Vale de Salgueiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Portugal Portugal Vale de Salgueiro 
  Freguesia  
Localização
Vale de Salgueiro está localizado em: Portugal Continental
Vale de Salgueiro
Localização de Vale de Salgueiro em Portugal
Coordenadas 41° 35' 28" N 7° 14' 07" O
Concelho MDL1.png Mirandela
Administração
Tipo Junta de freguesia
Presidente Miguel Pilão Belchior Fontoura Cunha (CDS-PP)
Características geográficas
Área total 15,20 km²
População total (2011) 424 hab.
Densidade 27,9 hab./km²
Livro Vale de Salgueiro.jpg

Vale de Salgueiro é uma freguesia portuguesa do concelho de Mirandela, com 15,20 km² de área e 424 habitantes (2011). A sua densidade populacional é de 27,9 hab/km². A esta freguesia pertence a aldeia de Miradeses.

População[editar | editar código-fonte]

População da freguesia de Vale de Salgueiro[1]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
520 566 529 578 619 585 698 831 775 768 417 681 525 422 424

Festa de Reis[editar | editar código-fonte]

A aldeia de Vale de Salgueiro é conhecida a nível nacional por realizar todos os anos uma característica Festa dos Reis (6 de Janeiro), na qual se podem observar diversos sinais que nos fazem viajar no tempo, até ao período histórico anterior à chegada do Cristianismo, sendo mesmo esta celebração uma reminiscência de antigos cultos pagãos comuns no Nordeste Transmontano.

Recorde-se que por esta época se efectuam, em vários pontos do Hemisfério Norte, várias festividades associadas ao solstício de Inverno (21 de Dezembro - "o dia mais pequeno do ano" ou, de forma mais exacta: o dia em que a noite é mais longa em todo o ano). Trata-se de festejar a vitória da luz sobre a escuridão, do renascimento da Natureza (a exposição solar em cada dia volta a aumentar, até ao máximo atingido no solstício de verão, a 21 de Junho), sendo que a região de Trás-os-Montes é bastante rica nestes eventos onde se misturam a religião com superstições milenares.

Recorde-se que o dia 6 de Janeiro é oficialmente celebrado pela Igreja Católica precisamente como Dia dos Reis, assinalando a chegada dos "Reis Magos" junto do recém nascido Jesus Cristo. Claro que historicamente não existem certezas sobre estes factos, nem sequer sobre datas. Aliás, o próprio assinalar do Natal católico a 25 de Dezembro é uma convenção, tendo sido escolhido para que o nascimento de Jesus Cristo ficasse sobreposto à antiga festa romana do Natalis Solis Invictus (Nascimento do Sol Invicto). Acrescente-se, ainda, que segundo o calenário juliano (vigente ao tempo de Jesus Cristo), o dia 25 de Dezembro corresponde ao actual 7 de Janeiro, pelo que, por exemplo, os cristãos ortodoxos celebram a véspera de Natal precisamente na noite de 6 para 7 de Janeiro...

Em Vale de Salgueiro, todos os anos é escolhida uma pessoa (tradicionalmente um homem novo) natural da localidade ou dela descendente para encarnar a figura de um rei, ficando com a incumbência de organizar a festa a realizar no ano seguinte. A cerimónia de entronização e passagem do testemunho ocorre em plena igreja e na presença do pároco local, durante a Missa do Dia de Reis, numa curiosa aceitação desta manifestação popular pagã por parte da Igreja Católica, sendo que o rei velho retira a coroa da sua própria cabeça e a coloca no novo "monarca". De notar que esta coroa surge revestida a veludo e adornada com objectos em ouro emprestados pelos habitantes da aldeia, sendo um óbvio símbolo da riqueza e poder do rei e, de certa forma, da própria população.

Outro símbolo importante é o bastão com uma laranja incrustada. Destaque ainda para a presença da música e da dança, através da tradicional "Murinheira", da gaita-de-foles e dos bombos, de inspiração celta.

Nos últimos anos tem sido destacado pela comunicação social nacional que os mais novos são autorizados e incentivados a fumar. Trata-se de um fenómeno social de interrupção do tempo comum, tal como sucede com, por exemplo, no Carnaval, durante o qual também são permitidos comportamentos sociais não aceites no resto do ano.

Na edição da festa de 2016, no âmbito da Feira dos Reis local, foi apresentado e colocado à venda o primeiro livro dedicado em exclusivo a descrever e analisar a tradição da Festa do Dia de Reis de Vale de Salgueiro, da responsabilidade de José Ribeirinha Lopes e editado pela editora TyR.

Referências

  1. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.