VLS Epsilon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Foguete VLS Epsilon

O VLS Epsilon foi uma variante do foguete brasileiro VLS proposto pelo Programa Cruzeiro do Sul que seria baseado no VLS Delta. Ele sereria voltado para missões geoestacionárias, com capacidade de lançamento para cargas úteis de grande porte, de cerca de 4.000 kg em órbita de transferência geoestacionária.[1][2] Mas como o Programa Cruzeiro do Sul encontra-se atualmente praticamente congelado, provavelmente esta varante não será desenvolvida.[3]

Características[editar | editar código-fonte]

O VLS Epsilon seria o último dos foguetes do Programa Cruzeiro do Sul, sendo uma versão do VLS Delta com propulsores auxiliares de combustível líquido, derivados diretamente de seu motor do primeiro estágio. Seria capaz de lançar cargas de 4.000 kg em órbitas do tipo GTO.[1][4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «PROGRAMA ESPACIAL BRASILEIRO». FORÇA AÉREA BRASILEIRA. Consultado em 24 de abril de 2014. 
  2. «Acesso autônomo ao espaço - Onde o Brasil quer chegar». SindcCT. Consultado em 26 de outubro de 2014. 
  3. «Rússia não decola no mercado brasileiro de exploração espacial». Gazeta Russa. Consultado em 29 de abril de 2017. 
  4. «Projeto VLS». TECNOLOGIA AEROESPACIAL. Consultado em 24 de abril de 2014.