Usnisa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Buda ritratado na arte do Gandhara com a uṣṇīṣa semicircolar colocada em cima da testa.
Buda Tailandes com a carateristica Uṣṇīṣa em ponta.

O Usnisa (उष्णीष, protuberância cranial, China:顶相 pinyin: dǐngxiàng, japonês: Choso, tibetano: gtsug-gtor) é uma das trinta e duas importantes características físicas do Buda (Dvātrimāśadvaralakṣaṇa) e corresponde a uma protuberância no topo na cabeça. De acordo com Hans Wolfgang Schumann[1] o sinal é um legado primeiro século da [[Arte Greco-Budista| arte Greco-Budista do Reino de Gandhāra (localizado entre o atual vale de Peshawar no Paquistão, o planalto de Pothohar e o vale do Rio Cabul).

Escultores helenísticos foram os primeiros a retratar o Buda em forma humana, ele nunca tinha sido retratado e sua "presença" limitou-se a pegadas artísticas ou um trono vazio. Os escultores de Gandhara retrataram-o na maneira grega, com um nó de cabelo na cabeça.

Artistas indianos, e os de outros países budistas, imitou esse costume, no entanto, apenas relacionando-o com o Buda. Mas sendo este um monaco o nó dos cabelos se transformou em uma protuberância craniana. Na arte de Gandhāra e na China o usnisa é semicircular na Tailândia é pontiagudo ou em forma de chama, enquanto no Camboja é em forma de cone.

Referências

  1. Hans Wolfgang Schumann. 'Buddhistische Bilderwelt'. Roma: Koln, Eugen Diedrichs Verlag GmbH & Co. KG.


  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em italiano, cujo título é «Usnisa».