Ur-Nanse

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ur-Nanse
Rei de Lagas
Pedaço do relevo votivo de Ur-Nanse mostrando o rei de Lagas.
Reinado c. 2550 - 2 500 a.C.
Antecessor(a) Lugalsanguengur (patesi)
Sucessor(a) Acurgal
Dinastia Primeira dinastia de Lagas
Filho(s) Acurgal
Pai Gunidu

Ur-Nanse (em sumério: 𒌨𒀭𒀏; romaniz.: UR-NANŠE), conhecido também como Ur-Nina,[1] foi o rei e fundador da primeira dinastia de Lagas por volta de 2 500 a.C., no início do Terceiro Período Dinástico da Suméria. Seu antecessor, antes da fundação, é provavelmente Lugalsaguengur (que tinha uma função de patesi).[2] Foi sucedido por seu filho Acurgal.

Reinado[editar | editar código-fonte]

Inscrições[editar | editar código-fonte]

Relevo votivo de pedra calcária de Ur-Nanse, rei de Lagas e Guirsu.

Ur-Nanse favorecia a sua deusa Nanse (também chamada Nina), a divindade das águas, entre todos os deuses de Lagas. Ele havia se envolvido numa cerimônia de lançar as fundações de um templo dedicado à deusa Nanse ou a Ninguirsu, deus também cultuado em sua cidade.[1] Uma inscrição de uma imagem esculpida diz o seguinte:

Neste caso, Ur-Nanse havia presidido um banquete de comemoração à construção do templo.[4]

Soquete de porta[editar | editar código-fonte]

Soquete de porta de Ur-Nanse, listando todos os templos construídos, no Museu do Louvre.[5]

Há também um soquete de porta com uma inscrição, agora completa. A inscrição já traduzida afirma:

Construções[editar | editar código-fonte]

Estatueta de fundação do templo de Ur-Nanse.

Ur-Nanse construiu uma muralha defensiva em Lagas, construiu ou restaurou templos e fez ofertas às divindades sumérias, além de construir canais e desenvolver a agricultura.[1]

Árvore genealógica[editar | editar código-fonte]

Abaixo, segue a árvore genealógica dos primeiros monarcas de Lagas, de acordo com o antropólogo George A. Dorsey:[6]

Gursate
Ninialguim
Ur-Nanse
Acurgal
Eanatum
Enanatum I
Entemena
Enanatum II

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Mackenzie, Donald A. «Myths of Babylonia and Assyria: Chapter VI. Wars of the City States of Sumer and Akkad». www.sacred-texts.com. Consultado em 9 de março de 2021 
  2. Hayes 1962, p. 54.
  3. «Perforated relief of King Ur-Nanshe». Museu do Louvre 
  4. Everest-Phillips 2018, p. 71.
  5. a b Kramer 2010, p. 308.
  6. Dorsey 1894, p. 270.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Hayes, William Christopher (1962). Chronology: Egypt to End of the Twentieth Dynasty. Califórnia: University Press 
  • Everest-Phillips, Max (2018). The Passionate Bureaucrat: Lessons for the 21st Century from 4,500 Years of Public Service Reform. Singapura: World Scientific. ISBN 978-98-132-3483-3 
  • Kramer, Samuel Noah (2010). The Sumerians: Their History, Culture, and Character. Chicago: University of Chicago Press. ISBN 978-02-264-5232-6