Usuário:Gerbilo/Criação de artigos por impulso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Crystal Clear mimetype txt.png Este ensaio contém conselhos ou opiniões de um ou mais contribuidores da Wikipédia. Ensaios não são políticas nem recomendações, mas podem representar práticas já bem difundidas na comunidade ou ainda pontos de vista de minorias. Sinta-se livre e até encorajado para melhorar a página ou discutir na página de discussão, mas tenha prudência ao considerar esses pontos de vista já previamente trabalhados.

Criação de artigos por impulso é o procedimento inverso da criação típica de um artigo, onde o autor concebe uma idéia, efetua pesquisas, levanta material, referências e senta-se para elaborar um texto de acordo com seus propósitos.

Um artigo criado por impulso, por sua vez, surge sem premeditação. O autor não estava pensando nele nos poucos minutos que antecederam sua criação. Mas é errado pensar que um artigo criado por impulso seja material de segunda categoria. Uma artigo assim pode contar com várias seções, fontes externas e referências, de modo a ser, não raro, mais completo do que muito esboço criado com premeditação.

Causas[editar | editar código-fonte]

Uma nota em um site de atualidades; a identificação de um link vermelho em um artigo; uma curiosidade observada em uma revista qualquer; estes são alguns dos motivos típicos que levam um editor a criar um artigo por impulso.

Perfil do autor[editar | editar código-fonte]

Embora não haja pesquisas conclusivas, evidências apontam para a edição freqüente na Wikipédia como fator essencial para o surgimento de tendências para criação de artigos por impulso. É praticamente inexistente essa prática dentre pessoas não habituadas ao ambiente de edição de Wikis, especificamente o da Wikipédia.

Por outro lado, acredita-se que um editor wiki adquira uma tendência a ver o mundo em termos de artigos, referências, fontes, relevância, formatando inconscientemente o mundo ao seu redor em seções, interwikis, e ligações externas, o que leva a uma necessidade quase incontrolável em consumar sua atividade mental na forma de um novo artigo. Em casos de gravidade avançada, o editor também começa a ter dificuldades em evitar idéias de categorizações e desambiguações mesmo nas atividades mais corriqueiras do dia-a-dia.

Objeções[editar | editar código-fonte]

O grande problema possivelmente suscitado pela criação de artigos por impulso seria o do aparecimento de um número excessivo de artigos de conteúdo irrelevante, derivados de notas de grande repercussão na mídia, mas de natureza efêmera, ou de assuntos de importância jornalística, mas sem valor enciclopédico.

Ver também[editar | editar código-fonte]