3 2015 Awards"». Game Revolution. Consultado em 25 de novembro de 2015 
  26. «"The best of E3 2015"». Games Radar. Consultado em 25 de novembro de 2015 
  27. «"The best of E3"». Mashable. Consultado em 25 de novembro de 2015 
  28. Justin McElroy & Griffin McElroy. «"Let's Unravel E3's most adorable reveal"». Polygon. Consultado em 25 de novembro de 2015 
  29. Figueira, Matthew (15 de junho de 2015). «Check out Unravel – a new IP showcased at EA's E3 conference». Lazygamer. Consultado em 16 de junho de 2015 
  30. «"gamescom award"». Gamescom.com. Consultado em 25 de novembro de 2015 
  31. Cooke, Caitlin (8 de fevereiro de 2016). «Review: Unravel». Destructoid. Consultado em 8 de fevereiro de 2016 
  32. Campbell, Spencer (8 de fevereiro de 2016). «Unravel review». Electronic Gaming Monthly. Consultado em 8 de fevereiro de 2016 
  33. Jorge Loureiro (19 de fevereiro de 2016). «Unravel - Análise». Eurogamer. Consultado em 22 de fevereiro de 2016 
  34. Marchiafava, Jeff (8 de fevereiro de 2016). «A Poignant Journey With An Endearing, Undersized Hero - Unravel - PlayStation 4». Game Informer. Consultado em 8 de fevereiro de 2016 
  35. Blain, Louise (8 de fevereiro de 2016). «Unravel review». GamesRadar. Consultado em 8 de fevereiro de 2016 
  36. Paras, Peter (9 de fevereiro de 2016). «Unravel Review». Game Revolution. Consultado em 9 de fevereiro de 2016 
  37. Crossley, Rob (8 de fevereiro de 2016). «Unravel Review». GameSpot. Consultado em 8 de fevereiro de 2016 
  38. Moore, Ben (8 de fevereiro de 2016). «Unravel Review». GameTrailers. Consultado em 10 de fevereiro de 2016 
  39. Krupa, Daniel (8 de fevereiro de 2016). «Unravel Review». IGN. Consultado em 8 de fevereiro de 2016 
  40. Keza MacDonald (8 de fevereiro de 2016). «Unravel: The Kotaku Review». Kotaku. Consultado em 8 de fevereiro de 2016 
  41. Arthur Gies (8 de fevereiro de 2016). «Unravel Review». Polygon. Consultado em 10 de fevereiro de 2016 
  42. Jim Sterling (10 de fevereiro de 2016). «Unravel Review – A Not So Epic Yarn». The Jimquisition. Consultado em 12 de fevereiro de 2016 
  43. Tom Hoggins (8 de fevereiro de 2016). «Unravel review: 'short, sweet and rather good'». The Telegraph. Consultado em 10 de fevereiro de 2016 
  44. Leandro Lamounier (22 de fevereiro de 2016). «Review – Unravel – Carisma feita de lã». SuperGamePlay. Consultado em 22 de fevereiro de 2016 
  45. a b «Unravel for PlayStation 4». GameRankings. Consultado em 8 de fevereiro de 2016 
  46. a b «Unravel for Xbox One». GameRankings. Consultado em 8 de fevereiro de 2016 
  47. «Unravel Reviews». OpenCritic. Consultado em 10 de fevereiro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]