Usuário(a):Marcio Alaor BMG/Marcio Alaor Bmg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Marcio Alaor BMG faz parte da equipe executiva da Grupo BMG - Banco BMG. Maior patrocinador do futebol brasileiro, o BMG estampa o uniforme de 39 clubes, seja em patrocínios de maior envergadura, em que a marca aparece no peito e nas costas, ou nos mais comedidos, em mangas de camisa. A exposição de seu logotipo financia, ainda, três equipes da Superliga masculina de vôlei e duas da feminina; três times de basquete, entre eles o Flamengo; a ginasta Jade Barbosa; o lutador Vitor Belfort. [1] [2] [3]

Foi justamente pensando na diversificação de seus produtos que o BMG resolveu, antes de qualquer coisa, vestir a camisa do futebol – com o patrocínio, adivinhe!, do Atlético-MG a partir de janeiro de 2010. “Lá atrás, isso já era parte da estratégia que hoje está sendo consolidada. A penetração que conseguimos com o consignado nos oferecia a base para crescer. Mas faltava o conhecimento da marca para além do funcionário público e do aposentado”, diz Guimarães. “Agora, quando o sujeito vir nosso cartão de crédito, vai dizer ‘ah, o BMG eu conheço’, e isso é graças ao futebol. São as três letrinhas laranjas, cor essa que todo time quer mudar mas a gente não aceita de jeito nenhum.”[4]

Marcio Alaor, do banco BMG, diz que uma das primeiras a abrir capital na bolsa de valores foi a General Motors completando 100 anos do seu IPO, o que atualmente possui cerca de US$ 53,52 bilhões de valor de mercado. Depois, a Ford que em 1956 teve a iniciativa de ofertar suas primeiras ações (IPO) como uma das maiores de sua época, o equivalente a 600 milhões, relembra Marcio Alaor (Banco BMG). [5]

Referências[editar | editar código-fonte]