Valéria Luercy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Valéria Luerci)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Valéria Luercy
Nome completo Luerci Moreira Banach
Nascimento
Jaguariaíva, Paraná
Nacionalidade  brasileira
Ocupação Atriz

Valéria Luercy (nome artístico de Luerci Moreira Banach) foi uma humorista brasileira.

Filha do casal Alcidina Moreira Banach (Dona Dica) e Antenor Banach, iniciou seus estudos no Grupo Escolar do Bairro Matarazzo, na cidade de Jaguariaíva, obtendo boas notas nas disciplinas científicas e humanísticas.

No final da década de 1950, transfere-se para o Rio de Janeiro, onde logo inicia na carreira artística como modelo fotográfica. Adiante torna-se vedete no memorável Teatro de Revista, onde em 1960 e eleita pela Associação Brasileira de Críticos Teatrais (ABCT) à Melhor Atriz do Teatro Musicado Popular, tendo sido lhe outorgado um diploma por tal conquista. Logo é contratada pela Rádio e TV Record, onde obteve notoriedade com seus trabalhos no mundo da música, compondo e gravando diversas canções, sobretudo marchas carnavalescas. Porém o que iria consagrar à jovem atriz seria o trabalho no humorístico, Praça da Alegria. Neste último Luercy interpretava ao lado do ator ituano Francisco Flaviano de Almeida, o Simplício, o quadro "Ofélia e Osório", um marco para o humorístico, que voltaria a ser encenado pela dupla, ainda na TV Globo em 1977, assim como no SBT, no programa A Praça é Nossa no final dos anos de 1980.

Devido à sua participação neste quadro com Simplício, onde contribuiu na criação do bordão que consagrou a cidade de Itu, onde "tudo é grande, tudo é maior", Valéria Luercy recebeu diversas homenagens da cidade, nas diversas vezes que lá esteve a convite dos poderes constituídos do município e do próprio Simplício para participar de eventos públicos.

Em meados da década de 1970, Luerci ingressa no curso de bacharelado em direito, onde após sua formação inicia a carreira de advogada. Porém o que satisfazia mesmo à atriz eram as câmeras e os holofotes, o que levou ao retorno de Valéria Luercy no início da década de 1980 à TVS (hoje SBT), trabalhando como atriz e redatora.

Participante do programa A Praça é Nossa, criou a personagem Pureza, uma mulher ingênua que vive na esperança de arrumar um marido. Um marco na carreira da atriz, que interpretou tal personagem até o seu falecimento, ocorrido aos 54 anos de idade.

Ver também[editar | editar código-fonte]