Val Marchiori

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Valdirene Aparecida Marchiori, mais conhecida como Val Marchiori (Arapongas, 6 de outubro de 1974), é uma empresária, socialite, apresentadora, repórter , escritora e ex-modelo brasileira.[2]

Val Marchiori
Nome completo Valdirene Aparecida Marchiori
Nascimento 6 de outubro de 1974 (41 anos)
Arapongas, PR,  Brasil
Residência Jardins, bairro de São Paulo
Nacionalidade  brasileira
Fortuna R$ 223 milhões[1]
Estatura 1,76 m[2]
Ocupação Socialite, apresentadora, repórter e blogueira
Principais trabalhos Empresaria e Modelo.
Página oficial
valmarchiori.tv

Carreira[editar | editar código-fonte]

Val Marchiori nasceu em uma família humilde de italianos no interior do Paraná. Aos dez anos de idade começou a vender produtos de beleza de porta em porta. Aos 14 anos já trabalhava vendendo máquinas de escrever. Mas a carreira de Val Marchiori iniciou-se mesmo quando ela decidiu participar de concursos de beleza entre as décadas de 80 e 90,[3] foi destaque na revista Nova Fase em 1990. Nos anos 90, Val Marchiori foi considerada uma das grandes modelos do Paraná ao lado de Camila Gueber e Caroline Correa. Depois de passar uma temporada na Itália como modelo, volta ao Brasil e investe na carreira de empresaria. Ao lado do irmão Marcos Marchiori, Val abre uma transportadora para produtos frigoríficos a Valmar Transportes. A empresa chega a ter uma frota com mais de 300 carretas frigorificas próprias e com mais 200 agregadas, se tornando uma das maiores do Mercosul.[4] Val Marchiori ainda investiu em uma rede de concessionárias no Norte do Paraná, gado de raça e imóveis de luxo, tornado-se uma das maiores empresárias do Sul. Pelo seu empreendedorismo chega a ser destaque de capa na Revista Carga Pesada.

Foi no meio empresarial que conheceu o futuro pai do seus filhos, o empresário e bilionário Evaldo Ulinski. Val dá a luz aos gêmeos Eike e Victor. Em 2008 depois que vende parte de seus bens, Val decide morar em São Paulo, quando seu apartamento de 850 metros quadrados no Jardins fica pronto. Val dá uma festa de aniversário dos seus 35 anos, que foi organizado pela renomada prometer Alicinha Cavalcanti que custou 230 mil reais na época. Na festa o apresentador Amaury Júnior encanta-se com o jeito de Val e a convida para fazer parte do seu programa na Rede TV. Entre 2009 e 2011, Val apresenta um quadro no Programa Amaury Jr. da Rede TV onde falava do mundo do luxo.[5] Na atração, que mostrava lojas caras, viagens e hotéis cinco estrelas, a apresentadora pagava do próprio bolso os gastos com as gravações, e usava o próprio jatinho para se deslocar até os locais de filmagem.[6]

Em maio de 2011 foi tema de uma extensa reportagem de capa da revista Veja São Paulo. O perfil, destacava sua passagem pela TV e seu estilo de vida.[7] A matéria foi destacada novamente nas edições seguintes da revista pela sua repercussão junto aos leitores e outros veículos.[8]

No início de 2012 Val participou da primeira temporada do reality show Mulheres Ricas, da TV Bandeirantes notabilizando-se pelos comentários ácidos em relação às demais participantes.[9] No ano seguinte, juntamente com Narcisa Tamborindeguy foi convidada a permanecer na atração a integrar o time da 2ª temporada do mesmo programa.[10]

Logo após a primeira temporada do reality show, a socialite passou a editar o blog "Hello" no portal da revista Veja São Paulo.[11]

Mesmo com o fim do reality show, Val continuou na rede Bandeirantes fazendo participações em programas da casa[12] , e, eventualmente em atrações do SBT[13] , Rede Record e Rede TV.[14]

Em meados de 2012 deixou a Band para ser contratada pela Rede Record, onde faria participações em diversos programas da casa.[15] A apresentadora acabou sendo alocada no Tudo é Possível, apresentado por Ana Hickmann, onde fazia participações em diversos quadros da atração.[16] , e simultaneamente[17] no Programa da Tarde também apresentado por Ana Hickmann com Ticiane Pinheiro e Britto Jr., onde tinha um quadro fixo sobre viagens de luxo.[18]

Permaneceu na Record até os últimos meses de 2012[19] , quando, após nova disputa entre os dois canais retornou à TV Bandeirantes para participar da segunda temporada do reality show Mulheres Ricas 2.[20]

Eventualmente Val Marchiori é escalada para comerciais de produtos populares como cerveja, esponja de aço, carros, e cursos de inglês.[21] [22] [23]

Trabalhos na TV[editar | editar código-fonte]

Período Programa Emissora Cargo
2008 - 2011
Programa Amaury Jr
Rede TV
Repórter [24]
2012
Mulheres Ricas
Band
Ela mesma
2012
Tudo é Possível
Rede Record
Repórter[25]
2012
Programa da Tarde
Rede Record
Repórter
[26]
2013
Mulheres Ricas (2ª temporada)
Band
Ela mesma
2014
Programa Raul Gil
SBT
Ela mesma

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Na metade de 2013 , apos muitos conflitos com o ex marido e bilionário, o companheiro se redime com tudo o que falou sobre a socialite e a pede em casamento em 2014. Em maio do mesmo ano o casamento ocorre em uma noite de sexta no renomado restaurante Leopoldo em São Paulo. Muitos famosos como Raul Gil e a socialite Lydia Sayeg participam da festa .[27]

Em julho de 2015, Val Marchiori trava mais uma briga com o então companheiro Ulinski, onde os dois disputam judicialmente o barco Hello 2, um Azimut de 60 pés adquirido pouco antes do rompimento, em abril. Val ficou com o negócio e assumiu o financiamento de vinte prestações de 70 000 reais por mês (um outro iate serviu como entrada).[28]

Val Marchiori é amiga pessoal do estilista italiano Giorgio Armani.

Val mora em um dos apartamentos mais caros de São Paulo, que fica no bairro nobre dos Jardins, o imóvel esta avaliado em 21 milhões reais. Em 2014 a revista de arquitetura Habitare considerou o apartamento como um dos mais imponentes de São Paulo. A socialite ainda possui outras 2 residências, uma Londrina e uma outra em Angra dos Reis. No total consta 21 empregados na sua folha de pagamento.

No dia 25 de Novembro de 2015, Val lançou o seu primeiro livro na Livraria Cultura em São Paulo, O livro de ouro da Val - 7 passos para a riqueza e prosperidade. Uma autobiografia com gênero de auto ajuda.

Em Janeiro de 2016 Val Marchiori assume em uma entrevista para a revista Caras o relacionamento com seu novo namorado, o empresario e milionário italiano Giuseppe Picolli que mora em Roma.

Divórcio[editar | editar código-fonte]

Val Marchiori resolveu abrir o coração[29] e falar pela primeira vez sobre a briga que teve com o marido, o empresário milionário Evaldo Ulinsk, com quem estava casada havia 12 anos e tem dois filhos. A socialite usou o seu blog pessoal para admitir que agora está solteira e lembrou a confusão, que virou caso de polícia, após uma discussão feia do casal, no início de abril, no luxuoso apartamento deles, em São Paulo.

"Eu tentei, fiz o que pude para salvar meu casamento. Perdoei horrores o que ele já fez para mim. Ele errou demais e ficou difícil perdoar. Vocês me conhecem e sabem como só gosto de falar da coisa boa, por isso, nunca quis escrever muito sobre isso aqui. (...) queria deixar claro, então, que nosso casamento chegou ao fim, sim! Estou solteira!"

Polêmica do empréstimo do BNDES[editar | editar código-fonte]

Em outubro de 2014 o jornal Folha de S.Paulo publicou[30] artigo sobre uma operação de financiamento efetuada pelo BNDES à Val Marchiori para aquisição de caminhões para a empresa Torke Empreendimentos. A reportagem chama a operação de "incomum" por cobrar somente 4% de juros a.a. (abaixo da inflação do período) e pela comprovação de receita da empresa por meio de pensão alimentícia recebida para seus filhos. A mesma reportagem também informa que Val Marchiori é amiga do então presidente do Banco do Brasil, Aldemir Bendine, e que a análise de crédito desta instituição financeira informava que os fiadores da operação não apresentavam recursos para garantí-la.

Em 11 de novembro de 2014 o mesmo jornal publica[31] na coluna de Leonardo Souza outro artigo relacionado com o caso, aprofundando a análise do financiamento concedido pelo BNDES à Val Marchiori.

Referências

  1. «Val Marchiori: Mais rica e chateada». Diário da Região. Consultado em 29/02/2016. 
  2. Beatriz Cioff (16 de abril de 2012). «Val Marchiori revela o segredo: como tomar tanto champanhe e não engordar?». R7. Consultado em 22 de fevereiro de 2013. 
  3. Lúcio Flávio Moura (30 de janeiro de 2012). «Conheça a casa de Val Marchiori antes do champanhe e do salto alto». UOL Entretenimento. Consultado em 22 de fevereiro de 2013. 
  4. O Dia. «Val Marchiori aparece com 15 anos em capa de revista». Diversão & TV. Consultado em 08 de março de 2012. 
  5. Carla Manso (26 de agosto de 2010). «Val Marchiori: "Pode faltar amigo, marido, menos maquiador", diz a repórter de Amaury Jr.». IG. Consultado em 22 de fevereiro de 2013. 
  6. Gilberto Scofield (21 de julho de 2011). «Quem é Val Marchiori, a socialite que usa seu próprio jatinho para fazer matérias no 'Programa Amaury Jr'». O Globo. Consultado em 22 de fevereiro de 2013. 
  7. João Batista Jr. (13 de maio de 2011). «Val Marchiori: a perua da vez pede passagem». Veja São Paulo. Consultado em 22 de fevereiro de 2013. 
  8. «A capa que deu o que falar». Veja São Paulo. 27 de maio de 2011. Consultado em 22 de fevereiro de 2013. 
  9. Nathália Salvado (12 de fevereiro de 2013). «Val Marchiori: "sou alta, loira e linda. 'Sorry' para as gordas"». Terra. Consultado em 22 de fevereiro de 2013. 
  10. Carta Z Notícias (22 de dezembro de 2012). «Val Marchiori enfrentará batalha judicial para participar de "reality" da Band». Correio Braziliense. Consultado em 22 de fevereiro de 2013. 
  11. «Hello! com Val Marchiori». Veja São Paulo. Consultado em 22 de fevereiro de 2013. 
  12. Patrícia Kogut (18 de fevereiro de 2012). «Barra-Ondina». O Globo. Consultado em 22 de fevereiro de 2013. 
  13. «Val Marchiori ganha presentes comprados na 25 de março». Veja. 8 de abril de 2012. Consultado em 22 de fevereiro de 2013. 
  14. Mônica Bergamo (15 de novembro de 2012). «Megaprodução». Folha de S. Paulo. Consultado em 22 de fevereiro de 2013. 
  15. Alberto Pereira Jr. (20 de agosto de 2012). «Val Marchiori começa a gravar reportagens para a Record». Folha de S. Paulo. Consultado em 22 de fevereiro de 2013. 
  16. Renato Kramer (28 de outubro de 2012). «Val Marchiori come churrasco grego e anda de ônibus no "Tudo É Possível"». Folha de S. Paulo. Consultado em 22 de fevereiro de 2013. 
  17. «Val Marchiori ganha espaço na tela da Rede Record». Brasil 247. 28 de agosto de 2012. 
  18. Flavia Serra (11 de junho de 2012). «Val ganha quadro em programa da Record». O Fuxico. Consultado em 22 de fevereiro de 2013. 
  19. Flavia Serra (11 de novembro de 2012). «Val Marchiori sobre a Record: "Não cuspi no prato que comi”». IG Gente. Consultado em 23 de fevereiro de 2013. 
  20. Alberto Pereira Jr. (23 de novembro de 2011). «Record e Band disputam a socialite Val Marchiori». Folha de S. Paulo. Consultado em 22 de fevereiro de 2013. 
  21. Acelmo Góis (14 de abril de 2012). «Loura Retornável». O Globo. Consultado em 22 de fevereiro de 2013. 
  22. Mariana Barbosa (10 de maio de 2012). «Val Marchiori estrela comercial da Fiat». Meio e Mensagem. Consultado em 22 de fevereiro de 2013. 
  23. Laís Prado (6 de março de 2012). «Val Marchiori vai de Dafiti». Terra. Consultado em 22 de fevereiro de 2013. 
  24. Veja SP (27/02/2013). «“Ser a nova Scheila é pouco para mim”, diz Val Marchiori». 
  25. Folha.com (27/02/2013). «Socialite Val Marchiori é contratada pela Record». 
  26. Folha.com (27/02/2013). «Val Marchiori será repórter do “Programa da Tarde». 
  27. Bruno Astuto (2 de março de 2012). «Val Marchiori: “Meu ex me ameaçou de morte”». Época. Consultado em 22 de fevereiro de 2013. 
  28. Rafael (07/07/2015). «Quem É O “Marido” De Val Marchiori, De Onde Vem A Sua Fortuna E Outros Babados De Mulheres Ricas». fashionbubbles.com. Consultado em 25/07/2015. 
  29. Rafael (28/04/2015). «Val Marchiori se separa de empresário milionário após briga: ‘Perdoei horrores o que ele fez pra mim’». extra.globo.com. Consultado em 25/07/2015. 
  30. Leonardo Souza (21/10/2014). «BB dribla regra ao emprestar para amiga do chefe do banco». Folha de S.Paulo. Consultado em 12/11/2014. 
  31. Leonardo Souza (11/11/2014). [www1.folha.uol.com.br/colunas/leonardosouza/2014/11/1546270-o-papel-do-bndes-no-caso-marchiori.shtml «O papel do BNDES no caso Marchiori»] Verifique |url= (Ajuda). Folha de S.Paulo. Consultado em 12/11/2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]