Usuária:Beria/pensares/Aboborado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Aboborado
%$**#@┼«▒
Legendário Aboborado
Nome completo Aboborado Aboborâncio
Pseudônimo(s) Sr. Aboborado
Conhecido(a) por perturbar o idílio wikipédico....
Nascimento 2.200 a.C.
Aboborônia
Morte Never
Nihil
Nacionalidade Ui-que-pédica
Cidadania Internética (Lado Negro da Força)
Etnia Abobrinhas e quejandas
Fortuna vários milhões (a horta é grande!)
Parentesco (vide a família aboborada)
Ocupação Observar TODOS e
você também
Prêmios prêmios de maior relevância (Óscarranca/Nobeleza/etc).
Não levou nenhum
Mas entrega uma Medalhita
Magnum opus Imaginares
Escola/tradição Melhoracionista
Ideias notáveis "Na wiki, nada se perde, nada se cria - tudo se aboborifica"
Principais críticos O moço lá
O que está fazendo aqui? As estatísticas mostram que todos os que leram isso morreram em 24 horas!


Aboborado, Lord Aboborância, Sr. Abóbora das Trevas ou, ainda, Pesadelo da Wiki é um ser imaginário, feérico e misterioso que surgiu ninguém sabe como, nem por quê… O fato é que do Aboborado inicial diversos outros seres - igualmente fantásticos - passaram a povoar o Universo-Wiki, assombrando aqueles sisudos e sombrios mortais que acreditavam num mundo sem um riso, sem uma ironia… sem abóboras!

Resumo aboborográfico[editar | editar código-fonte]

Contam as antigas lendas persas que o Aboborado nasceu de uma semente caída por acaso no pequeno jardim de um mago, e dali passou a apavorar todas as civilizações terrenas…

Transplantado para uma próspera terra, teria provocado um pequeno incidente que resultou em séculos vagando pelo mar oceano, até pegar carona com alguns transeuntes até o Novo Mundo - onde após alguns périplos esbarrou no sertão.

Evidentemente, a Família Aboborada cresceu muito, ao longo dos evos… Mas isto é outro tópico. O fato é que hoje este ser migrou para a Ui-que-pédia, onde acaba de fazer você como sua vítima predileta…

Pensares[editar | editar código-fonte]

Tudo começou quando o Aboborado, no dia 2 de junho de 2006, resolveu invadir uma subpágina do Koehne e criou os Primeiros Pensares

A primeira imagem aboborante foi depois cruelmente deletada pelo Delemmons… Mas o Koehne fez-lhe um retrato falado e o Ser Aboborano voltou a ser visível aos mortais ledores dos Pensares

No começo, parecia que apenas o MHV e o FML eram dos únicos que participavam da troca filosófica de idéias, formando o núcleo do que depois veio a chamar-se Discutires.

Os Pensares sobreviveram ao Jorge. Mais conhecido por Jota, em janeiro de 2008 o espaço Aboborante foi convidado a se retirar da Wiki…

Naqueles tempos, 33 guerreiros alados desceram dos céus para proteger a plantação dos 3 lignívoros que ameaçavam. Já o Jota havia fundado a LDWQATVNCEECDVTANCEMDQDSUE, que parece não ter surtido o efeito desejado…

A vida prosseguiu e finalmente as Ladys Abobrinhas vieram dar o toque feminil aos Pensares.

Que, como tudo na Wiki, a Pédia, já tem até História pra contar!

As melhores frases aboboríficas[editar | editar código-fonte]

  • Se o Ronaldinho cantar "atirei o pau no gato-to-to", saia correndo!
  • A wiki não é uma democracia. Um dia será uma aboborocracia, quando vigorar a ditadura do aboboriado!
  • Na wiki as temporadas de caça vão e vêm. Não está muito clara a razão…
  • Todo mundo que fica wikiciado um dia acaba pensarando… Não se sabe ainda o efeito pernicioso nas mentes vitimadas, mas estudos da Equipensares foram feitos e resultados preliminares dão conta de que… trecho censurado por emissários da IPlândia
  • Gosto dessa paráfrase do Millôr: Livre pensares é só pensares… até apagares
Pensares, ergo sum

Dos conceitos abobríficos[editar | editar código-fonte]

Ao longo dos milênios, a Wi, que Pédia, primou por construir conceitos que melhor definissem este estranho fenômeno de espalhamento de plantações de abóboras…

Numa tentativa de compreender o incompreensível, fizeram um pequeno glossário… Alguns excertos:

Pensares[editar | editar código-fonte]

Espaço anárquico-humorístico, voltado ao idílio cérebro-trabalhante.

Discutires[editar | editar código-fonte]

Comunhão de um monte de coisas.

Enrustires[editar | editar código-fonte]

De há muito perambulam nos Pensares seres ora vigilantes, ora amedrontados pelo temor de "será que caí nas garras do Aboborado?.

Eles chegam, olham… Num primeiro momento suspiram aliviados, quando não se vêem por lá. Então, finalmente, relêem e até acham uma graça…

Mas, como verdadeiro Enrustires, não falam nadinha, ficam mudos, não podem ser notados ou sequer identificados com isso aí de baixo!

O último censo apontou em 555 usuários nesta "categoria"

Panelinha[editar | editar código-fonte]

Carimbo que marca o que tem de ser marcado

Panelinha Aboborada não é algo restrito. Esta aparente contradição encontra, entretanto, uma explicação singela: esta Panelinha não tem ninguém a segurar na alça; ela paira - livre, leve e solta - sobre grupos, correntes e aderentes…

Alguns dizem que esta Panelinha nasceu quando tentaram cozinhar alguns pratos indigestos, como o Koehne, a Sibéria, os dois siameses Spoletore e Fured - mas a verdade é que certas abóboras não se deixam cozer facilmente…

É interessante notar que muitos dos Enrustires reclamam da Panelinha… mas não largam o osso por nada… he, he…

Não pense que é fácil entrar nela, a Panela!

Não, não é!

É preciso, antes, saber Pensares e, claro, soltar a franga e partir para Discutires.

Algo que, efetivamente, não é muito fácil: muitos correm o risco de cair na frigideira, he, he, he....

Os Aboborados…[editar | editar código-fonte]

Flagrante de uma reunião familiar.

A Família Aboborada possui seres os mais diversos.

Alguns suspeitam (ainda) que formam um grupo unido com propósitos angelicais que trabalham para o bem comum, como por exemplo dominar o planeta, mas tudo não passa de intriga da oposição.

A seguir, um pequeno perfil de cada membro aboborante…

Bobrinhas na arquibancada de um estádio de futebol

Vovôborado[editar | editar código-fonte]

Anda meio sumido… é que com a idade, ele se esquece de aparecer. Nasceu nos primeiros dias da Gênese e já habitou várias partes do globo.


Sashaborado[editar | editar código-fonte]

É um ser com muitas identidades… Já até chorou no ombro do Bush.


Lusaborada[editar | editar código-fonte]

Anda assombrando as terras alienígenas extraterrenas com muita competência…


Sapoboborado[editar | editar código-fonte]

Foi originado da incursão no brejo de algum membro da família… Nunca se sabe o que pode vir de um ser tão híbrido! Portanto, cuidado onde pisa!


Anne-oréxica[editar | editar código-fonte]

Filha caçula da família, já chegou querendo chutar o pau da barraca

Nada Haver[editar | editar código-fonte]

É melhor não cutucar o capeta com vara curta!


Siberia Macaxeira[editar | editar código-fonte]

Estranha mistura de oxente com sputnik

Quando mudou de lugar - foi transplantada de Sumpaulo pra o rincão natal - provocou tamanha comoção no Aboborado que este teve de fazer campanha por sua volta…

No presente ela pode ser vista aboborando por aí… mas ainda não veio falar de si merma… ,


Fazedor de Maluquices Loucas[editar | editar código-fonte]

Abobrinho é meio como a ovelha-negra, gosta de virar as coisas pelo avesso, mesmo quando já estão viradas…

Babyborado[editar | editar código-fonte]

É o mais novo em tudo: começou cedo aqui, ali e alhures! Por isso ainda é um Bebê-borado


A babyborada Roxa[editar | editar código-fonte]

Quando até o Babyborado andava já "velho", veio a caçula, filhota temporã - a Roxita baby… Ainda está na fase do "que é isso", "por quê as abóboras nascem?", etc.

Uaibobrado[editar | editar código-fonte]

Espécie de ovelha-negra-desgarrada da família, demorou pra aparecer… O problema é que aparece reclamando, mas o resto da família já está acostumada, uai… Ao contrário de suas raízes, Uaibobrado não come-quieto… Aliás, quieto é algo que não combina com o dito cujo, portanto, se cuide: esse sorriso ali da foto é o mais perigoso de todos!

Pump-sKim-Head[editar | editar código-fonte]

sKim-Head, mais conhecido por Quinzim, ou Small 15 depois de unificadas as contas, é mais um familiar bem família. Não se sabe por quê, mas gosta de pão-de-queijo. Esse é só mais um dos mistérios que cercam essa figura fantasmagórica…

Albumborado de família[editar | editar código-fonte]

Na galeria abaixo, uma amostra de como são estranhos os indivíduos dessa plêiade assombrosa…

Galeria[editar | editar código-fonte]

Imagens nem sempre bem sucedidas deste ser que todos querem ver longe de si…

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Sim! Pensaram que não haveriam externas ligações a comprovar que o Aboborado dominou o mundo? Singanaru! Temos sim! E lá, lá! Isso mesmo, em Washington!
    • Mr. Aboboration in the blog of cof, cof… excuse me… of course… he, he…
Ícone de esboço Este artigo sobre um Livro, uma pessoa ou um abóbora é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.