Up the Hill Backwards

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"Up the Hill Backwards"
Single de David Bowie
do álbum Scary Monsters (and Super Creeps)
Lado B "Crystal Japan"
Lançamento Março de 1981
Formato(s) Vinil- 45 rpm
Gravação The Power Station, Nova York, fevereiro de 1980; Good Earth Studios, Londres, abril de 1980
Gênero(s) Art rock, new wave
Duração 3:13
Gravadora(s) RCA (BOW 9)
Produção
Cronologia de singles de David Bowie
"Scary Monsters (And Super Creeps)"

(1981)

"Under Pressure"

(1981)

"Up the Hill Backwards" é uma canção do músico britânico David Bowie, originalmente lançada no álbum Scary Monsters (And Super Creeps) em 1980. A faixa foi também lançada como o quarto e último single do álbum, em março de 1981. Este seria o último single de Bowie com a RCA e, devido a isso, a gravadora lançou no Reino Unido alguns dos discos com com o selo vintage laranja ao invés do selo preto padrão.

A letra da canção é frequentemente vista como um comentário sobre a cobertura pública do divórcio de Bowie e Angela Bowie, sendo portanto uma das várias faixas do álbum a tratar da faca de dois gumes trazida pela fama. A letra também foi interpretada como uma visão sobre crises em geral.[1] Como o single antecessor, "Scary Monsters", a faixa conta com o coprodutor Tony Visconti no violão.

O Lado B do single é "Crystal Japan", uma faixa instrumental gravada em 1980 e usada num comercial japonês do saquê Crystal Jun Rock de que Bowie participou. "Teenage Wildlife" seria originalmente lançada como Lado B de "Up the Hill Backwards", mas Bowie descobriu que fãs estavam pagando altos preços para importar do Japão o single "Crystal Japan" e insistiu que a faixa fosse lançada no Reino Unido.

O caráter pouco comercial de "Up the Hill Backwards", combinado com o fato de que a faixa já estava disponível em álbum havia seis meses, fez com que o single somente atingisse o n°32 no Reino Unido. No Canadá, a faixa chegou ao n°49.[2] Nos Estados Unidos, a RCA lançou um single de 12 polegadas que foi vendido com adesivos criados por Bowie.[3] Os adesivos eram fotografias de Bowie no seu traje de Pierrot (como visto na capa do single) coloridas a lápis, em várias poses. Esses adesivos haviam sido lançados em edições anteriores de "Ashes to Ashes" no Reino Unido.[4][5] 

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "Up the Hill Backwards" (Bowie) – 3:14
  2. "Crystal Japan" (Bowie) – 3:10

Créditos de produção[editar | editar código-fonte]

Versões ao vivo[editar | editar código-fonte]

A canção foi tocada na turnê Glass Spider e está presente nas edições em vídeo e em CD do concerto. A faixa era normalmente a primeira a ser tocada nos shows, com Carlos Alomar tocando um solo e sendo repetidamente advertido a "calar-se". Então, o grupo de dançarinos realizava uma pequena conversa que terminava com a expressão "coisa errada" ("wrong stuff") sendo cantada. Bowie então surgia do topo do cenário e iniciava o interlúdio falado da canção "Glass Spider".[6]

Outras versões[editar | editar código-fonte]

  • A faixa foi o Lado B do lançamento francês do single "Scary Monsters (And Super Creeps)" em janeiro de 1981.
  • O box set Sound + Vision  contém a faixa.
  • A canção está presente em Best of David Bowie 1980/1987

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Roy Carr & Charles Shaar Murray (1981).
  2. «Image : RPM Weekly» (em inglês). 17 de julho de 2013. Consultado em 12 de dezembro de 2016 
  3. «David Bowie - Up The Hill Backwards b/w Crystal Japan». Discogs. Consultado em 12 de dezembro de 2016 
  4. «David Bowie - Ashes To Ashes». Discogs. Consultado em 12 de dezembro de 2016 
  5. «Major Tom Has Been A Junkie For Past Thirty Years - David Bowie Official Blog». David Bowie Official Website. Consultado em 12 de dezembro de 2016 
  6. «From the Archive: Bowie weds rock, theatre during Glass Spider tour's Montreal stop». Montreal Gazette (em inglês). 31 de agosto de 1987 

Leituras complementares[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]