Víctor Heredia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Victor Heredia
Plaza de Mayo - Silvio Rodríguez y Víctor Heredía durante el Festival Todos Somos Argentinos-25-may-06-presidencia-govar.jpg
Victor Heredia com Silvio Rodríguez
Informação geral
Nome completo Víctor Ramón Cournou Heredia
Nascimento 24 de janeiro de 1947 (70 anos)
Origem Buenos Aires, Argentina
País  Argentina
Gênero(s) Folk
Instrumento(s) Voz
Guitarra
Período em atividade 1967 - atualmente
Afiliação(ões) Mercedes Sosa
León Gieco
Cuarteto Zupay
Joan Manuel Serrat
Página oficial http://www.victorheredia.com/

Víctor Heredia (Buenos Aires, 24 de janeiro de 1947) é um cantor argentino.

Nasceu no bairro de Monserrat.

Na adolescência, estudou piano e violão. Ainda muito jovem se apresentou em programas televisivos como: "Guitarreada Crush", "Sábados Circulares de Mancera" e "Contrapunto".

Cursou a Faculdade de Filosofia e Letras até o terceiro ano, abadonando os estudos para dedicar-se definitivamente à música.

Seu primeiro grande sucesso foi no Festival de Música de Cosquín de 1967, com a canção: "El viejo Matías"[1].

No início da carreira atuava em parceria com Joan Manuel Serrat.

Ganhou o prêmio de "Melhor Interprete e Compositor", com a canção: "Muchacho campesino" no Festival de Agua Dulce, realizado no Peru.

Depois representou a Argentina no Festival de La OTI, interpretando a canção "Sabes, Aquí estamos, América", depois se apresentou em Viña del Mar, onde teve contato com Salvador Allende.

Devido ao Golpe de Estado na Argentina em 1976, mudou-se para a Espanha, onde gravou o disco: "Ya lo ves, amanece".

Ao regressar regressar à Argentina, se apresentou, juntamente com cantor cubano Silvio Rodríguez, cantando a música: "Todavía cantamos", que apoiava a luta das Mães da Praça de Maio.

Fez apresentações juntamente com "Los Zupay" e César Isella, no Estádio Luna Park.

Em 1985, lançou o disco: "Coraje".

Depois, lançou: "Taki Ongoy".

Quando completou vinte anos de carreira, foi lançado o livro: "Todavía Cantamos", de Gustavo Bonifacini, que conta a sua vida.

Em 1999, se apresentou em Cuba.

Em 2000, se apresentou na Colômbia em um evento pela pacificação do país que também contou a presença de Pablo Milanés, Alberto Cortez, Facundo Cabral, Vicente Feliú, Andrés Cepeda e León Gieco.

Em outubro de 2001, lançou o disco: "Entonces".

Em 2001, fez apresentações pelo interior da Argentina, na Bolívia, em Tenerife (Espanha), Colômbia e Costa Rica, en donde visita por primera vez.

Em 2004, a canção "Bailando con tu sombra", composta por Víctor e interpretada por Abel Pintos, venceu o Festival da Canção de Viña del Mar[2].

Foi um dos que apoiou posteriormente o Manifesto do Nuevo Cancionero[3].

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • Gritando Esperanzas, 1968
  • Víctor Heredia, 1969
  • El Viejo Matías, 1970
  • De Donde Soy, 1971
  • Razones, 1973
  • Víctor Heredia Canta Pablo Neruda, 1974
  • Bebe En Mi Cántaro, 1975
  • Paso Del Rey, 1976
  • Cuando Yo Digo Mujer, 1977
  • Que Hermosa Canción, 1978
  • Ya Lo Ves, Amanece, 1981
  • Puertas Abiertas, 1982
  • Recital, 1982
  • Víctor Heredia Canta Pablo Neruda (Versión nueva), 1983
  • Aquellos Soldaditos De Plomo, 1983
  • Sólo quiero la vida, 1984
  • Coraje! , 1985
  • Taki Ongoy, 1986
  • Un Día de Gracia, 1987
  • Memoria, 1988
  • Carta De Un Náufrago, 1991
  • Mientras Tanto, 1992
  • Síndrome De Amor, 1994
  • Víctor Heredia En Vivo En La Trastienda, 1995
  • De Amor y De Sangre, 1996
  • Marcas, 1998
  • RCA Club – Víctor Heredia, 1998
  • Heredia En Vivo 1 y 2, 2000
  • Entonces, 2001
  • Fenix, 2003
  • Tiernamente Amigos, 2005
  • Ciudadano, 2008

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. La noche que cambió la vida de Víctor Heredia, em espanhol, acesso em 02 de junho de 2017.
  2. Victor Heredia, em espanhol, acesso em 02 de junho de 2017.
  3. A 50 años del nuevo cancionero del floklore argentino, em espanhol, acesso em 02 de junho de 2017.