Valéria Luercy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Valéria Luerci)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Valéria Luercy
Nome completo Luerci Moreira Banach
Nascimento
Jaguariaíva, Paraná
Nacionalidade brasileira
Ocupação Atriz

Valéria Luercy (03/11/1938 - 03/08/1993), nome artístico de Luerci Moreira Banach, foi uma humorista brasileira.

Filha do casal Alcidina Moreira Banach (Dona Dica) e Antenor Banach, iniciou seus estudos no Grupo Escolar do Bairro Matarazzo, na cidade de Jaguariaíva, obtendo boas notas nas disciplinas científicas e humanísticas.

No final da década de 1950, transfere-se para o Rio de Janeiro, onde logo inicia na carreira artística como modelo fotográfica. Adiante torna-se vedete no memorável Teatro de Revista, onde em 1960 e eleita pela Associação Brasileira de Críticos Teatrais (ABCT) à Melhor Atriz do Teatro Musicado Popular, tendo sido lhe outorgado um diploma por tal conquista. Logo é contratada pela Rádio e TV Record, onde obteve notoriedade com seus trabalhos no mundo da música, compondo e gravando diversas canções, sobretudo marchas carnavalescas. Porém o que iria consagrar à jovem atriz seria o trabalho no humorístico, Praça da Alegria. Neste último Luercy interpretava ao lado do ator ituano Francisco Flaviano de Almeida, o Simplício, o quadro "Ofélia e Osório", um marco para o humorístico, que voltaria a ser encenado pela dupla, ainda na TV Globo em 1977, assim como no SBT, no programa A Praça é Nossa no final dos anos de 1980.

Devido à sua participação neste quadro com Simplício, onde contribuiu na criação do bordão que consagrou a cidade de Itu, onde "tudo é grande, tudo é maior", Valéria Luercy recebeu diversas homenagens da cidade, nas diversas vezes que lá esteve a convite dos poderes constituídos do município e do próprio Simplício para participar de eventos públicos.

Em meados da década de 1970, Luerci ingressa no curso de bacharelado em direito, onde após sua formação inicia a carreira de advogada. Porém o que satisfazia mesmo à atriz eram as câmeras e os holofotes, o que levou ao retorno de Valéria Luercy no início da década de 1980 à TVS (hoje SBT), trabalhando como atriz e redatora.

Participante do programa A Praça é Nossa, criou a personagem Pureza, uma mulher ingênua que vive na esperança de arrumar um marido. Um marco na carreira da atriz, que interpretou tal personagem até o seu falecimento, ocorrido aos 54 anos de idade.

Ver também[editar | editar código-fonte]